Redação

Presidente é primeiro suplente de Soraya ao Senado

A senadora eleita Soraya Thronicke e o segundo suplente, Danny Fabrício Cabral Gomes impetraram uma ação de investigação judicial contra o presidente do próprio partido, o PSL, Rodolfo Oliveira Nogueira para que seja decretada a sua inelegibilidade. Com isso, ele pode ser retirado do posto de 1º suplente.

A ação pede produção de provas para que Rodolfo mostre os recebidos de pagamentos das gráficas responsáveis pelo material de campanha. O desembargador Sérgio Fernandes Martins indeferiu a liminar para que o presidente seja obrigado a mostrar as notas e concedeu ao presidente do partido cinco dias para que ele se defenda contra o pedido de inelegibilidade.

A briga entre a senadora e o presidente do PSL em Mato Grosso do Sul teria iniciado, segundo os autos, quando a senadora descobriu que Rodolfo estaria imprimindo material de campanha com o nome de Jair Bolsonaro, candidato à presidência, juntamente com o nome de outros candidatos ao Senado por Mato Grosso do Sul que não eram coligados.

De acordo com a senadora e o segundo suplemente, “o material de propaganda estava incorreto, porque induziu o eleitor a pensar que os candidatos ao senado pelo PSL seriam” outros. “A conduta do representado incorreu em abuso de poder econômico, quando da confecção de material gráfico de propaganda eleitoral”.

No processo, Soraya também relata ter registrado boletim de ocorrência por ameaça que teria sofrido de Rodolfo.

A decisão do desembargador é do último dia 9 de outubro. Após a manifestação de Rodolfo e possível arrolamento de testemunhas, o pedido de inelegibilidade será analisado e pode ser deferido ou não.

Fonte: Midiamax

Torquato Jardim citou oito pessoas que foram condenadas e presas no presídio de segurança máxima de Campo Grande e "outro número razoável de brasileiros sob supervisão"

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, afirmou nesta terça-feira (16) que é preciso acreditar que há terrorismo no Brasil, em discurso pontuado por uma série de críticas a questões políticas atuais, que foram do presidente americano, Donald Trump, aos militares que compõe a chapa de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República.

"É preciso que no governo e na sociedade civil se acredite que há terrorismo, que há terroristas no Brasil", disse em palestra de abertura de Congresso de Combate e Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento ao Terrorismo, promovido pela Febraban (Federação dos Bancos).

Jardim citou oito pessoas que foram condenadas e presas no presídio de segurança máxima de Campo Grande e "outro número razoável de brasileiros sob supervisão".

A polícia brasileira prendeu oito brasileiros sob acusação de terrorismo duas semanas antes do início da Olimpíada do Rio, em 2016.

Segundo Jardim, são supervisionados por suspeita de ligação com terrorismo. São pessoas que moraram fora do Brasil, mas não falam árabe e cometem erros gramaticais na língua equivalentes aos cometidos por quem usa o Google Tradutor, disse.

O importante, afirmou, "é não negar a validade de cada pedacinho de informação e não ficar surpreso, como há quatro semanas que prenderam um agente do Hezbollah em Foz do Iguaçu".

"Revelo porque já está publicado, não vou fugir ao compliance", disse o ministro.

Ainda em seu discurso, Jardim defendeu um maior número de servidores da Polícia Federal trabalhando no exterior e comentou que esse seria um importante investimento para o Brasil, que pretende ser membro ativo da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

A crítica foi ao presidente americano, Donald Trump.

"O Brasil ser membro ativo da OCDE pode ter boas consequências a despeito da barreira Trump desse momento, que nós vamos superar, nem que seja na próxima eleição", disse Jardim.

Ainda no campo do combate ao terrorismo, Jardim criticou que o Brasil não seja signatário de convenção da ONU (Organização das Nações Unidas) que impõe sanções imediatas em casos de terrorismo.

"Mesmo com essa lei entrando em vigor, não vai faltar alguém concedendo liminar a ação direta de inconstitucionalidade no STF e ganhando", disse.

Para ele, essas seriam soluções carregadas de ideologia.

"Em um país que ainda luta por saúde básica, o que pode haver de mais ultrapassado do que ideologias?", acrescentou.

Antes, ele havia criticado a dificuldade de negociar acordos de leniência com empresas investigadas em crimes financeiros porque as negociações envolvem muitos órgãos brasileiros, cujos papéis estariam pouco claros nesse momento: AGU (Advocacia-geral da União), TCU (Tribunal de Contas da União), MPF (Ministério Público Federal) e Ministério da Transparência.

"É a constituição que foi mal pensada. Não estou propondo constituinte sem consulta popular. Não estou propondo nada disso, por favor. Embora eu seja ex-aluno de colégio militar eu sou intelectualmente mais disciplinado que alguns deles", afirmou, arrancando risos da plateia.

O candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), general Hamilton Mourão, chegou a propor a criação de uma nova constituição escrita por uma comissão de notáveis, que depois seria submetida a um plebiscito. A própria constituição não prevê que isso possa ser feito no Brasil. Com informações da Folhapress.

Fonte: Noticias ao minuto

A seleção brasileira não foi brilhante, mas conseguiu vencer a Argentina por 1 a 0, nesta terça-feira, na Arábia Saudita, e conquistou mais um Superclássico das Américas. O gol da vitória foi marcado pelo zagueiro Miranda, de cabeça, nos acréscimos.

O craque Neymar teve uma atuação razoável. Posicionado na ponta esquerda, como gosta de jogar, prendeu demais a bola e não criou tantas chances de gol. Também não estava com o pé calibrado nas cobranças de falta e acabou passando em branco. O cruzamento para o gol, no entanto, saiu dos seus pés.

O volante Arthur, do Barcelona, foi eleito o melhor jogador da partida. Ele, por pouco, não marcou um golaço de fora da área após lançamento de Neymar. Romero salvou.

A Argentina, mesmo sem Lionel Messi, fez uma partida equilibrada contra o Brasil, tanto no primeiro como no segundo tempo. Teve até boas chances de marcar, mas desperdiçou todas elas.

“É sempre complicado vencer a Argentina. Nossa equipe está melhor que a deles, pois tem a mesma base há muitos anos. Eles vêm em um processo de renovação... Acho que foi um jogo completo e vencemos... isso é importante”, disse o lateral-esquerdo Filipe Luís.

“Fico feliz. Primeiramente, em poder ajudar meus companheiros e fazer um gol contra a Argentina é sempre gratificante, emocionante... Esse gol vai para todos aqueles que sempre acreditaram em mim... Minha família está em casa assistindo e torceu muito...”, afirmou o zagueiro Miranda, herói do dia.

Na comemoração do título, Neymar, o capitão, foi quem levantou a taça.

Fonte: Extra.globo

Carga do caminhão é avaliada em R$ 2,5 milhões

Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 500 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai, ontem (15), no km 6 da BR-163, em Mundo Novo. A carga estava em um caminhão com placas adulteradas.

Segundo informações da PRF, uma equipe fiscalizava a rodovia, quando parou um caminhão Iveco/ Stralis, com placas aparentes de Forquilhinha (SC). Quando os policiais se aproximaram do veículo, o condutor desceu correndo em direção à mata na margem da rodovia, mas foi alcançado e preso pelos oficiais.

Perguntado sobre a fuga, o motorista, de 40 anos, disse que estava transportando cigarros contrabandeados do Paraguai. Em vistoria à carga, foram encontradas cerca de mil caixas de cigarros, equivalente a 500 mil maços.

O homem informou que pegou o veículo carregado com o contrabando em um posto de combustíveis em Dourados e estava levando até a cidade de Maringá (PR) e que uma Volkswagen Saveiro realizava o serviço de batedor.

Os policiais observaram que as placas haviam sido trocadas e que o veículo tem placa original de Mundo Novo e o reboque de Seara (SC), ambos sem nenhuma ocorrência criminal.

O motorista foi preso em flagrante e encaminhado para a Polícia Federal em Naviraí com o veículo e os cigarros.

OUTRA APREENSÃO

Esta é a segunda apreensão em menos de 48h, ontem (15), a PRF apreendeu 200 mil maços de cigarros também contrabandeados do Paraguai que tinha como destino Campo Grande, no km 334 da BR-163, em Rio Brilhante.

Ao realizar a vistoria na carroceria, a equipe encontrou os maços de cigarros e o motorista declarou que saiu de Rio Brilhante e iria para Campo Grande, onde receberia a quantia de R$ 3 mil pelo transporte. A ocorrência foi encaminhada à Polícia Federal de Dourados, que investiga o caso.

Fonte: Correio do Estado

O 8º Batalhão de Nova Andradina realizou na manhã de terça (16), a solenidade de transferência de comando do grupamento de polícia militar de Novo Horizonte do Sul.

Assumiu o comando da unidade o 1º Sargento Geraldo Machado Vaz em substituição ao 3º Sargento José Luiz dos Santos que comandava a unidade desde 2017.

Sargento Vaz conta com 28 anos de corporação, e já exerceu a função de comandante em Batayporã e atualmente comandava equipes de serviço na sede do 8º em Nova Andradina.

O comandante do 8º Batalhão, Tenente Coronel Josafá Pereira Dominoni, presidiu a solenidade de passagem de comando que contou com a presença do Comandante do Policiamento de Área 1, Coronel Givaldo Mendes de Oliveira e do Prefeito de Novo Horizonte do Sul, Marcílio Álvaro Benedito, além de vereadores e lideranças locais. Participaram ainda militares de outras unidades que prestigiaram o ato solene o comandante substituído, sargento José Luiz continuará no efetivo local onde coordena as atividades da guarda mirim.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do 8º BPM

Pagina 1 de 1047

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top