Redação

Animal foi socorro para o Centro de Controle de Zoonoses

Uma equipe de policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Batayporã foi acionada na sexta-feira (12) pelo órgão de imprensa de Nova Andradina, para proceder o resgate de um cachorro que estaria sofrendo maus-tratos, no bairro Pedro Pedrossian, na região do Parque de Exposição. Pessoas telefonaram ao jornal, informando que o cachorro foi abandonado no local e estaria muito doente.

A PMA foi ao local e verificou que o cachorro sem raça definida estava extremamente debilitado, pois estava sem água, alimento e doente. O animal foi encaminhado ao CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), para ser atendido. A equipe iniciou trabalhos, no sentido de localizar quem havia abandonado o animal.

Ainda no mesmo dia, uma pessoa ligou no jornal e informou que o cachorro havia sido socorrido na rua por vizinhos do bairro onde estava abandonado. Elas adquiriram remédios, alimento, porém, o animal piorou de saúde e uma pessoa encarregou-se de levá-lo ao CCZ, porém, sem que ninguém soubesse, abandonou o animal. As pessoas que cuidaram do bicho ficaram sabendo pela imprensa sobre o abandono.

No sábado (13), a PMA localizou o infrator de 53 anos, residente em Nova Andradina, e ele foi autuado administrativamente e multado em R$ 500. O autuado também responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais.

Fonte:Jornal da Nova

O 3 a 0 sobre o Corinthians fora de casa fez o torcedor do Flamengo voltar a sonhar há uma semana. O placar se repetiu na tarde deste sábado, dessa vez em um clássico Fla-Flu, no Maracanã, com ótima atuação ofensiva e dois gols do colombiano Fernando Uribe. A vitória deixa o time em segundo lugar na tabela do Campeonato Brasileiro, com 55 pontos, um a menos do que o Palmeiras — que recebe o Grêmio hoje, às 16h, em São Paulo.

— A gente precisava de uma jogo assim: ganhar confiança no Maracanã. Estou feliz porque foi uma partida importante para brigar pelo campeonato — disse Uribe ao fim do jogo.


Hoje, o rubro-negro pode ser ultrapassado pelo Internacional (53 pontos, em 3º), que recebe o São Paulo (52, 4º), às 16h, no Beira-Rio. Caso vença, o tricolor paulista se igualaria ao Flamengo em pontos, mas seguirá atrás na tabela por ter menos vitórias (14 x 16). Para o Fluminense, que nutria esperanças de vencer para se aproximar do G-6, a derrota deixou o time ainda mais longe da zona de classificação para a Libertadores.

Domínio da bola

O time de Dorival Júnior era melhor sob qualquer perspectiva no primeiro tempo. O time terminou o primeiro tempo com 63% da posse de bola, melhor acerto nos passes (84% x 79%) e arriscava muito mais chutes. Foram 11 contra apenas cinco do tricolor no período.

A bola circulava buscando Vitinho pela esquerda — aproveitando-se da improvisação de Mateus Norton pelo setor —e Éverton Ribeiro pela direita. O volante Willian Arão teve uma ótima participação no primeiro tempo aproveitando-se do recuo tricolor para dentro da área. Tivesse melhor pontaria, poderia ter balançado a rede em uma das três chances que teve. Em um cruzamento de Vitinho, o colombiano Uribe conseguiu desviar de cabeça entre dois zagueiros. A bola ainda resvalou em Digão antes de entrar aos 10 minutos .

A chance que o Fluminense teve aconteceu aos quatro minutos de jogo, quando Luciano, em um contra-ataque, arriscou de longe. César defendeu em dois tempos. Nervoso e desorganizado, o time apostava em chutões de longe o que dificultava a organização no meio-campo. A consequência é que a bola rapidamente era recuperada pelo adversário.

Lucas Paquetá fazia uma partida sem firulas. Objetivo, ajudava a bola a circular, enervando ainda mais os adversários e aproveitando-se dos espaços. O tricolor já contava os segundos para a ida ao vestiário quando o Flamengo marcou seu segundo gol. Em escanteio cobrado por Vitinho, Léo Duarte subiu para cabecear no canto direito, rente à trave de Júlio César, e ampliar. No intervalo, o zagueiro rubro-negro brincou:

— A noite inteira vinha sofrendo de mal-estar. Fico feliz de ter feito o gol. Acho que deu certo. Essa virose tá me ajudando.

Para tentar corrigir um dos problemas da equipe, Marcelo Oliveira substituiu Mateus Norton, e colocou o jovem Daniel na equipe. Com Jadson passando a atuar na lateral-direita, a ideia era dar um fôlego novo ao setor ofensivo tricolor. Mas demorou pouco para o time ser punido mais uma vez.

Aos 3 minutos, numa trapalhada de Júlio César em tentativa de lançamento no campo de defesa, o Flamengo ficou com a bola, que sobrou para Paquetá chutar. Digão tentou cortar de cabeça, mas a bola sobrou com Uribe, que ainda dividiu com Júlio César antes de marcar. Foi o terceiro gol dele com a camisa rubro-negra.

Com a larga vantagem, o Flamengo passou a diminuir o ritmo. Aos 20, Réver sentiu dores na coxa esquerda e foi substituído por Rhodolfo. No melhor lance do Fluminense em todo o jogo, o goleiro César apareceu bem ao fazer defesa em cabeceio de Ayrton Lucas.

Detidos antes do jogo

Antes da partida, nos arredores do Maracanã, membros de torcidas organizadas entraram em confronto. Imagens das brigas filmadas por moradores da região circularam nas redes sociais. Oito torcedores foram detidos pela Polícia Militar.

Fonte: Extra.globo

Com impacto, veículo arrancou rodas da carreta e partiu-se ao meio

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida em acidente entre um veículo Volkswagen Parati e uma carreta Scania por volta das 5 horas deste domingo (14) no km 374 da BR-060, região da saída para Sidrolândia, a cerca de quatro quilômetros de Campo Grande.

O carro de passeio, com placas da Capital, seguia no sentido Sidrolândia-Campo Grande e teria invadido a pista contrária, colidindo com a carreta, que estava carregada de adubo. Com o impacto, a Parati arrancou as rodas dianteiras da carreta, partiu-se ao meio e foi parar a cerca de 80 metros do local da batida.

Fonte: Correio do Estado

O prefeito de Novo Horizonte do Sul Marcílio Benedito (PDT) está preocupado com as fortes chuvas que vem caindo no início do mês de outubro. Segundo ele todos os anos o município sofre com a destruição causadas pelas fortes enxurradas provocada pelo volume de água da chuva, e quem sofre ainda mais é a população da área rural.

As chuvas chegaram com um mês antes do ano passado, o município já tem vários pontos interditados, Linha do Toco do Ipê, Linha da Amizade, Linha do Matão, Guaivira e Linha Redonda, com as interdição o município tem sofrido e parou transporte escolar de alunos desde segunda feira, estão sendo prejudicados os produtores de leite que não como escoar a produção até a laticínio na cidade.

Ainda segundo informações que a Gleba Nova Esperança está totalmente isolada devido a ponte ter sido interditada, água está praticamente cobrindo a ponte.

Desde o ano passado o prefeito está correndo atrás de recursos para consertar os estragos, ainda segundo informações o município gastou cerca 1.200.000,00 com recursos próprios, sendo que o governo do estado entrou com 65.000.00 e governo federal com 43.600,00. Desde janeiro deste ano duas famílias tiveram que abandonar suas propriedades por ser considerada área de risco, a defesa civil proibiu as famílias permanecer no local. Ainda segundo levantamentos a defesa civil do estado e da união enviou para município até o momento apenas uma quantia de 108.000,00.

A primeira micro bacia na linha do Ipê está sendo patrocinada por uma empresa particular, nem o governo federal e nem o estado não enviaram recursos, mesmo com esforço do Ministro Marum e do Senador Moka esses recursos não estão sendo liberados. Esse dinheiro seria para ser aplicado em cascalhamento nas estradas vicinais e evitar danos maiores aos proprietários rurais.

O prefeito e a população está muito sentido com governo do estado, em comparativo feito de destino de recursos, Bonito recebeu cerca de 2.000.000,00(Dois Milhões de Reais) de ajuda e Novo Horizonte do Sul apenas 65.000,00(Sessenta e Cinco Mil Reais). População está cobrando prefeito, enviando vídeos e fotos para tomar as devidas providencias, e a prefeitura tem feito o que está no alcance, pois os recursos são mínimos e a prefeitura não tem como solucionar os problemas. Se o governo estadual e o governo federal tivessem feito a parte deles, teríamos poucos prejuízos antecipando os problemas.

Segundo o prefeito, Marcílio Benedito (PDT), são cerca de 200 quilômetros de estradas vicinais que ficam praticamente intransitáveis, além de 12 pontes, tubulações e bueiros, podem ser danificados em razão de fortes chuvas, funcionários do município já estão de prontidão para atender os produtores rurais e assentados.

A reportagem também levantou que desde janeiro o município não recebe nenhum recursos para combate a erosão, a defesa civil da união esteve em maio deste ano fazendo levantamento, e considerou o município como tendo uma das piores erosões do Brasil. Município enviou vários projetos para liberação de recursos, nem o governo federal e do estado não tem atendido a liberação para combate a erosão.

Benedito, diz que o município muitos hectares cultivados de lavouras. “O excesso de chuva também pode prejudicar o desenvolvimento das lavouras. No final do ano passado e no início deste ano, os produtores sofrearam com as estradas intransitáveis, e nós conseguimos arrumar 100% delas, mesmo com pouca mão de obra e maquinários. Caso ocorra a mesma situação do ano passado e este ano, não tem como caminhões e carreta carregada de grãos transitar”, explica.

Foto da estrada vicinal e tubulação de escoamento de água parcialmente destruídos em Novo Horizonte do Sul no inicio de janeiro de 2018

O prefeito disse  que o solo da região, extremamente arenoso, não consegue absorver a grande quantidade de água. “A situação se agrava ainda mais quando uma pancada de chuva é muito forte,  que em alguns locais podem chegar aos 200 milímetros, a mesma quantidade que atingiu atingiu a cidade em outros anos, provocando, inclusive, a abertura de uma cratera na rodovia MS-475″. Pontua

Fonte: ValedoIvinhema

 

O prefeito de Novo Horizonte do Sul Marcílio Alvaro Benedito, havia solicitado um veiculo junto a Receita Federal de Mundo Novo/MS, para ser utilizado pela prefeitura.

Na manhã desta quinta feira(11), o prefeito recebeu o informativo que a carreta bitrem já estava liberada, somente teria que agendar a data para entrega da mesma.

Segundo prefeito a aquisição desta carreta bitrem será de grande utilidade para prefeitura no transporte de vários produtos.

Processo Nº – 10142.721086/2018-84

Item Carreta ano 2004 placa DHS 2138 cor branca, carreta placa IDY 5761 azul , Trator Volvo FH12 420 4X2T. Valor de R$ 120.000,00

Pagina 9 de 1049

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top