Redação

Cúpula do partido decidiu adiar convenção, após notar sofrimento da família

O ex-governador André Puccinelli estava determinado a assumir no sábado (18) a presidência regional do PMDB. Ele era contra o adiamento da convenção regional do partido. Mas deixou nas mãos da direção partidária a decisão final. Os deputados estaduais, federais, senadores e aliados notaram o “estado de choque” da família com a prisão do ex-governador e do filho, advogado André Puccinelli Junior.

Por isso, a cúpula decidiu adiar a convenção para o dia 2 de dezembro, em respeito à família do ex-governador.

“Se dependesse da vontade do André, a convenção não seria adiada”, afirmou o deputado federal Carlos Marun. “André já queria ir no sábado para assumir a presidência do partido”, enfatizou.

Mas, na conversa no apartamento do ex-governador, os parlamentares sentiram o clima de dor da família. “Até que o André estava mais tranquilo, mas a família, não”, afirmou Marun. “O sofrimento é muito grande”, observou.

Fonte: Correio do Estado

As vítimas foram surpreendidas por temporal e forte ventania, enquanto pescavam no Lago

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu foram informados por usuários da BR-267, na tarde de sábado (18), de que dois barcos haviam virado e estariam afundando nas proximidades do aterro da ponte da rodovia no lago da Usina Sérgio Motta, e que havia pessoas na água. Rapidamente os policiais seguiram para o local, onde confirmaram a informação.

Sete pessoas tinham caído na água. As vítimas foram surpreendidas por temporal e forte ventania, enquanto pescavam no Lago. As ondas formadas pelo vento eram extremamente fortes e as embarcações em que estavam tombaram e afundaram. Apesar de estarem de coletes salva-vidas, como as ondas eram muito fortes, os riscos de afogamento eram iminentes.

Quando a PMA chegou ao local, cinco pessoas estavam agarradas à defensa da ponte e do aterro e duas ainda estavam dentro da água e foram socorridas pelos policiais.

Cinco turistas residentes em Ponhais (PR) e os dois piloteiros das embarcações, residentes em Bataguassu, foram resgatados e levados para a pousada onde estavam hospedados no distrito de Nova Porto XV, em Bataguassu.

Segundo a PMA, a região do lago da Usina Sérgio Motta é muito perigosa, principalmente para pequenas embarcações, pois como a área de água é muito extensa, sem barreiras, ventos fortes levantam ondas muito altas e fortes e até embarcações maiores do que esses barcos comuns de pesca tombam e afundam.

Em abril de 2014, a PMA de Bataguassu resgatou cinco pescadores paulistas, entre eles, um adolescente de 12 anos, que estavam desaparecidos depois que suas embarcações tombaram devido as ondas formadas por forte vendaval. Com PMA

Fonte: Jornal da Nova

Um argentino que estava de férias na Índia morreu chifrado por um touro na turística cidade de Jaipur, informou a polícia neste domingo.

O homem de 29 anos, estava caminhando por uma rua perto do mercado principal de Jaipur no sábado quando foi atacado pelo touro.

“O chifre atingiu o pescoço e o estômago. Foi levado para o hospital, mas não sobreviveu”, explicou à AFP um oficial da polícia local.

A embaixada argentina já foi informada do acidente, informou a agência The Press Trust of India.

Jaipur, capital do Estado do Rajastan, é conhecida como a “cidade rosa” pela cor de seus antigos prédios e muros. É um dos principais locais turísticos da Índia e um dos favoritos dos estrangeiros.

É habitual ver no país gado extraviado. Os animais são sagrados para os hindus e podem circular livremente pelas ruas e estradas.

Fonte: Terra

Milhares de pessoas participam hoje (19), na Praia de Copacabana, da 22ª edição da Parada do Orgulho LGBT (Lésbicas, Gays , Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) do Rio de Janeiro. Com o lema “Resistindo à LGBTIfobia, fundamentalismo, todas as formas de opressão e em defesa do Rio”, a organização não governamental (ONG) Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT, que organiza o evento, definiu e edição deste ano como a parada da resistência.

“Historicamente, somos uma resistência. O Brasil não tem uma política pública de fato para a população LGBT. A homofobia é um fato. Praticamente a cada dia morre um homossexual vítima de homofobia no país. Se existimos, de alguma forma, é uma resistência”, disse o presidente do Grupo Arco-Íris, Almir França. De acordo com ele, a expectativa é reunir até 1 milhão de pessoas no evento. A Polícia Militar não divulgou estimativa de público.

Segundo os organizadores, a parada leva para as ruas pessoas que lutam por direitos iguais, que combatem a intolerância, o preconceito e o ódio, dando voz a quem viveu muito tempo à margem da sociedade.

Este ano, houve incerteza sobre a realização da parada por falta de recursos financeiros para viabilizar trios elétricos e atrações artísticas.

De cadeiras de rodas por causa de um acidente vascular cerebral, Silvina Correa Fernandes, de 87 anos, foi assistir à parada levada pelo filho Osvaldo Araújo, de 52 anos, e seu marido André, com quem está casado há 26 anos. “Eu sempre venho, eu gosto. Tem que apoiar, né? Meu filho é uma maravilha”, disse Silvina.

Segundo Araújo, sua mãe sempre o apoiou e fica feliz em participar do evento. “A parada é importante para mostrar que todos somos iguais. Não tem diferença. Trabalho, pago meus impostos, tenho direito como qualquer outra pessoa”, contou o professor.

Acompanhada do marido, a psicóloga Mônica Ribeiro, de 46 anos, disse ser importante que a sociedade civil esteja presente na parada. “É importante esse tipo de ocupação, esse tipo de resistência. Apoio qualquer tipo de diversidade, as diferenças. Sou completamente a favor da diversidade, cada um tem direito de amar quem quiser”.

Fonte: Agencia Brasil

Identificada travesti morta a facadas

Foi identificada como Wiris de Souza dos Santos,22, a travesti assassinada na madrugada deste domingo (19), em Dourados. Conforme apurado pela polícia, o endereço mais recente da vítima tinha registro em Maracaju.

Conforme mostrado pelo Dourados News, ela foi morta com nove facadas.

Os golpes foram três no pescoço - um deles quase a degolou -, dois nas costas, dois no peito e outros dois no braço direito.

O corpo dela foi encontrado na rua 20 de dezembro, próximo a rua Jandaia, região Sul de Dourados.

Conforme populares, por volta de 5h um veículo teria parado no local e logo em seguida ouviram gritos de socorro.

A travesti foi encontrada morta após isso e a Polícia Militar foi acionada.

O caso é investigado pela polícia.

Fonte: Dourados News

Pagina 4 de 425

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top