Redação

Tia da vítima acusa mãe de ser conivente com suspeito, que tem 21 anos

 

A família de uma jovem deficiente mental usou as redes sociais para fazer uma denúncia de estupro contra Carlos Eduardo dos Santos, 21 anos. Segundo a denúncia, ele estuprou a enteada de 25 anos. Familiares levaram a menina até a delegacia da Mulher na Casa da Mulher Brasileira, onde o suspeito também foi levado, porém, ele foi liberado, já que a polícia alegou não ter tido flagrante. A vítima foi atendida por uma psicológa para quem teria contado tudo que aconteceu.

A tia da deficiente Rosilda Lopes está indignada com a fuga do suspeito. “Minha sobrinha contou para a avó com quem ela vive que ele mexeu com ela. Levamos na Casa da Mulher Brasileira e ele foi junto, então, lá, ele foi liberado pois alegaram que não foi dado o flagrante”, contou.

Segundo a tia, a vítima reside com a avó e passa os finais de semana com a mãe. “Minha irmã garantiu que não sabia, e segundo minha sobrinha contou, enquanto a mãe dormia ou estava longe ele aproveitava para fazer as coisas com ela e exames comprovaram que ele teve relação sexual com a menina, que tem idade mental de uma criança de cinco anos”. A mãe da vítima tem 40 anos e seria esposa do suspeito.
A revolta tomou conta de todos da família. “Agora, a mãe dele está nos ameaçando de processo, porque denunciamos ele e colocamos nas redes sociais, mas eu ouvi o choro da minha sobrinha e queremos justiça”.
Acusações

O caso gerou revolta até de quem mora longe. Uma tia que mora longe e que usou as redes sociais para fazer a denúncia conversou com a reportagem, e acusa a mãe de ser conivente com o caso.
“Pessoal esse sujeito da foto estuprou minha sobrinha em Campo Grande. Minha sobrinha é deficiente mental e essa mulher e a mãe da minha sobrinha e que foi conivente com tudo que aconteceu. Ela sabia de tudo e não denunciou e continuou em casa com ele. Agora ele está foragido. Por favor compartilhem até encontrá-lo. O nome do bandido e Carlos Eduardo e conhecido como negrinho ou Dudu”, denunciou Leda Campos que mora no Rio Grande do Sul e estaria tentando vir para Campo Grande. Ela é tia paterna da vítima.

 

Manter relações sexuais com deficientes mentais é estupro de vulnerável

De acordo com o código penal o caso seria tratado como estupro de vulnerável, uma vez que o parágrafo primeiro aponta que prática o crime “quem pratica as ações descritas no caput com alguém que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer resistência”. A pena é de dez a vinte anos de reclusão.

Fonte: Fatima News

A droga saiu de Nova Andradina e tinha como destino a capital paulista

 

Um adolescente de 17 anos, morador de Nova Andradina, foi apreendido no início da noite de ontem (19), pela PMR (Polícia Militar Rodoviária) na rodovia Raposo Tavares, em Presidente Epitácio (SP), com cinco pacotes de Skank [conhecida como supermaconha, extrato mais concentrado da substância]. Ele seguia num ônibus com itinerário Campo Grande a São Paulo, quando foi abordado por uma equipe do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) por volta das 18h40.

Segundo o Comando de Policiamento Rodoviário, os policiais abordaram o ônibus, com 33 passageiros e durante a fiscalização e vistoria no interior do coletivo, foi localizado na lixeira do banheiro cinco pacotes de maconha (com inscrição Skank) que após pesado somou a quantia de 394 gramas da droga, em entrevista com os ocupantes do veículo, foi verificado que a droga pertencia ao adolescente de 17 anos, morador de Nova Andradina.

Aos policiais ele alegou que foi contratado por uma pessoa desconhecida para levar a droga de Nova Andradina a São Paulo (SP), e para tanto receberia a quantia de R$ 1,5 mil.

A ocorrência por ato infracional análogo ao tráfico de drogas foi apresentada na Delegacia de Polícia de Presidente Epitácio (SP). O menor permaneceu na carceragem da Delegacia à disposição da Vara da Infância e Juventude.

Fonte: Jornal da Nova

Passageiro sofreu fratura na clavícula

 

Um motociclista, ainda não identificado, morreu após bater contra um ônibus durante tentativa de fuga de uma blitz policial que ocorria na Avenida Três Barras em Campo Grande. Após fugir da avenida, o motociclista se envolveu no acidente na Rua Lourenço Alves da Costa, no Jardim Cristo Redentor, por volta das 17h30, desta quinta-feira (20).

De acordo com o Bptran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), o condutor da motocicleta apresentava um mandado de prisão em aberto e pilotava uma motocicleta com registro de roubo.
O passageiro foi socorrido à Santa Casa pelo Corpo de Bombeiros, com uma fratura na clávicula, e o piloto morreu no local após sofrer afundamento de crânio. A perícia e a Polícia Civil já estão a caminho do acidente.

Após o tremor de terra, ocorreu um tsunami de pequena intensidade

 

Um terremoto de 6,7 graus na escala Richter atingiu o Mar Egeu e deixou dois turistas mortos e 200 pessoas feridas na Grécia e na Turquia na noite dessa quinta-feira. As zonas mais atingidas foram a ilha grega de Kos e a cidade turca de Bodrum.

Após o tremor de terra, ocorreu um tsunami de pequena intensidade, mas que deixou população e turistas em pânico.

De acordo com fontes locais, há 120 pessoas feridas em Kos, sendo três em estado grave, e 70 em Bodrum. Os dois mortos são de nacionalidades turca e sueca.

O terremoto, que ocorreu a 1h31 da madrugada (19h31 de quinta-feira no horário de Brasília), foi localizado no litoral da cidade costeira de Marmaris, na província de Mugla, informou o USGS. Fica perto das cidades turcas de Bodrum e Datca, ambas importantes centros turísticos, e a ilha grega de Kops, no arquipélago das Ilhas do Dodecaneso.

A governadora de Mugla, Esengul Civelek, disse que os relatos iniciais mostraram que não houve grandes danos. Ela afirmou que um pequeno número de pessoas sofreu ferimentos leves.

O prefeito de Mugla, Osman Gurun, disse que cortes de energia afetaram certas partes da província e que as operadoras de telefonia sofreram problemas devido a sobrecargas. O prefeito de Bodrum, Mehmet Kocadon, declarou que o terremoto causou rachaduras pequenas em alguns edifícios antigos.

A emissora turca NTV informou que réplicas do tremor estavam sendo sentidas na região, sendo que um terremoto secundário de magnitude 4,6 ocorreu a 1h52.

O terremoto, inicialmente relatado como de magnitude 6,9, foi muito superficial, apenas 10 km abaixo do fundo do mar, informou o Serviço Geológico dos EUA.

O órgão de desastres e emergências da Turquia (AFAD) disse que o tremor teve magnitude de 6,3, enquanto as autoridades locais afirmaram que o terremoto foi sentido na costa do Mar Egeu.

Um tremor de magnitude 6,7 é considerado forte e capaz de causar dano considerável, mas os efeitos deste teriam sido atenuados por golpes no mar.

A Turquia é propensa a terremotos porque está localizada entre a placa arábica e a placa euro-asiática.

Dono de empresas em Ponta Porã, Diógenes de Aquino, foi socorrido e está no Hospital Regional de Rondonópolis

 

O empresário de Ponta Porã, Diógenes Toesca de Aquino, de 57 anos, sobreviveu a um acidente aéreo no início da manhã desta quinta-feira (20) na área rural de Rondonópolis, interior do Mato Grosso. Marcio Molas Martins, o piloto da aeronave que pertence a Aquino, morreu.

De acordo com o Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), o acidente aconteceu às 7h09, no horário do Mato Grosso, na fazenda Santa Edwiges, em Rondonópolis.

O monomotor modelo Cirrus SR20 caiu durante a decolagem, ainda segundo informações do serviço de investigação da Força Aérea. O destino era fazenda Santa Mônica, localizada na cidade de Barão de Melgaço, também no interior do Estado vizinho.

O piloto de outra aeronave que estava estacionada em local próximo ao do acidente prestou os primeiros socorros às vítimas.

Conforme apurou o site MS em Foco, piloto e passageiro foram levados com vida para o Hospital Regional de Rondonópolis, mas Marcio Martins não sobrevivem.

O estado de saúde de Diógenes é considerado grave. Ele está sendo operado no hospital.

Mais detalhes - O empresário é sócio-proprietário da Ciarama Isumos e do posto de combustíveis Marambaia, empreendimentos localizados em Ponta Porã – a 323 km de Campo Grande. Ele é sócio de outras empresas na cidade e também em Dourados.

Uma aeronave deste mesmo modelo e fabricada em 2006 é vendida na internet por U$ 280 mil – cerca de R$ 880 mil.

Técnicos do Cenipa devem chegar nesta sexta-feira (21) ao local do acidente para investigar as causas da queda.

Fonte: Campo Grande News

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top