A equipe de rádio patrulha do pelotão de Ivinhema, prendeu na noite de quinta (07), um homem de 32 anos que cometeu o roubo de um botijão de gás.

A vítima, um idoso com 71 anos, solicitou via 190 a polícia militar informando que um indivíduo havia invadido sua residência enquanto dormia e, com uma faca, anunciou o assalto e disse que levaria o seu botijão de gás. Sem ter como reagir, a vítima fugiu para a casa de uma vizinha e pediu socorro.

Com as características do autor do roubo, os policiais realizaram buscas pelas ruas do bairro, e, conseguiram localizar um indivíduo transportando um botijão de gás. O suspeito foi abordado e levado até a vítima para reconhecimento, onde foi confirmada a autoria do fato.

Diante dos fatos, o suspeito confessou o roubo recebeu voz de prisão, sendo encaminhado juntamente com a vítima e o botijão para a Delegacia de Policia Civil, onde foi apresentado à autoridade de Polícia Judiciária.

Fonte: Assessoria de Comunicação 8º BPM

 

Fachin determinou a quebra do sigilo telefônico dos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB), e de Minas e Energia, Moreira Franco (MDB), alvos da mesma investigação

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu não atender ao pedido da Polícia Federal de quebrar o sigilo telefônico do presidente Michel Temer no âmbito de um inquérito instaurado com base na delação da Odebrecht.

Fachin determinou a quebra do sigilo telefônico dos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB), e de Minas e Energia, Moreira Franco (MDB), alvos da mesma investigação. A decisão de Fachin é sigilosa, mas foi confirmada pelo Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, por fontes com acesso à investigação.

A investigação foi aberta para apurar relatos de delatores da empreiteira sobre suposto pagamento de R$ 10 milhões em doações ilícitas para campanhas do MDB em troca de favorecimento da empresa. O acordo, segundo a delação, foi firmado durante reunião no Palácio do Jaburu em 2014, quando Temer era vice-presidente.

O pedido de quebra de sigilo da PF, feito em março ao Supremo, abrange o período de 2014, quando teriam ocorrido os repasses por meio de operadores da empreiteira.

A quebra de sigilo telefônico não possibilita a recuperação do conteúdo das conversas, mas consegue identificar os horários e para quem foram feitas ligações do número do presidente e de seus aliados. O objetivo desse tipo de medida é mapear se os investigados se comunicaram na época em que, segundo os delatores, teria havido a negociação.

A PF também pediu a quebra do sigilo telefônico de operadores da empreiteira que teriam realizado as supostas entregas do dinheiro. No caso dos R$ 10 milhões, segundo a Odebrecht repassados ao grupo político de Temer, as entregas teriam sido feitas por um operador do Rio Grande do Sul e no escritório do amigo e ex-assessor de Temer, o advogado José Yunes.

Portos

No início de março, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo, autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Temer no inquérito que investiga suspeitas de irregularidades na edição do chamado Decreto dos Portos, assinado por ele em maio de 2017.

A decisão de Barroso atendeu a um pedido do delegado da PF Cleyber Malta, responsável pelo inquérito. O delegado reiterou a necessidade da quebra de sigilo e disse que a medida era imprescindível. Segundo ele, sem o acesso aos dados bancários, não seria possível alcançar a finalidade da investigação.

A quebra de sigilo bancário no caso dos Portos abrange o período entre 2013 e 2017. A solicitação feita pelo delegado, em dezembro do ano passado, diverge do pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que solicitou quebras de sigilo no inquérito dos Portos, mas não incluiu Temer.

Defesas

Procurado pela reportagem, o Palácio do Planalto informou que não vai se manifestar.

O advogado Daniel Gerber, que defende Padilha, disse que "o ministro nada deve, não está preocupado e se manifestará apenas nos autos".

A defesa de Moreira Franco não havia se manifestado até a publicação deste texto.

Fonte: A critica

O governo federal decidiu nesta noite que vai revogar amanhã (8) a nova tabela com o preço mínimo do frete para o transporte rodoviário de cargas, publicada em edição extra do Diário Oficial da União no final da tarde de hoje (7) .

De acordo com a assessoria do Ministério dos Transportes, com a decisão, a tabela publicada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no dia 30 de maio estará valendo até uma nova tabela ser elaborada pela agência.

Ainda segundo a assessoria, a decisão foi tomada após reação dos representantes dos caminhoneiros com a publicação do documento nesta quinta-feira. A categoria se reúne com o governo na manhã desta sexta-feira na sede da ANTT em Brasília.

A tabela que foi divulgada hoje foi elaborada porque, de acordo com ANTT, a anterior, publicada no dia 30, estava confusa. O documento que será revogado previa valores de frete por quilômetro rodado combinado com o número de eixos dos caminhões e a possibilidade de negociação do frete de retorno entre o contratante de origem e o transportador.

O Ministro do Transporte, Valter Casimiro, disse em coletiva de imprensa, antes da decisão de revogar o documento, que a nova tabela foi acordada com o setor do agronegócio, setor de cargas e combustível e representantes dos caminhoneiros.

A criação de uma tabela de preço mínimo para o frete foi uma das reivindicações dos caminhoneiros durante a paralisação da categoria que durou dez dias e resultou em prejuízos em diversos setores da economia e em desabastecimento de combustíveis, alimentos, entre outros produtos.

Fonte: Agencia Brasil

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (7) uma nova redução no preço da gasolina. A partir da amanhã, o combustível ficará 0,49% mais barato nas refinarias da estatal, passando a custar R$ 1,9521 o litro. Hoje, a gasolina está sendo negociada nas refinarias a R$ 1,9617.

Essa é a quarta queda consecutiva de preços anunciada pela empresa. Desde 2 de junho, quando o litro custava R$ 2,0113, o preço da gasolina já acumula uma redução de quase 6 centavos, ou seja, de 2,94%.

Fonte: Jornal da Nova

Além da droga, armas e veículos roubados foram apreendidos

Sete homens que integram uma quadrilha de tráfico de drogas foram presos em flagrante por policiais militares do Batalhão de Choque, na tarde desta quinta-feira (7), na Vila Albuquerque, região sul da Capital, no momento em que se preparavam para fazer o transporte de uma carga de mais uma tonelada de maconha.

Segundo o Choque (tropa de elite da PM), o caso aconteceu por volta das 13h30. Uma denúncia anônima levou ao endereço do galpão usado pelo bando para estoque e embalo das drogas.

O flagrante ocorreu no momento em que os suspeitos partiam rumo a destino ainda não esclarecido em quatro veículos, dois deles carregados com a droga: uma Tucson, com denúncia de roubo em Goiânia (GO), e uma picape. Dois Fiats Unos faziam a 'escolta'.

Com a quadrilha, foram apreendidos uma espingarda calibre .22 e um revólver calibre .38, ambos municiados e com a identificação raspada. Os tabletes da droga estavam marcados com letras que seriam as iniciais dos compradores da maconha.

Nenhum dos sete detidos teve a identidade revelada. Segundo a PM, dois deles são considerados foragidos, por crimes também não informados. O caso é registrado neste momento na Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar), no bairro Tiradentes, região leste de Campo Grande.

Fonte: Correio do Estado

Henrique Dourado encerrou o jejum de nove jogos sem marcar e fez o primeiro no triunfo em Brasília

A boa fase do Flamengo parece não ter fim. Nesta quinta-feira, o time rubro-negro venceu o clássico contra o Fluminense por 2 a 0 no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e ampliou a vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro. O duelo foi válido pela 10.ª rodada do torneio.

Com a vitória, a primeira em clássicos neste Brasileirão - havia empatado em 1 a 1 com o Vasco, em duelo da quinta rodada - o Flamengo chegou ao quarto triunfo consecutivo, foi aos 23 pontos e abriu cinco de distância em relação ao Sport, o segundo colocado.

Perto dos líderes anteriormente, o Fluminense, por outro lado, amargou a sua segunda derrota consecutiva - perdeu o duelo anterior para o Paraná, em Curitiba - e caiu para a 10.ª posição com 14 pontos.

Os personagens da partida foram os centroavantes Henrique Dourado e Felipe Vizeu. O primeiro, criticado por boa parte da torcida, abriu o placar no primeiro tempo em cobrança de pênalti a sua especialidade, e o segundo selou o triunfo na etapa final após completar passe de Everton Ribeiro.

Lucas Paquetá e Vinicius Junior não foram decisivos como vinham sendo, mas infernizaram a defesa do rival com dribles e jogadas de efeito. O Fluminense, por sua vez, teve muitos problemas no ataque em razão das ausências dos titulares Marcos Junior e Pedro, lesionados.

O JOGO - O Flamengo comandou as ações no primeiro tempo, especialmente nos minutos iniciais, e fez valer a força de seu ataque, formado no duelo por Vinicius Junior, Henrique Dourado e Marlos Moreno, escolhido para entrar no lugar do suspenso meia Diego.

Diante de um Fluminense fechado, com três zagueiros e três volantes em campo - Douglas foi titular na vaga de Marcos Junior machucado - e armado para sair nos contra-ataques, o time rubro-negro soube explorar os pontos fracos da zaga tricolor. Optou em jogar pelos lados, com Marlos Moreno e Vinicius Junior, e se deu bem.

Foi uma jogada pela lateral que originou o pênalti em Marlos Moreno. No lance, o atacante colombiano aproveitou o vacilo de Marlon para tomar a frente e ser derrubado pelo lateral-esquerdo dentro da área. Na cobrança, Henrique Dourado, criticado por boa parte da torcida flamenguista, cobrou com a categoria e frieza de sempre para abrir o placar em cima de sua ex-equipe aos 28 minutos.

Em desvantagem no placar, na etapa final, a equipe das Laranjeiras teve de deixar a postura cautelosa para se lançar ao ataque. Em busca do empate, o técnico Abel Braga colocou os atacantes Pablo Dyego e Matheus Alessandro em campo nos lugares do zagueiro Renato Chaves e do meia Sornoza, respectivamente. As alterações, porém, não surtiram efeito. Pablo Dyego, inclusive, sentiu uma lesão e teve de ser substituído por Robinho 10 minutos após ter entrado.

O Fluminense não só não chegou ao gol de empate como viu o arquirrival aumentar a vantagem e selar a vitória no final da partida, com Felipe Vizeu. Aos 33 minutos, o jovem centroavante xodó da torcida rubro-negra recebeu passe de Everton Ribeiro e, livre dentro da pequena área, teve tempo de dominar antes de empurrar a bola para o gol e sacramentar o resultado positivo que mantém o Flamengo de forma confortável na primeira colocação.

Fonte: Band

Jorginho falou pela primeira vez nesta quinta-feira, em sua apresentação oficial no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, como técnico do Vasco. O novo comandante elogiou a qualidade do elenco e disse que o "muita gente vai se surpreender conosco", apesar das críticas da torcida e de especialistas sobre o futebol apresentado pelo clube cruzmaltino neste ano.

"Não estamos chegando num momento tão complicado, mas existe um dúvida muito grande em relação ao potencial dos atletas. Sei do potencial e acredito muito nesse grupo. Muita gente vai se surpreender conosco nesse ano. Muitos torcedores me pararam na rua e desejaram sorte. Disse que vamos tentar reviver aqueles momentos de glória", afirmou Jorginho, que volta depois de duas temporadas.

O desafio é repetir o desempenho de sua primeira passagem, quando conquistou o título do Campeonato Carioca de forma invicta (em 2016) e chegou a ficar 34 jogos seguidos sem perder, a maior invencibilidade da história do clube em jogos oficiais.

Demitido do Ceará recentemente, Jorginho relembrou a sua trajetória como jogador e técnico do Vasco, firmando a sua identidade com a agremiação. "Estou muito feliz por retornar para um clube onde tive uma história maravilhosa como atleta. Joguei aqui durante dois anos e conquistei dois títulos importantes, sendo um deles conquistado com a maior virada da minha carreira, que foi a Copa Mercosul (2000). Tive o privilégio também de ser treinador do Vasco em 2015, num momento extremamente difícil, quando quase evitamos a queda e conquistamos o Carioca", observou Jorginho, substituto de Zé Ricardo, que pediu demissão após derrota por 2 a 1 para o Botafogo, no último sábado, no estádio de São Januário.

O presidente do Vasco, Alexandre Campello, justificou a escolha de Jorginho. "Foi o primeiro nome que veio na nossa cabeça. O que pesou também foi o fato dele ter sido um profissional que trabalhei. Possui uma identificação com o Vasco, já foi campeão e trabalhou aqui como treinador com ótimos resultados". O treinador chega ao clube junto do auxiliar-técnico Luiz Lubel e do preparador físico Joelton Urtiga.

Outro integrante da comissão apresentado nesta quinta-feira foi Paulo César Gusmão, que será coordenador técnico. Ele retorna ao Vasco após sete anos e comentou sobre o "momento de transição" da equipe. "Me preparei para uma nova função, para seguir dentro do futebol, e recebi esse convite. A posição de coordenador não está direcionada apenas para o profissional. Vou ajudar também na ligação com a base, na transição, nas escolhas, na metodologia", afirmou, ao deixar claro que "não sou executivo de futebol, não vou participar de negociação de valores, mas vou sempre procurar dar opiniões e passar informações para acertarmos em nossas escolhas".

O Vasco ainda não venceu fora de casa neste Campeonato Brasileiro. Atualmente é o 13.º colocado com 12 pontos, três acima da zona de rebaixamento. O próximo compromisso será contra o vice-líder Sport, neste sábado, às 19 horas, no estádio de São Januário.

Fonte: A Crítica

Vítima de 42 anos tinha fama de ser truculenta na região

O eletricista Milton Cezar Rocha, 42, foi morto com 29 facadas na noite de ontem (6), no Bairro Lagoa Park, região do São Jorge da Lagoa, em Campo Grande. Matheus Silva Gomes, 19, enteado da vítima, é o principal suspeito e pode ter agido depois de ver seu filho sendo ameaçado.

Conforme apurado enquanto Milton esquentava a janta, a criança de dois anos teria pedido doce ao homem que não gostou e fez menção de atacá-la com uma panela. Matheus não gosotu do que estava acontecendo e acabou se desentendendo com o padrasto.

A mãe de Matheus, identificada como Rosa, 41 anos, do lar, era casada com Milton e contou à polícia que ela havia saído para ir a mercearia e quando voltou, avistou o filho saindo da casa, com vestígios de sangue e bastante agitado. Mateus disse: “Vou sair e volto daqui dois dias, ou melhor, não volto nunca mais para essa casa”, e fugiu.

Ao entrar em casa Rosa encontrou Milton gravemente ferido no sofá. Foi acionado socorro mas ele não resistiu e morreu no local. A polícia Técnica e a Perícia foram acionadas e o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol). O delegado plantonista da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga, Rodrigo Camapum, solicitou laudo de necrópsia.

Matheus é casado e trabalhava em um pesqueiro, mas ficou desempregado e foi passar uns dias com a família na casa da mãe, até se estabilizar. Ele iria embora na segunda-feira, pois já havia encontrado outra casa para morar. Testemunhas disseram que o rapaz era trabalhador e não tinha envolvimento com nada errado. Matheus está foragido, e caso foi registrado na Depac Piratininga.

Ainda segundo a Polícia Civil e relatos de testemunhas, Milton era uma pessoa muito agressiva e já havia feito várias ameaças de morte contra Matheus. Em outra ocasião, parentes do homem também ameaçaram o rapaz. Testemunhas disseram que sempre houve desavenças entre os dois enquanto estavam na casa.

Fonte: Correio do Estado

Nesse frio tudo haver, hoje prato principal MOCOTÓ,  lembramos que pra quem não gosta teremos o bife acebolado como opção,  salada grátis. Entregamos a domicílio.

Todo dia um cardápio diferente para melhor atende-los.

Horário de atendimento:

Almoço  10:40 às 13:00.

Jantar  18:00 às 20:00.

Contato: 98449-7195

A Marmitaria Primavera esta localizada na Avenida Marcos Freire, em frente a praça central de Novo Horizonte do Sul.

Pagina 5 de 237

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top