Redação

Rubro-Negro foi novamente derrotado fora de casa, agora pelo Coritiba, no Couto Pereira 

O clima não é dos melhores no Flamengo. Após nova derrota no Campeonato Brasileiro e com a vaga no G7 ameaçada, a pressão aumentou ainda mais. De acordo com o portal Globoesporte, houve gritos no vestiário rubro-negro no Couto Pereira, num sinal claro de cobrança depois da derrota de 1 a 0 para o Coritiba. Antes, nesta semana, integrantes de uma torcida organizada foram ao centro de treinamento do clube e cobraram melhores resultados.

O meia Diego, um dos líderes do elenco do Flamengo, diz que a diretoria e a comissão técnica têm o direito de cobrar os jogadores neste momento ruim.

- A cobrança é muito forte internamente, jogamos num clube em que isso faz parte do nosso dia a dia. Temos procurado fazer o nosso melhor, a diretoria e a comissão técnica tem todo o direito de cobrar - comentou o camisa 35 após a derrota para o Coxa.

Numa outra declaração que deixou claro o clima de insatisfação, o meia Everton Ribeiro lembrou que há um problema se repetindo muitas vezes no Fla.

- Não adianta ter o controle e não fazer o gol. Eles (Coritiba) não chegaram, mas a gente não soube aproveitar os espaços na frente e saímos derrotados fora de casa mais uma vez. Sendo todo jogo assim, a gente tem que mudar - disse o camisa 7 ao Premiere.

TIME PRÓXIMO DO Z4 COMO VISITANTE

A campanha do Flamengo fora de casa é cada vez pior. O time carioca é apenas o décimo sexto colocado longe de seus domínios, atrás até do Atlético-GO, lanterna da competição nacional.

O Rubro-Negro acumula nove derrotas, cinco empates e apenas quatro vitórias como visitante. Foram 24 gols sofridos e apenas 15 marcados.

O Flamengo tenta, coloca futebol, mas não tem essa contundência para conseguir, para sustentar o resultado - lembra o técnico Reinaldo Rueda.

Fonte: Lance

Um homem ainda não identificado morreu por volta das 17 horas desta quinta-feira Em uma fazenda localizada As Margens da BR 267 entre Rio Brilhante e Maracaju.

Segundo informações preliminares do site RB em Tempo Real, policiais civis de Rio Brilhante foram informados de que o homem foi atingido pelo raio e acabou morrendo, Juntamente com cavalo no qual ele estava.

O corpo foi encaminhado ao necrotério de Rio Brilhante e depois será encaminhado ao IML de Dourados.

De acordo com o delegado André Luiz de Mendonça Fernandes o caso será registrado como morte a esclarecer.

Fonte: Nova Alvarada News

Após reunião com lideranças do comércio de Nova Casa Verde, um grupo de 11 moradores foi formalizado nesta quarta-feira (15) para compor a Comissão Pró-Emancipação, que será responsável pelo acompanhamento das demandas relativas ao processo de emancipação político-administrativa do distrito.

A Comissão é encabeçada pelo vereador João Dan (PSDB) e tem como integrantes Valdeci Elias da Silva, Odair de Souza Silva, Guilherme Lopes Pagani, José Roberto dos Santos, Clodoaldo Barthiman, Anilton Segobia Cruz, Vanilda Lucia Poter, João Avelino de Jesus, Ismael Oliveira da Rosa e Reinaldo José dos Santos (Manobra).

“Este é o primeiro passo para tornar Nova Casa Verde um município, um sonho da nossa comunidade que muito trabalha e colabora para o desenvolvimento desta região”, frisou o vereador, ao elencar a força da agricultura familiar, da produção leiteira, do comércio local e de tudo o que é produzido pelos assentamentos e propriedades rurais.

“Hoje é uma data emblemática, pois estamos buscando a nossa independência como município”, complementou, fazendo referência à Proclamação da República. Também presente no evento, o presidente da Câmara, vereador Marião da Saúde (PR) reforçou que, embora o movimento nasça no Legislativo nova-andradinense, a população de Nova Casa Verde deve estar unida para que a emancipação do distrito se concretize.

Marião também colocou o Gabinete da Câmara em Nova Casa Verde à disposição de toda a comunidade do distrito, para que as demandas locais sejam encaminhadas ao Legislativo. “Nossa servidora está à disposição de todos para encaminhar as reivindicações e pedidos de melhorias da população”, frisou.

A reunião também foi acompanhada pela Assessoria Jurídica da Câmara de Nova Andradina, que prestou esclarecimentos sobre os procedimentos necessários para validar o processo de emancipação. “São necessários dados populacionais, territoriais e econômicos para embasar o pedido de criação do município. Um plebiscito também é necessário, pois a população deve opinar se quer ou não essa independência político-administrativa”, elencou Reinaldo Oliveira, diretor Jurídico da Câmara.

Fonte: Jornal da Nova

Criança teve 47% do corpo queimado

Uma criança de 5 anos morreu na madrugada desta terça-feira (14) depois de ter 47% do corpo queimado com leite. O acidente aconteceu na tarde de segunda-feira (13) em Glória de Dourados, onde o menino morava com a mãe. Ele foi encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande, mas não resistiu e morreu 15 minutos depois de dar entrada na unidade.

De acordo com informações do site Região Online, no momento em que a mãe do garoto fazia atividades domésticas, o menino teria se aproximado de um recipiente que armazenava leite fervendo. A vasilha teria virado acidentalmente e o líquido atingiu o corpo da criança.

O garoto foi encaminhado para o hospital do município com queimaduras na cabeça e garganta. Por volta das 19 horas, o menino teve insuficiência respiratória e, por causa da gravidade dos ferimentos, foi encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande.

De acordo com a assessoria da Santa Casa, a vítima chegou a unidade por volta das 2h40 com queimaduras de segundo grau. O garoto teve parada cardíaca, passou por 10 ciclos de reanimação, mas não resistiu e morreu 15 minutos após ter chegado ao hospital.

Fonte: Midiamax

Lideranças parlamentares do PMDB aguardam decisão de Puccinelli

"É estranho que uma decisão tomada no final de outubro tenha sido executada 15 dias depois, na véspera de um feriado. Acredito que foi uma atitude excessiva por parte do Poder Judiciário", declarou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (PMDB), sobre a prisão do ex-governador, André Puccinelli, realizada na última terça-feira (14).

Apesar de criticar as ações efetivadas nos últimos dias, Mochi reforçou que não acredita em sabotagem política ao ex-governador, que foi escolhido na semana passada, como presidente regional do PMDB em Mato Grosso do Sul. "Vamos confiar na Justiça, visto que a decisão foi reavaliada em primeira instância e depois de 24 horas, o habeas corpus foi acolhido", acrescentou o líder do partido.

Reforçando a defesa, o parlamentar lembrou que André Puccinelli já tinha sido preso anteriormente e utilizado até tornozeleira eletrônica, então não era necessária nova prisão.

REUNIÃO

As lideranças do PMDB em Mato Grosso do Sul marcaram reunião para o início da tarde de hoje, sem a presença do ex-governador. Um dos participantes foi Eduardo Rocha, que defende o adiamento da convenção estadual.

"Ontem mesmo fizemos uma visita de cortesia para o André, mas, não conversamos sobre política. No entanto, acredito que poderíamos adiar a convenção do partido para daqui 15 dias ou um mês", opinou o parlamentar.

Logo após a sessão, os senadores Waldemir Moka e Simone Tebet, o deputado federal Carlos Marun e os representantes estaduais: Junior Mochi, Eduardo Rocha, Antonieta Amorim, Paulo Siufi e Márcio Fernandes reuniram-se no diretório regional do PMDB, mas aguardavam confirmação da presença de Puccinelli.

Menos de meia hora após o início do encontro, um grupo liderado pelo deputado Carlos Marum saiu do diretório e partiu com destino à casa do ex-governador. Questionado sobre o resultado da reunião, o parlamentar reforçou: "Não tomamos decisão nenhuma e não falei com André depois da soltura. Então estamos indo conversar com ele e voltamos aqui pra continuar a conversa", finalizou.

Fonte: Correio do Estado

Pagina 8 de 425

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top