Redação

O candidato Mario Abdo Benítez do Partido Colorado é o novo presidente do Paraguai. Ex-senador, de direita e conhecido por uma ideologia política mais conservadora de governo, Benítez recebeu 46,49% dos votos, com quase cem por cento das urnas apuradas.

Seu principal oponente, o liberal Efrain Alegre, de uma coalizão de centro esquerda, recebeu 42,72% da preferência dos eleitores, segundo o Tribunal Eleitoral do país. Aos 46 anos, Benítez é também empresário e estava na política desde o ano de 2005, ainda conforme o G1.


Foi vice-presidente de seu partido e senador pelo país e já pleiteava a candidatura a presidência, desde quando foi presidente do Congresso, entre 2015 e 2016. Seu pai de mesmo nome foi braço direito do ditador Alfredo Stroessner.

Benítez substitui em agosto o presidente Horacio Cartes, um empresário da indústria do tabaco que, nestas eleições, candidatou-se ao Senado. Participaram da eleição cerca de 65% dos 4,2 milhões de eleitores.

Os pontos de votação fecharam às 16h local (17h de Brasília). Outros oito candidatos competiram pela presidência. A eleição foi a primeira bilíngue da história já que desde 2015 o guarani é considerado língua oficial também ao lado do espanhol no país vizinhos.

Fonte: Campo Grande News

Um cavalo e o rapaz que o conduzia caíram em uma fossa na manhã deste domingo (22), no bairro Portal da Lagoa, em Campo Grande.

O jovem conseguiu sair com ajuda de moradores e foi socorrido pelo Samu para uma unidade de saúde e o equino foi retirado pelo Corpo de Bombeiros com guincho, cera de uma hora depois, segundo a corporação.

O trabalhador rural Noel Barbosa é pai do jovem que conduzia o animal, Rodrigo da Silva Barbosa, de 23 anos, e conta que o cavalo se assustou com um carro que passava na rua, foi para perto de um muro e parou sobre a fossa. A cobertura não aguentou o peso dos dois, cedeu e houve a queda.

Ainda de acordo com Noel, o cavalo passava mais tempo na propriedade rural da família e como quase não via movimentação de veículos, se assustou com o carro.

Noel disse que o filho teve fratura de clavícula e está consciente. O cavalo não teve ferimentos aparentes e ficou sob a responsabilidade dos donos.

Fonte: G1

Pré-candidato diz que tem "imunidade total" para se expressar sobre quilombolas em programa da emissora Bandeirantes

Pré-candidato à Presidência da República pelo PSL, o deputado Jair Bolsonaro (RJ) criticou a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em entrevista à TV Bandeirantes neste domingo. Ao apresentador José Luiz Datena, ele rebateu o conteúdo de denúncia por racismo apresentada contra ele pela PGR e disse que tem “imunidade total” para se expressar.

A procuradora-geral da República apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma denúncia contra o pré-candidato por racismo praticado contra quilombolas, indígenas, refugiados, mulheres e LGBTs. De acordo com a denúncia, em uma palestra no Clube Hebraica do Rio de Janeiro, em abril de 2017, Jair Bolsonaro, em pouco mais de uma hora de discurso, “usou expressões de cunho discriminatório, incitando o ódio e atingindo diretamente vários grupos sociais”.

“Ela (Dodge) acha muito e não encontra nada”, disse Bolsonaro. “Quanto a quilombolas, eu tenho imunidade total por quaisquer palavras, opiniões e votos. Gostaria que Raquel Dodge nos acompanhasse nesse quilombola em que eu fui em Eldorado Paulista para ver o desperdício de recursos, maquinários abandonados. Eles não fazem absolutamente nada, é uma realidade”, afirmou.

Bolsonaro também criticou a procuradora-geral da República por ter entrado com uma ação no Supremo contra o voto impresso nas próximas eleições. “Por que ela entrou com a ação? Ela confia no voto eletrônico?”, questionou. Segundo o parlamentar, com o voto impresso ele “ganharia a eleição no 1º turno”.

No programa de TV exibido neste domingo, Bolsonaro comenta ainda a possível entrada do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa (PSB) na disputa presidencial. Bolsonaro avaliou que tem “posições completamente diferentes” das do ex-ministro do Supremo e citou temas como as cotas raciais. O deputado se disse contrário a cotas raciais em universidades públicas.

Perguntado sobre como combater a corrupção, Bolsonaro afirmou que, para isso, é necessário diminuir o tamanho do Estado e não aceitar indicações políticas para cargos no governo. “As indicações políticas produzem a ineficiência do Estado e levam à corrupção.”

Segundo o deputado, políticos corruptos “querem o fim do foro privilegiado casado com o fim da prisão após a condenação em segunda instância”, pois os processos contra eles levariam muito mais tempo para serem concluídos, ou seja, somente quando chegarem à última instância.

Sobre a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Bolsonaro disse que “não é caso de ficar feliz nem triste, mas tem que confiar na Justiça”.

Bolsonaro criticou ainda a intervenção federal na segurança no Rio de Janeiro. O deputado considerou que a ação foi “uma medida de marketing” do governo do presidente Michel Temer. Ele disse haver falta de “retaguarda jurídica” para que militares atuem no Estado e classificou que a situação do território fluminense é de guerra.

O candidato do PSL considerou que, da forma como está a legislação hoje, no caso de uma morte num confronto, o envolvido teria problemas na Justiça. “Se estamos em guerra, os dois lados podem atirar”, disse.

(Com Estadão Conteúdo)

Fonte: Veja

Em um dos duelos mais esperados da segunda rodada do Campeonato Brasileiro, Grêmio e Atlético-PR ficaram no empate sem gols. Jogando em casa, na Arena do Grêmio, os comandados de Renato Gaúcho mostraram um ótimo toque de bola e envolveram o adversário no primeiro tempo, porém, esbarraram na ineficiência dos arremates para não conseguirem abrir o placar.

Na segunda etapa, a equipe de Fernando Diniz equilibrou as ações, mas sofreu um baque ao ter Camacho expulso aos 28 minutos. Com um a mais na reta final, o Grêmio pressionou, porém, em uma tarde pouco inspirada nos arremates, não conseguiu marcar.

Com o resultado, o Imortal, que venceu o Cruzeiro na estreia, segue invicto e chega aos quatro pontos, mas perde a oportunidade de conquistar o resultado positivo atuando em seus domínios. Após golear a Chape na rodada inicial, o Furacão também soma quatro pontos e conquista um empate importantíssimo fora de seus domínios contra um dos candidatos ao título da competição. A igualdade entre as equipes foi boa para o Corinthians, que terminará a rodada como líder isolado do Brasileiro.

Na rodada seguinte, o Grêmio viaja para Rio de Janeiro, onde enfrentará o Botafogo, no Estádio Nilton Santos, às 16h deste sábado, dia 28. Já o Atlético-PR visita o Bahia, na Arena Fonte Nova, no mesmo horário, mas um dia depois, no domingo.

Primeiro tempo
Como costume das equipes de Fernando Diniz, o Atlético-PR começou ditando o ritmo da partida ao ser dono da posse de bola. O Grêmio, por sua vez, esperava o Furacão em seu campo de defesa, mas pressionava a saída de bola em determinados momentos.

Em um desses períodos de pressão, Lucho González errou passe, a bola caiu para Everton, que tocou para Luan, cara a cara com o goleiro, chutar e carimbar a trave. O rebote sobrou para Ramiro, porém, o volante perdeu ótima oportunidade ao finalizar por cima. A tática gremista dava certo e Everton obrigou Santos fazer boa defesa. O melhor jogador do Campeonato Gaúcho, recebeu na ponta direita, trouxe para o centro e bateu para o arqueiro espalmar.

A partir da segunda metade da etapa inicial, a equipe de Renato Gaúcho começou a envolver o adversário, oferecendo perigo à meta Rubro-Negra em diversas oportunidades. A primeira nasceu de uma tabela entre Maicon e Léo Moura, mas o volante parou em Santos. Mais tarde, Ramiro lançou André, o atacante passou para Luan, que limpou a marcação, mas finalizou sobre a meta.

Nos instantes finais do primeiro tempo, o camisa 7 gremista perdeu outra boa oportunidade. Após saída de bola errada do Furacão, Artur deu passe na medida para o atacante finalizar de bico rente à trave. A equipe de Fernando Diniz não foi párea para o ótimo toque de bola gremista e ficou no lucro ao ir para o intervalo com um empate no placar.

Segundo tempo
Mesmo com o bom primeiro tempo, Renato Gaúcho decidiu mexer na equipe. O meio-campista Alisson entrou no lugar do lateral-direito Léo Moura. Com isso, Ramiro faria a função do veterano ex-Flamengo. A substituição tornou o Grêmio ainda mais ofensivo. Logo aos cinco minutos, Geromel cruzou na cabeça de Everton, que, sozinho, cabeceou para fora.

A primeira chegada de perigo do Furacão aconteceu apenas aos dez minutos da etapa final. Depois de trama ofensiva, Nikão encontrou Guilherme na entrada da área, o atacante dominou e bateu colocado, assustando Marcelo Grohe. A resposta do Imortal veio na sequência, quando Luan recebeu na extremidade direita da área e finalizou cruzado, mas para fora.

Aos 28, quatro minutos depois de receber o primeiro amarelo, Camacho fez falta dura em Luan, recebeu a segunda advertência e foi expulso. Com isso, Renato lançou sua equipe ao ataque, tirando Arthur e colocando Jael. Aos 32, Everton fez lançamento preciso para André, que parou no goleiro Santos.

O Grêmio seguiu pressionando na reta final, enquanto o Atlético-PR buscava escapar no contra-ataque. No entanto, as duas equipes não tiveram êxito em suas táticas e a partida acabou sem gols.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0X0 ATLÉTICO-PR

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 22 de abril de 2018 (domingo)
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP)
Cartões Amarelos: Pablo, Camacho e Bruno Guimarães (Atlético-PR). Geromel e André (Grêmio)
Cartões Vermelhos: Camacho (Atlético-PR)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Alisson), Geromel, Bressan e Bruno Cortez; Arthur (Jael), Ramiro e Maicon; Luan, Everton e André
Técnico: Renato Gaúcho

ATLÉTICO-PR: Santos; Pavez, Thiago Heleno e Paulo André; Jonathan, Lucho González (Bruno Guimarães), Rosseto e Carleto; Guilherme (Zé Ivaldo), Pablo (Éderson) e Nikão
Técnico: Fernando Diniz

Fonte: Gazeta Esportiva

Por volta das 03:30hs da madrugada deaté domingo(22) ocorreu um acidente de trânsito na rua Maria Helena Belizario no bairro Itapuã, onde o Sr Paulo Henrique Silva de Souza , morador em Glória de Dourados , conduzia sua moto placa OOO – 0095 de Glória de Dourados, veio a colidir em uma carreta que estava estacionada na referida rua .

A vitima estava consciente e orientada teve varias escoriações no membro superior direito e fratura de femur da perna direita apos imobilizada a vítima foi transportada até o hospital municipal e não corre risco de morte.

Fonte: ValedoIvinhema

Pagina 9 de 710

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top