Redação

Bruno Covas repetiu o gesto de João Doria, que está nos Emirados Árabes

Prefeito em exercício de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) repetiu o gesto de João Doria (PSDB) nesta manhã de terça-feira e decidiu ir de ônibus de casa para o trabalho. O político deixou apartamento onde mora, no Morumbi, às 6h30.

A caminhada do apartamento de Bruno Covas até o ponto de ônibus demorou 5 minutos. O coletivo, por sua vez, chegou depois de 8 minutos.

Bruno Covas esteve acompanhado do secretário de Transportes, Sérgio Avelleda, na ida para a sede da prefeitura, no centro de São Paulo.

Desde domingo, Doria está nos Emirados Árabes para reuniões com investidores. 

 

Faixa de ônibus

A prefeitura estuda mudanças no funcionamento da faixa exclusiva de ônibus na Avenida Giovanni Gronchi. O secretário de Transportes admite que hoje há um prejuízo nos horários de pico para os veículos particulares.

Segundo Avelleda, uma possível solução seria permitir que carros com mais de uma pessoa usassem a faixa.

Essa política foi adotada no Viaduto Plínio de Queiroz, na região da Avenida 9 da Julho, com bons resultados, segundo o secretário. (Band)

 

O fazendeiro Gregório da Costa Soares participou de audiência em que foi firmado o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) junto ao MPT (Ministério Público do Trabalho) em Mato Grosso do Sul, pelo qual deverá pagar mais de R$ 100 mil aos trabalhadores encontrados em situação análoga à escravidão em sua propriedade no Pantanal corumbaense. Os valores a serem pagos por danos morais serão definidos em outra audiência.

Segundo informações do MPT, a soma abrange verbas rescisórias calculadas sobre vínculos trabalhistas que variam entre oito dias e cinco anos. No próximo dia 23 de fevereiro, três trabalhadores receberão o pagamento integral na agência do trabalho de Corumbá, cidade 444 quilômetros distante de Campo Grande. Na ocasião, haverá a presença de auditores-fiscais ou servidores por eles designados.

Já o trabalhador que permaneceu na fazenda por mais de 20 anos, receberá o pagamento em seis parcelas, sendo que a primeira será paga também no dia 23 de fevereiro. Segundo o procurador do Trabalho Paulo Douglas Almeida de Moraes, outros valores serão discutidos em audiência agendada para o dia 23 de fevereiro, na agência do trabalho de Corumbá. Neste dia será fixado dano moral individual e coletivo, a violação de acordo firmado com Gregório Soares em 2014 e os primeiros 15 anos de vínculo trabalhista do idoso resgatado.

De acordo com o MPT, pelo termo firmado, o fazendeiro fica obrigado a anotar a Carteira de Trabalho e Previdência Social dos quatro trabalhadores. Além disso, deverá efetuar o pagamento dos salários e demais verbas de natureza remuneratória até o quinto dia útil do mês seguinte ao vencido.

O fazendeiro terá ainda de providenciar alojamentos adequados, instalação sanitária com lavatório, água limpa e papel higiênico, local apropriado para preparo de alimentos, além de áreas de vivência que possuam cobertura capaz de proteger os trabalhadores contra condições climáticas mais intensas. Exame médico periódico também foram pactuados no TAC. O descumprimento de quaisquer dessas obrigações resultará na aplicação de multa diária no valor de R$ 10 mil por infração cometida.

 

Resgate

A operação de resgate foi realizada, após denúncia de que um “trabalhador estava sendo submetido a condições degradantes de trabalho havia vários anos em uma área rural de difícil acesso”.

Para chegar ao local de difícil acesso, a cerca de 90 quilômetros da cidade de Corumbá, a força tarefa contou com apoio da Divisão de Operações Aéreas da PRF e grupo especializado em patrulha pelos rios, da Polícia Federal de Corumbá, tento em vista, a região é de difícil acesso.

Denúncia levaram a um inquérito policial na PF (Polícia Federal) de Corumbá, município 444 quilômetros distante de Campo Grande, e a solicitação de instauração de ação fiscal trabalhista ao Ministério do Trabalho. A ação de resgate contou com a pela PRF, PMA (Polícia Militar Ambiental) e a Polícia Civil em conjunto com a PF (Polícia Federal), o Ministério Público do Trabalho e Emprego. (Midiamax)

 

 

A partir de 10 março, mais de 30 milhões de trabalhadores terão direito a retirar o dinheiro.

 

 

O Governo divulga nesta terça-feira (14) o calendário de saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A partir de março, mais de 30 milhões de trabalhadores terão direito a retirar o dinheiro.

De acordo com o Bom Dia Brasil, os saques começam no dia 10 de março, para nascidos em janeiro e fevereiro. Pessoas nascidas em março, abril e maio poderão sacar em abril. Quem faz aniversário em junho, julho e agosto, poderá sacar em maio. Nascidos em setembro, outubro e novembro poderão fazer o saque em junho. Em julho, deverão sacar os nascidos em dezembro.

Veja as datas

Nascidos em janeiro e fevereiro: Sacam em março

Nascidos em março, abril, maio: Sacam em abril

Nascidos em junho, julho, agosto: Sacam em maio

Nascidos em setembro, outubro, novembro: Sacam em junho

Nascidos em dezembro: Sacam em julho

De acordo com o governo, são mais de R$ 43 bilhões parados nessas contas e o governo calcula que, desse total, R$ 34 bilhões serão sacados por trabalhadores.

Mais da metade dos trabalhadores tem, no máximo, R$ 500 para sacar, segundo o governo. Outros 24% têm saldo entre R$ 500 e R$ 1.500. Os dois grupos representam 80% do total de pessoas com direito a sacar o dinheiro. Os demais têm mais de R$ 1.500 a receber.

Antes, só tinha direito a sacar o FGTS de uma conta inativa quem estivesse desempregado por, no mínimo, três anos ininterruptos. Agora, a pessoa que pediu demissão ou foi demitida por justa causa até 31 de dezembro de 2015 vai poder sacar o saldo que ficou na conta.

 

Quem tem direito ao saque de contas inativas do FGTS?

Tem direito a sacar o dinheiro do FGTS quem tem saldo em uma conta inativa até 31 de dezembro de 2015. Uma conta fica inativa quando deixa de receber depósitos da empresa devido à extinção ou rescisão do contrato de trabalho. O trabalhador deve estar afastado do emprego pelo menos desde o fim de 2015.

O trabalhador, no entanto, não pode sacar o FGTS de uma conta ativa, ou seja, que ainda receba depósitos pelo empregador atual.

 

Estou empregado. Posso retirar o dinheiro mesmo assim?

Sim. Quem está atualmente empregado pode sacar o valor de uma conta inativa, desde que o afastamento do emprego anterior tenha ocorrido até 31 de dezembro de 2015.

 

Tenho várias contas inativas. De quais eu posso sacar o dinheiro?

É possível sacar o dinheiro de todas as contas inativas, ou seja, aquelas que deixaram de receber os depósitos do empregador por extinção ou rescisão do contrato de trabalho, desde que o afastamento dos empregos anteriores tenha ocorrido até 31 de dezembro de 2015.

 

Como faço para consultar o meu saldo?

O trabalhador pode consultar o saldo pelo site da Caixa ou do próprio FGTS e através de aplicativo para smartphones e tablets (com versão para Android, iOS e Windows). É possível ainda fazer um cadastro para receber informações do FGTS por mensagens no celular ou por e-mail.

No aplicativo, é preciso informar o número do NIT e a senha criada para o acesso pela internet. Se ainda não tiver senha, é preciso clicar em "Primeiro Acesso".

No site da Caixa, é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. É possível usar ainda a senha do Cartão Cidadão. A página oferece a opção de recuperar a senha, mas é preciso informar o NIS. O serviço mostra dados cadastrais e lançamentos feitos na conta nos últimos seis meses.

O beneficiário pode ainda consultar seu extrato do FGTS presencialmente no balcão de atendimento de agências da Caixa. Também é possível ir a um posto de atendimento e fazer a consulta utilizando o Cartão Cidadão, desde que tenha em mãos a senha. Em caso de problema com essa senha, o trabalhador precisa comparecer a uma agência da Caixa para regularizá-la.

 

Posso consultar meu saldo em outros sites que não sejam o da Caixa?

A Caixa alerta que muitos sites estão sendo colocados no ar informando que é possível fazer a consulta do saldo da conta inativa, com o objetivo de capturar os dados das pessoas para cometer fraudes ou vender o domínio das informações. Além disso, o banco já identificou mais de uma centena de perfis falsos se apresentando como sendo da Caixa.

A Caixa ressalta que todas as informações oficiais sobre o FGTS estão disponíveis no site www.caixa.gov.br e nos perfis do banco @imprensaCAIXA e @CAIXA. A consulta ao saldo de contas inativas do FGTS pode ser realizada somente nos seguintes canais:

Site da Caixa (http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts/contas-inativas)

Aplicativo do FGTS

Internet Banking

Terminais de autoatendimento, por meio do Cartão do Cidadão

Aplicativo oficial da Caixa Econômica Federal

 

Poderei sacar o dinheiro todo de uma vez?

Sim, não haverá limite para o saque. O trabalhador, se quiser, poderá sacar todo o valor que tem na conta inativa. Com o Cartão Cidadão, poderá ser sacado até R$ 3.000,00 no caixa automático, correspondentes bancários ou nas lotéricas. Valores superiores podem ser sacados no caixa, dentro da qualquer uma das agências da Caixa, quando o valor for liberado. Mas quem não tem o Cartão Cidadão também poderá sacar o dinheiro.

 

Qual será a documentação necessária para o saque?

Os trabalhadores que não possuem Cartão Cidadão ou que possuem o cartão, mas irão sacar valor superior a R$ 3.000,00, poderão sacar o FGTS em qualquer uma das agências da Caixa, com seus documentos pessoais, CTPS e o nº do PIS. Quando forem divulgadas as condições definitivas para o saque, será informado se houver necessidade de outros documentos.

 

Posso fazer toda a operação de retirada do dinheiro pela internet, transferindo o dinheiro da Caixa para a minha conta em outro banco?

Questionada pelo G1, a Caixa Econômica Federal não informou como o trabalhador poderá fazer o saque da conta do FGTS. As condições de como será realizado o saque de contas inativas do FGTS serão divulgadas junto com o calendário. A divulgação da forma de pagamento e o calendário de saques estão previstos para ocorrer em fevereiro. O governo, no entanto, informou que os saques só começarão a ser liberados a partir de março.

 

A Caixa prepara algum esquema especial de atendimento para atender à grande demanda que haverá entre março e julho por conta dos saques?

A Caixa prevê que com a liberação dos saques, cerca de 3 milhões de pessoas a mais passem a procurar as agências ao mês. Por isso, está trabalhando para atualizar os dados dos beneficiários e espera que os trabalhadores entrem no site do banco e atualizem seus cadastros e já verifiquem se os dados ali estão corretos. O banco quer incentivar ainda os beneficiários a se cadastrarem no site da Caixa para receber informações sobre o FGTS via SMS.

Com isso, espera diminuir a procura nas agências. O banco pretende implantar um sistema em que o beneficiário poderá receber por meio de SMS informações personalizadas, como necessidade de corrigir o nome da mãe ou do pai no cadastro do NIS (PIS/Pasep), por exemplo. Esse tipo de atualização poderá ser feito pelo site, sem necessidade de ir à agência.

Para isso, o beneficiário precisa entrar no site da Caixa e fazer a atualização do celular e escolher a opção que deseja receber informações por SMS. Assim, as informações serão recebidas em primeira mão, segundo a Caixa, o que agilizará as mudanças necessárias. A Caixa informa que já está depurando os dados dos trabalhadores e verificando as possíveis inconsistências nos cadastros.

Um dos objetivos da Caixa é mandar por SMS a data que o beneficiário deverá ir à agência para realizar o saque da conta inativa.

 

Posso optar por deixar o dinheiro do FGTS onde ele está? Ele continuará rendendo? Ou é mais vantajoso retirar?

Com rentabilidade inferior a outras aplicações consideradas conservadoras, especialistas dizem que é vantajoso para o consumidor sacar o FGTS para pagar dívidas ou buscar outras aplicações mais rentáveis.

O FGTS rende 3% ao ano mais a taxa referencial (TR), enquanto a poupança rende 6,17% ao ano mais a TR. Em 2016, o rendimento financeiro da poupança foi de 8,3%. Já o do FGTS foi de 5,01%, abaixo da inflação oficial de 2016, que foi de 6,29%. (G1)

A terça-feira (14) em Mato Grosso do Sul será chuvosa e quente, com máxima de 34ºC. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) divulga risco potencial de tempestades, especialmente nos municípios do Noroeste e Sudeste do Estado.

Em Novo Horizonte do Sul a mínima pela manhã é de 23ºC com possibilidades de chuvas. O tempo muda e à tarde, podem ocorrer pancadas de chuvas, mas o sol aparece. A máxima em Novo Horizonte do Sul não passa de 23ºC. Chove a tarde e à noite.

Manhã com chuvas isoladas no Norte do Estado, que tem clima mais ameno, 19ºC. Tem previsão de pancadas de chuvas à tarde em Coxim e Rio Verde, sendo que no decorrer do dia a temperatura sobe e atinge 32ºC. Umidade mínima relativa do ar fica em 50% e deve chover isoladamente à noite.

O dia no Leste do Estado começa quente, com mínima de 23ºC e previsão de chuvas ainda pela manhã. Em Aparecida do Taboado e Selvíria, chove em áreas isoladas e a terça-feira será quente, com máxima de 34ºC. Por lá, a umidade mínima do ar fica em 40%. Chuvas isoladas também à noite.

Chuvas isoladas pela manhã na região Sul de MS, que tem mínima de 20ºC. Tem previsão de pancadas de chuvas também à tarde em Mundo Novo e Paranhos, sendo que a máxima chega a 30ºC. Também chove em áreas isoladas durante a noite. (Campo Grande News/ValemsNews)

 

Crime é investigado; polícia ainda não tem suspeita de autoria

Homem, ainda não identificado, foi assassinado com tiro na testa, em frente de conveniência, na Rua Eva Peron, no Jardim Monte Alegre, em Campo Grande. O crime aconteceu por volta das 22h de ontem (13).

Testemunha declarou que já estava com o estabelecimento comercial fechado quando escutou um disparo e, ao sair para ver o que havia acontecido, deparou-se com o homem baleado, caído próximo ao meio-fio.

O comerciante disse, ainda, que não viu nenhuma pessoa suspeita, nem veículo que possa ter sido usado para fuga do atirador.

O tiro atingiu a testa da vítima, que morreu no local e estava sem documentos. Por isso, não foi imediatamente identificada. O homicídio foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga. (Correio do Estado

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top