Cidade (121)

Vítima foi morta após trocar agressões com o capataz de uma fazenda

Por falta de estrutura da polícia, o corpo de Geraldo Maciel Ferreira, de 60 anos, ficou por uma semana apodrecendo em pasto na fazenda São Gabriel, localizada na região do Pantanal de Corumbá. Ele foi morto a tiros pelo capataz da propriedade no sábado passado, durante briga. No entanto, somente neste final de semana teve o corpo recolhido. Isso aconteceu porque o local é de difícil acesso e os investigadores da Polícia Civil de Corumbá só poderiam chegar lá de avião. No entanto, por Coxim seria possível chegar por terra, desde que houvesse veículo com tração adequada, contudo, nenhuma das unidades tem.

O delegado Sam Ricardo Suzumura, da 1º Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, esclareceu ao Correio do Estado como tudo aconteceu. Segundo ele, as equipes foram informados sobre a morte no sábado. Porém, como não havia aeronave disponível e nem viatura traçada para se deslocar por Coxim, foi preciso esperar até domingo, quando o dono da fazenda, que estava em outra cidade, fretou um avião para as buscas. Sem saber detalhes do crime, o fazendeiro pediu para que os policiais fossem à propriedade e conversassem com o capataz, que saberia onde a vítima estava.

“A gente desceu com a equipe da funerária em uma fazenda vizinha, mas não informaram que era preciso uma caminhonete para chegar à propriedade onde os fatos ocorreram. Então pegamos uma caminhonete nesta primeira fazenda e fomos até a propriedade onde o caseiro iria nos esperar. Mas ele não estava lá. Foi então que descobrimos que teria fugido, porque teria matado a vítima”, disse. Sem referência, os policiais e a funerária tiveram que voltar sem o corpo, pois o avião fretado tinha hora para partir.

O fazendeiro foi informado sobre a situação e disse que na terça-feira estaria em Corumbá, mas só chegou na quinta-feira. “Até onde sei, ele ofereceu uma caminhonete com tração para que a equipe de Coxim fosse buscar o corpo. Como não havíamos registrado boletim de ocorrência ainda, pois não havia informações concretas, encaminhei o caso para a direção da Polícia Civil”, explicou. A equipe de reportagem falou com investigador de Coxim neste sábado, que relatou que as equipes foram hoje buscar a vítima. Uma equipe de peritos de Campo Grande auxilia na investigação.

Ainda conforme apurado, o capataz suspeito do homicídio se apresentou em Coxim. A versão é de que a vítima teria aparecido na fazenda e pedido para repousar. No dia seguinte quis matar uma vaca, mas diante da recusa do capataz, sacou uma e atirou duas vezes, atingindo o funcionário que reagiu, o desarmou e o matou a tiros.

Fonte: Correio do Estado


Uma onça de aproximadamente 2 anos em condições precárias de saúde apareceu no pátio da Escola Rural Jatobazinho, no Pantanal em Corumbá, cidade a 428 quilômetros de Campo Grande, foi encontrada em precárias de saúde na última quarta-feira (08).

Desde quarta, a Famez (Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia), abriga o animal. O animal está em tratamento intensivo no Hospital Veterinário da UFMS.

Funcionários da escola foram quem avistaram a onça no pátio do local e contataram o pesquisador de Pós-Doutorado em Ciências Veterinárias da Famez, Gediendson Ribeiro de Araújo.

“A direção da escola me acionou para avisar que tinham visto o animal no pátio e que ele estava muito debilitado. Nisso foi criado um grupo de ação formado pelos projetos Onçafari, Onças do Rio Negro, o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros, o Instituto Homem Pantaneiro, a Panthera Brasil e a UFMS”, conta o pesquisador.

De acordo com uma nota da UFMS, o animal apresentava um quadro de inanição crônica e desidratação severa, por ficar muito tempo sem se alimentar. Pela pouca idade, estima-se que tenha quase 2 anos, ainda não tem as habilidades de caça totalmente desenvolvidas. “Nessa idade ele ainda deveria estar com a mãe, por algum motivo ele foi separado dela. Ou ele tinha alguma doença e isso fez com que ele não conseguisse acompanhar a mãe e os irmãos e por isso ele chegou nesse estado, ou a mãe foi abatida e ele ficou sem ter como caçar”, afirma a professora de Clínica Médica e Cirúrgica de Animais Selvagens, Thyara de Deco Souza e Araújo.

Diversos procedimentos foram realizados, como hemogramas e exames renais e hepáticos, além de testes com 14 tipos de microorganismos que poderiam estar causando essa situação grave. O intuito é obter o máximo de informações sobre a saúde do animal e para isso professores, pesquisadores, residentes e acadêmicos estão trabalhando em conjunto.

Considerando o porte da onça resgatada, ela deveria pesar entre 60 e 70 quilos, mas chegou ao Hospital Veterinário pesando 35 quilos. Seguindo uma dieta especial e muita hidratação, em menos de uma semana ela já pesa cinco quilos a mais do que quando foi encontrada.

“Nós montamos uma dieta com todos os nutrientes que ela precisa, com frango inteiro que possui o osso para cálcio e a proteína da carne, fígado de boi que é uma boa fonte de ferro e vitamina A, importantes por conta da anemia da qual ela vem se recuperando, e coração bovino que é uma fonte de taurina, um aminoácido essencial para os felinos”, explica a professora Thyara Araújo.

Segundo a professora, não há data certa para transferir a onça ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) ou para devolvê-la ao seu habitat, pois o foco no momento é a recuperação da sua saúde. “Saber o porquê essa ela chegou nesse estado é importante para determinar sua cura. Eu não posso reintroduzir um animal ao seu habitat com alguma doença. O foco agora é deixá-lo forte, bem e saudável enquanto temos tempo para investigar e pensar com calma no bem-estar dele e na conservação das onças-pintadas do Pantanal, que apesar de ter uma população grande, ainda estão em extinção”, declara. (Informações da Assessoria)

Fonte: midiamax

Neste dia dedicado aos pais, desejo paz, harmonia e vida longa aos homens que diante de tantas dificuldades do dia a dia não deixam de lado sua responsabilidade na condução dos destinos das suas famílias.

Ser pai é estar presente na construção de um futuro melhor para nossos jovens e crianças, contribuindo de maneira exemplar para um mundo mais humano, mais respeitoso e solidário.

A vocês Pais, por natureza, por opção e amor, que além de transmitirem seus conhecimentos e suas experiências, sabem apoiar os filhos em suas dificuldades, que ensinam muito mais que teorias e preparam seus filhos também para vida, saibam que tem todo carinho e gratidão.

É com seu exemplo e com o fruto do seu trabalho, que estamos construindo um Novo Horizonte do Sul melhor para nossos filhos!

Como pai que sou, sei da responsabilidade que temos e, por isso, transmito meus sinceros votos de admiração e coragem a todos os pais!
Prefeito Marcilio Alvaro Benedito

Montante é da linha de crédito Prodetur+Turismo; empresários também já negociam R$ 10 mi

Os municípios de Mato Grosso do Sul podem receber até R$ 60 milhões na primeira fase de negociações da linha de crédito Prodetur+Turismo, destinada ao financiamento de infraestrutura pública e privada de turismo, bem como ações de promoção dos destinos sul-mato-grossenses, informação ao turista e estudos de planejamento e diagnósticos de mercado. A informação foi revelada nesta sexta-feira pelo ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, durante lançamento de rodada de negócios do projeto, no auditório do Sebrae. No total, serão disponibilizados R$ 5 bilhões de recursos para projetos de todo o País, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Mato Grosso do Sul tem duas grandes vocações: o agronegócio e o turismo. Mas falta investir no potencial do setor turístico. O turismo vive de novidade, de expansão. Nós já estamos fazendo várias reuniões e já existe uma demanda de R$ 60 milhões para alguns municípios da região, na primeira rodada, com 20 anos para pagar, além de R$ 10 milhões para pequenos e médios empresários [da iniciativa privada], e nós esperamos que, com as rodadas futuras, apareçam mais demandas e o patamar de investimentos suba ainda mais, porque existe muito potencial turístico nesse Estado”, afirmou o ministro Lummertz.

O titular da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico de MS (Semagro), Jaime Verruck, explica que, para conseguir o crédito, o estado, município ou empresário precisa apresentar um projeto de relevância para o segmento turístico. “Não é qualquer projeto. No caso de municípios, precisam ser lugares com potencial de atrair turistas, projetos bem fundamentados, que vão passar por uma análise técnica”, explica. “Essa linha de crédito é um grande passo para que muitas outras pessoas possam conhecer o Estado”, aposta Verruck.

Fonte: Correio do Estado

A Polícia Militar de Angélica, apreendeu na tarde desta quinta-feira (09), um adolescente de 15 anos, após ser flagrado com um simulacro de arma de fogo dentro de uma Escola.

Segundo informações ao Site Plantão Angélica, a equipe policial foi acionada via 190 para comparecer na Escola Municipal Napoleão Batista de Albuquerque, pois de acordo com uma funcionária do estabelecimento de ensino, um dos alunos estava com um objeto que aparentava ser uma arma de fogo, onde fazia ameaças contra os demais alunos.

O aluno que estava em sala de aula, quando os policiais chegaram, ao ser perguntado sobre o objeto suspeito disse que tinha uma “arma de brinquedo” dentro de sua mochila. Os policiais revistaram a bolsa do adolescente e encontraram o simulacro de uma pistola.

Diante do ato infracional, foi acionado o conselho tutelar para acompanhamento do aluno e da execução dos atos legais. O adolescente alegou estar em posse do simulacro, com o intuito de ser expulso da escola.

A Polícia Militar informa que o art. 26 da Lei 10.826 diz: São vedadas a fabricação, a venda, a comercialização e a importação de brinquedos, réplicas e simulacros de armas de fogo, que com estas se possam confundir.

Fonte: Plantão Angelica

Ofertas especiais em frutas e verduras. Corra e aproveite as promoções do Mercado Novo Max.

Veja as ofertas da quinta da verdura no Mercado Novo Max

Alface.......................................R$ 1,25

Tomate.....................................R$ 1,99

Batatinha..................................R$ 1,79

Repolho....................................R$ 2,29

Alho...........................................R$ 1,59

Laranja.......................................R$ 1,99

Cebola.......................................R$ 1,89

Todas as quintas-feira e dia de frutas e verduras no Mercado Novo Max

Localizado na Rua Miguel Vieira, 488, em Novo Horizonte do Sul - MS. Fone (67) 3447-1471 / 98472-2009.

Mercado Novo Max, o máximo em economia.

Mergulhadores foram ao local, mas não encontraram vítimas

Um Chevrolet Kadett Ipanema caiu dentro do córrego que cruza a estrada da Gameleira, em Campo Grande. O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 7h15, mas nenhuma vítima foi encontrada no local e o veículo deve ser removido pelo proprietário.

Conforme apurado no local, há marcas na pista de que o motorista perdeu o controle da direção e caiu da ponte de madeira que passa pelo córrego. Mergulhadores entraram na água para verificar se havia alguém dentro do carro, que ficou com as rodas para cima e quase todo submerso.

Confirmando que não há vítimas e que não há restrições ou registro de roubo e furto de veículo, a responsabilidade de remoção do carro de dentro da água é do proprietário. O condutor não foi encontrado no local.

Fonte: Correio do Estado

Patrícia Silva dos Santos, de 47 anos, conhecida como Paty Bumbum, já está num presídio do Rio. Ela foi presa nesta segunda-feira por policiais civis da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), em casa, em Curicica, na Zona Oeste do Rio, após ter a prisão preventiva por 30 dias decretada pela Justiça. A unidade em que a massoterapeuta se encontra não foi divulgada por questões de segurança.

A polícia investiga se Paty participou do procedimento que levou à morte a modelo Mayara Silva dos Santos, de 24 anos, no último dia 20 de julho.


— Eu preciso entender se a Patrícia indicou a Mayara para o procedimento, se ela forneceu o produto ou se auxiliou no episódio de alguma forma. Nós já conseguimos apurar que existe uma organização para a prática desses crimes, que funcionam como uma roleta russa. Às vezes pode dar algum problema, outras vezes não. É sorte, o risco é total. Essas pessoas assumem o risco para produzir o resultado, seja morte ou lesão corporal grave. Eles não se importam se a vítima vai ou não morrer — afirmou o delegado Eduardo Freitas, titular da 42ª DP, após a prisão.

Na casa de Paty os agentes apreenderam produtos que seriam utilizados em procedimentos estéticos, como, por exemplo, medicamentos, manta térmica e silicone — que será investigado para saber se era ou não de uso industrial.

Testemunhas relataram procedimentos

De acordo com Eduardo Freitas, testemunhas contaram que foram submetidas a procedimentos feitos por Paty e também pela massoterapeuta Valéria dos Santos Reis, de 54 anos, que teria sido a autora da cirurgia em Mayara e está foragida.

A polícia já sabe que as duas eram sócias e trabalhavam juntas, se apresentando para as clientes, às vezes, como biomédicas. Elas convenciam as vítimas a fazer o procedimento em quartos de hotéis sob o argumento de que, se feitas em hospital, as intervenções custariam até o dobro do preço.

Outras prisões decretadas

Além de Valéria, a polícia busca Márcia Pimentel Esteves e Thaiza Pimentel Esteves, mãe e filha. De acordo com a investigação, Márcia auxiliava na realização dos procedimentos, e Thaiza era a responsável por captar clientes, agendar consultas e fazer as reservas nos hotéis.

As três, mais Ohana Hindara Diniz — presa nesta segunda —, foram indiciadas por formação de organização criminosa e homicídio qualificado doloso por motivo torpe, pela cirurgia e posterior morte de Mayara. As primeiras investigações da polícia constataram que o grupo atuava, pelo menos, desde 2015, levando as vítimas para hotéis ou residências.

Fonte: Extra/globo

Um homem de 42 anos é suspeito de ter matado o pai a facadas na noite de anteontem, no apartamento da família, na Vila Nova Conceição, bairro nobre da zona sul de São Paulo. O suspeito deixou o prédio momentos antes de o corpo ser achado e até às 20h30 de ontem não havia sido localizado pela polícia.

A vítima é o empresário Oswaldo Carmona, de 78 anos. Segundo a Polícia Civil, ele foi encontrado morto pela mulher caído no chão por volta das 21h30 de sábado, 4. A Polícia Militar informou que foi acionada por volta da 1h20 da madrugada de ontem e encontrou a vítima com marcas de perfuração pelo corpo e uma faca sobre o sofá. Não havia sinais de arrombamento no imóvel.

Testemunhas disseram à polícia que o filho da vítima deixou o local utilizando o carro de Carmona antes de o corpo ser encontrado pela mulher.

A viúva do empresário não estava no local e, de acordo com a polícia, foi avisada sobre a ocorrência pelo porteiro do prédio, que teria suspeitado da saída do rapaz com o carro do pai. Segundo a TV Globo, o filho teria problemas psiquiátricos e usava entorpecentes, o que não foi confirmado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Carmona era sócio de pelo menos dez empresas que atuam com comércio de produtos como madeira, vidro e ferragens na região do Brás, na região central, e na zona oeste, e com a administração de imóveis. Algumas delas em sociedade com a mulher e um filho.

O crime ocorreu em um apartamento localizado na Praça Pereira Coutinho, uma área nobre da zona sul - onde os apartamentos são avaliados em mais de R$ 5 milhões.

Nas imediações do prédio, moradores e comerciantes afirmaram à reportagem não conhecer a vítima nem saber detalhes do caso. "As pessoas não sabem o que se passava com a família", diz o atendente Raul Gonzalez, de 25 anos, que trabalha na região há três anos.

O caso foi registrado no 14.º Distrito Policial (Pinheiros) como homicídio e será investigado pelo 15.º DP (Itaim Bibi), responsável pela área onde ocorreu o assassinato.

Estatísticas

Registros de ocorrências da SSP mostram que este foi o primeiro homicídio registrado na região do 15.º DP este ano - entre janeiro e junho. Em toda a capital, no mesmo período, já foram 344 assassinatos. O último homicídio registrado na região do Itaim Bibi ocorreu em fevereiro do ano passado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: A critica

Pagina 1 de 9

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top