Warning: ini_set(): A session is active. You cannot change the session module's ini settings at this time in /home/valems/www/libraries/joomla/session/handler/joomla.php on line 46
Redação

Redação

Renato Ferreira Alves de 25 anos, acusado por envolvimento na morte do policial Dirceu Rodrigues dos Santos, 38, da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) ocorrido em 2014, foi preso por com drogas e armas no Bairro Alves Pereira em Campo Grande nesta segunda-feira (03). Um adolescente de 15 anos foi apreendido. 

A prisão foi feita por policiais militares do Gecam (Grupamento Especializado Com o Apoio de Motocicletas) e Ronda Escolar.

De início, os policiais flagraram o adolescente com 200 gramas de pasta de cocaína e mais R$ 500 em dinheiro. Após a apreensão do menor, os policiais chegaram até Renato, preso com duas armas, uma de calibre 38 e a outra 357.

Ainda segundo a polícia, o menor possui várias passagens como infrator. Já Renato contou que pagou R$ 2 mil no revólver calibre 38 e R$ 2,3 mil na 357. Ele disse que tinha as armas por segurança.

Pelo o assassinato do policial, Renato foi condenado na época a um ano e 20 dias de prisão por ter guardado a arma do crime em casa.

Caso da morte de investigador

Um roubo de joias avaliadas em R$ 80 mil foi o que desencadeou a investigação que culminou na morte do policial Dirceu Rodrigues dos Santos, ocorrido no dia 28 de janeiro de 2014 no Bairro Campo Nobre.

O investigador e Osmar Ferreira, 39 anos, ambos lotados Derf, de acordo com a polícia, realizavam investigações no bairro, para elucidar o crime, quando foram reconhecidos.

Os dois foram rendidos por sete pessoas, entre elas um adolescente de 15 anos de idade. Dirceu foi atingido por três tiros, sendo que dois disparos acertaram a cabeça e um o abdômen do policial. Osmar conseguiu escapar, fugiu e pediu apoio a colegas. Quando o reforço chegou ao local dos fatos, Dirceu já estava morto.

Cleber Ferreira Alves, 40, Lúcia Helena Barbosa Gonçalves, 54, Renato Ferreira Alves, 25, Geovani de Oliveira Andrade, 23, Alexandre Gonçalves Rocha, 24, Alexsandro Gonçalves Rocha, 25 anos, e um adolescente, na época com 15 anos, foram acusados pelo envolvimento na morte do policial.

Fonte: Midiamax

Segunda Turma do STF analisará pedido feito pela defesa do ex-presidente

Composta pelos ministros Edson Fachin, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello, Cármen Lúcia e Gilmar Mendes, a Segunda Turma do STF (Superior Tribunal Federal) analisa nesta terça-feira (4) um pedido pela soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A defesa do petista alega em recurso que o fato de o juiz Sérgio Moro ter aceitado o convite para se tornar ministro do governo Bolsonaro comprova a parcialidade do magistrado e seus interesses ao condenar o ex-presidente.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, por sua vez, afirma que o argumento dos petistas é frágil e que a condenação, a prisão provisória e a inelegibilidade de Lula "apresentam-se como elemento objetivo robusto a demonstrar que ele não é um perseguido político, mas, sim, um cidadão que está sendo, justamente, repreendido pelo Estado, em razão dos crimes que praticou".

Fonte: Noticias ao minuto

Veja como descobrir se seu aparelho está funcionando regularmente 3 DEZ 2018Por FÁBIO ORUÊ15h:03

Bloqueio de celulares irregulares começa no próximo sábado (8), em Mato Grosso do Sul e outros nove estados do Brasil. Em Goiás e no Distrito Federal, que compunham o Centro-Oeste, já foram excluídos da rede 103 mil aparelhos falsificados, com IMEL adulterado ou não-homologados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Conforme divulgado pela Anatel, também serão desativados aparelhos alterados no Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins.

Desde o dia 23 de setembro, quem ativa uma smartphone adulterado recebe em até 24 horas a mensagem: “Operadora avisa: Pela Lei 9.472 este celular está irregular e não funcionará nas redes celulares em 75 dias”. Alerta similar é encaminhada 50 dias e 25 dias antes do bloqueio. E, na véspera do bloqueio, o celular recebe a mensagem: “Operadora avisa: Este celular IMEI XXXXXXXXXXXXXXX é irregular e deixará de funcionar nas redes celulares”.

No Portal da Anatel é possível verificar se o celular apresenta alguma irregularidade. Ciente da irregularidade do celular, o usuário do serviço móvel deve procurar a empresa ou pessoa que vendeu o aparelho e buscar seus direitos como consumidor. Entre os celulares irregulares a serem bloqueados, há aparelhos que não oferecerem a qualidade e segurança exigidas pela regulamentação brasileira.

Além do bloqueio de celulares irregulares que está em implantação no país, o proprietário de um aparelho roubado, furtado ou perdido no território brasileiro pode solicitar, desde 2002, o bloqueio do celular junto à prestadora móvel ou secretarias de segurança de estados conveniados com o Cadastro de Estações Móveis Impedidas regulado pela Anatel. É possível bloquear o aparelho apenas com o número da linha e confirmação dos dados pessoais.

Fonte: Correio do Estado

"Missão completa" é a legenda da imagem publicada na rede social do cachorro

Sully, o cão de assistência de George H. W. Bush, foi fotografado ao lado do caixão do 41º presidente americano. "Missão completa" é a legenda da imagem publicada na rede social do cachorro, que comoveu o mundo.

O labrador, de dois anos, foi treinado pra acompanhar e auxiliar Bush pai a realizar várias atividades do dia a dia. Com problemas de saúde, Bush usava cadeira de rodas. Ele morreu no último sábado (1°), aos 94 anos.
O cachorro foi morar com George Bush após a morte de sua mulher, Barbara, em abril. Seu nome é uma homenagem ao piloto Chesley "Sully" Sullenberger, que fez um pouso forçado no Rio Hudson, em Nova York, em 2009, com 155 pessoas a bordo.

Agora, Sully ajudará outros veteranos, segundo a CNN. Ele será levado ao Centro Médico Militar Nacional Walter Reed e será designado para uma nova família.

Em sua rede social, o ex-presidente George W. Bush afirma que a família sentirá muita falta de Sully, mas que se sente confortada ao saber que ele levará alegria a outra família.

Sully estava presente em todos os momentos. Em novembro, ele acompanhou Bush pai em votação, como mostra foto publicada em sua página.

Fonte: Correio do Estado

O autor disse que o filho era usuário de drogas e ingeria bebida alcoólica com frequência

Durval Morales Gois, 63 anos, preso na noite de ontem (2) após matar o filho a facadas dentro de uma residência, afirmou aos policiais que cometeu o crime porque era agredido com frequência por Roger Augusto Pereira Gois, 38 anos. A vítima foi morta a facadas por volta das 19h45 na Rua Major Gumercindo Bruno Borges, no bairro Vila Albuquerque, em Campo Grande.

Após cometer o crime, Durval ficou sentado em uma cadeira de fio até a chegada dos policiais. Ele disse que o filho tinha o hábito se ingerir bebida alcóolica e fazer o uso de drogas, ficando agressivo. O próprio pai teria acionado o Corpo de Bombeiros, relatando que teria esfaqueado o homem dentro da casa.

Ao chegar no local, os bombeiros prestaram os primeiros atendimentos, mas Roger não resistiu aos ferimentos e morreu dentro da viatura de socorro. Conforme a ocorrência, a vítima tinha cinco perfurações pelo corpo, mas os locais atingidos não foram especificados.

O pai alegou que quando percebeu que seria agredido novamente pelo filho dentro da casa, pegou uma faca e desferiu os golpes para se defender. A arma utilizada no crime foi apreendida pela Polícia Militar.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

Fonte: Topmidianews

Pagina 9 de 1144

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top

Console de depuração do Joomla!

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco