Redação

Após determinação do comandante do 8º BPM de Nova Andradina, Tenente Coronel Josafá Pereira Dominoni, teve início na noite de sábado (15) a Operação Ivinhema Segura, desencadeada pela 2ª Companhia de Polícia Militar, sob coordenação do comandante local, Tenente Neviton Lunardo.

Durante a operação serão realizadas abordagens e revistas a bares , botecos e lanchonetes afim de diminuir a violência na noite ivinhemense, propiciando aos frequentadores dos estabelecimentos e à população em geral mais tranquilidade e segurança.

O objetivo da ação é prevenir homicídios, combater o tráfico de drogas e outras atividades ilícitas, além realizar a vistoria dos alvarás de funcionamento, e questões relativas à segurança dos comércios.

De acordo com o Comandante do 8º BPM, alguns locais que serão alvos da operação, são objetos de denúncias e outros serão escolhidos aleatoriamente, onde os policiais realizarão revistas e checagem de documentação pessoal com intuito de tirar de circulação foragidos, armas e drogas.

“O policiamento preventivo e ostensivo é a base do trabalho da Polícia Militar, e nossos policiais irão enfatizar essas ações durante a operação com o intuito de inibir as ações delituosas, ou retirar das ruas algum elemento nocivo à sociedade” destaca o comandante do 8º BPM, Tenente Coronel Dominoni.

Fonte: Ivinoticias

Oito universidades oferecem curso, com mensalidade a R$ 700

Facilidade de acesso e mensalidade até dez vezes mais barata atraem pelo menos 10 mil brasileiros que hoje estudam Medicina em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Com a demanda crescente, novas instituições de ensino se preparam para se instalar na cidade – que fica na divisa com Ponta Porã, no Brasil –, enquanto universidades já estabelecidas ampliam suas unidades.

O alto investimento necessário para estudar Medicina em faculdades particulares brasileiras, aliado à concorrência grande dos processos seletivos em universidades públicas do País, ajudou a popularizar a alternativa paraguaia.

Thaís dos Santos, 22 anos, está a 1,5 mil quilômetros da cidade natal, a pequena Felixlândia (MG), de 15 mil habitantes, para realizar o sonho de se tornar médica. A mineira conta que a mensalidade durante o primeiro semestre pela Universidad Politécnica y Artística del Paraguay (Upap) custa 1 milhão de guaranis – aproximadamente R$ 700. “Uma das vantagens é que não tem vestibular. A gente passa por um curso de nivelação, apenas”.

O curso de Medicina foi o mais disputado do vestibular 2018 da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), instituição pública, com 144 candidatos por vaga.

Fonte: Correio do Estado

"Adversários políticos postavam dois dias antes da operação, isso merece esclarecimento. O por quê dessa operação midiática a 20 dias das eleições", diz governador


O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) lamenta vazamento seletivo da operação Vostok, vai denunciar a situação a órgão de controle do Ministério Público, relata que respondeu a 36 perguntas na Polícia Federal e que não tem movimentação financeira suspeita.

A ação, autorizada pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça), investiga suposta troca de incentivos fiscais a J&F, controladora dos frigoríficos JBS, em troca de propina.

"Depois de um ano e quatro meses da delação, tive oportunidade de falar. Depois dos estardalhaço e questão midiática. Esclareci ponto a ponto, apresentei toda a documentação que tira a dúvida do Coaf. Nunca teve movimentação financeira suspeita na minha conta. Tudo que tem de entrada e saída são recursos lícitos da nossa atividade agropecuária. A verdade vai prevalecer ao denuncismo desenfreado", afirma Azambuja, em entrevista exclusiva nesta sexta-feira (dia 14) no Campo Gande News. O Coaf é o Conselho de Controle de Atividades Financeira, órgão de controle ligado ao Ministério da Fazenda.

De acordo com o governador, o mandado de busca e apreensão, cumprido pela operação Vostok na última quarta-feira (dia 12) em seu apartamento e escritório, não apreendeu nada "significativo", recolheu documentos e a maior parte já foi devolvida. Azambuja não estava em casa durante a ação porque havia cumprido agenda de campanha em Naviraí. Ele é candidato à reeleição.

Azambuja afirma que a investigação também considerou suspeito depósito da JBS em sua conta. "Pós delação, em setembro de 2017, eu abati bovinos no frigorífico JBS. Emiti nota, tirei GTA [Guia de Trânsito Animal]. Eles me entregaram a contra nota, depositaram dinheiro na minha conta. E isso eles colocam como suspeito. Entreguei todos os documentos ao ministro, para que ele possa analisar toda a movimentação bancária. Pela primeira vez, a gente teve oportunidade de entregar documentos", afirma.

Seletiva - A defesa do governador vai acionar o CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) sobre vazamento seletivo da operação.

"Nosso advogado vai acionar para que possa pedir apuração rigorosa. Do por quê do vazamento. Adversários políticos postavam dois dias antes da operação, isso merece esclarecimento. O por quê dessa operação midiática a 20 dias das eleições", diz.

Ainda segundo Azambuja, o órgão que fiscaliza o Ministério Público já havia sido acionado pelo seu filho Rodrigo de Souza Silva, preso temporariamente na operação. "Sobre vazamento seletivo de informações à imprensa local".

Fonte: Correio de corumba

Em ato de campanha com mulheres, o candidato disse que é preciso quebrar a "polarização odienta" entre um "fascista" e o partido de Haddad

O candidato à presidência pelo PDT, Ciro Gomes, criticou em ato de campanha neste domingo em São Paulo o PT e seu candidato, Fernando Haddad, e afirmou que o brasileiro não quer e não merece ter de optar no segundo turno entre um “fascista”, se referindo a Jair Bolsonaro (PSL), e “as enormes contradições do PT”.

Ciro afirmou que o PT não pensa no Brasil há anos e só quer se perpetuar no poder. Por isso, fez alianças com o deputado Eduardo Cunha e os senadores Eunício Oliveira e Renan Calheiros, todos do MDB. ” O PT está fazendo isso de novo, não aprendeu nada.”

Ao ser questionado sobre as razões de seu irmão, Cid Gomes, estar apoiando Eunício no Ceará, Ciro disse que a pergunta teria de ser feita para seu irmão. “Eu sou contra o Eunício Oliveira e ele vota no Haddad.”

“Quero unir o Brasil que produz e trabalha”, disse Ciro, falando que sua candidatura é uma alternativa à “polarização odienta” que tomou conta do país.

Ciro participou hoje da “Caminhada pela Paz”, evento realizado no parque do Ibiraquera em São Paulo e que reuniu mulheres eleitoras do ex-ministro, todas carregando uma rosa e vestindo branco.

Sobre o crescimento de Haddad nas pesquisas, Ciro afirmou que eleição tem essas reviravoltas e é preciso ter calma. Até a reta final, ainda haverá muitos momentos de emoção e viradas, disse ele. “Mas acredito em final feliz.”

Em rápido discurso no evento, Ciro disse que o eleitor não deve se guiar por pesquisas de intenção de voto e se pautar pela responsabilidade.

Fonte: Veja

Segundo governos locais, foram dez mortes na Carolina do Norte e cinco na Carolina do Sul

Autoridades dos Estados Unidos afirmaram que a tempestade Florence já deixou ao menos 15 mortos desde que atingiu o país na sexta-feira (14). Segundo governos locais, foram dez mortes na Carolina do Norte e cinco na Carolina do Sul.

Em entrevista coletiva neste domingo (16), o governador da Carolina do Norte, Roy Cooper, informou que mais de 900 pessoas foram resgatadas das enchentes e 15 mil permanecem em abrigos. Cerca de 761 mil casas e empresas ficaram sem energia na região.

Em Fayetteville, na Carolina do Norte, autoridades pediram que milhares de moradores próximos aos rios Cape Fear e Little River deixassem suas casas até a tarde de domingo, devido ao risco de inundação. Em New Bern, na confluência de dois rios, o Florence deixou o centro da cidade debaixo d'água. Com informações da Folhapress.

Fonte: Noticias ao minuto

Pagina 9 de 1013

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top