Cidade (42)

CRM-MG e Polícia Civil investigam o caso e paciente vai processar hospital

A morte de um bebê que teve a cabeça arrancada durante o seu nascimento está sendo investigada pelo Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais e pela Polícia Civil. O caso chocou a população da cidade de Tupaciguara, no Triângulo Mineiro, em outubro, mas somente nesta quinta (16) o CRM-MG tomou conhecimento do ocorrido.

A dona de casa Tânia Borges Vieira Silva, de 41 anos, passou pela dor que nenhuma mãe imagina passar: sua filha morreu durante o parto. E, pior, teve a cabeça arrancada com a força que a equipe médica precisou fazer. Segundo Tânia, os médicos puxaram a filha muito forte pelos pés. "Logo que ela nasceu, um dos médicos correu com ela para outra sala e me colocaram em outra maca porque eu estava perdendo muito sangue".

Antes do fatídico acontecimento, Tânia, se sentiu mal e foi encaminhada três vezes da Policlínica de Tupaciguara para a Santa Casa de Misericórdia de Araguari. A primeira vez, no dia 24 de outubro, ela foi avaliada e ouviu dos médicos que estava tudo bem e que poderia voltar para casa.

No dia seguinte, a mesma coisa: ela foi novamente à mesma unidade de saúde e novamente foi avaliada e mandada de volta para casa, que fica distante cerca de 60 quilômetros. A última vez foi no dia 28, quando já dentro da ambulância ela foi informada da complicação. "A enfermeira falou para o motorista da ambulância ir rápido que a minha bebê ia nascer, mas estava sentada e que isso ia dificultar o parto".

Quando chegou na Santa Casa ela foi direto para a sala de parto e a forma como os médicos a trataram foi o começo do martírio. "Fizeram muita força e me machucaram demais". Tânia precisou ficar dois dias na UTI por causa da hemorragia e foi o marido quem deu a notícia da morte da bebê. "Ninguém me falou nada hora nenhuma. O médico entrou na UTI que eu estava com a mão na cabeça e quando eu perguntei se minha filha estava bem ele, só disse que não e saiu em seguida".

Natimorto no atestado de óbito

Outro ponto que causou indignação na família foi a causa da morte no atestado de óbito. A informação prestada pelo hospital ao IML e que consta no documento era de que Rebeca, como se chamaria a criança, teria nascido morta. "Minha filha não nasceu morta. Eles mataram minha filha".

A Santa Casa de Misericórdia de Araguari foi procurada pela reportagem, mas ninguém da assessoria de comunicação foi encontrado.

A assessoria de comunicação do CRM informou, por meio de nota, que abriu uma sindicância para apurar o fato. As penas disciplinares aplicadas aos profissionais pelo CRM estão previstas no artigo 22 da Lei 3.268/57 e vão de advertência confidencial em aviso reservado, censura confidencial em aviso reservado, censura pública em publicação oficial, suspensão do exercício profissional até 30 (trinta) dias e a cassação do exercício profissional, ad referendum do Conselho Federal.

Já no âmbito da Justiça os profissionais, podem responder por crime doloso, que é quando o agente causador assume o risco do ato praticado.

A bebê Rebeca foi enterrada no dia 30 de outubro.

Denúncias de erro médico

Ainda sobre o caso, o CRM explicou que todos os casos envolvendo supostos erros médicos devem ser denunciados ao conselho por escrito com o relato detalhado dos fatos e identificação completa dos envolvidos. As denúncias precisam, ainda, ser assinadas e documentadas e denúncias anônimas ou apócrifas não são aceitas. Os documentos podem ser entregues na sede do CRM-MG em Belo Horizonte, nas regionais ou para o email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Fonte: Terra

Após reunião com lideranças do comércio de Nova Casa Verde, um grupo de 11 moradores foi formalizado nesta quarta-feira (15) para compor a Comissão Pró-Emancipação, que será responsável pelo acompanhamento das demandas relativas ao processo de emancipação político-administrativa do distrito.

A Comissão é encabeçada pelo vereador João Dan (PSDB) e tem como integrantes Valdeci Elias da Silva, Odair de Souza Silva, Guilherme Lopes Pagani, José Roberto dos Santos, Clodoaldo Barthiman, Anilton Segobia Cruz, Vanilda Lucia Poter, João Avelino de Jesus, Ismael Oliveira da Rosa e Reinaldo José dos Santos (Manobra).

“Este é o primeiro passo para tornar Nova Casa Verde um município, um sonho da nossa comunidade que muito trabalha e colabora para o desenvolvimento desta região”, frisou o vereador, ao elencar a força da agricultura familiar, da produção leiteira, do comércio local e de tudo o que é produzido pelos assentamentos e propriedades rurais.

“Hoje é uma data emblemática, pois estamos buscando a nossa independência como município”, complementou, fazendo referência à Proclamação da República. Também presente no evento, o presidente da Câmara, vereador Marião da Saúde (PR) reforçou que, embora o movimento nasça no Legislativo nova-andradinense, a população de Nova Casa Verde deve estar unida para que a emancipação do distrito se concretize.

Marião também colocou o Gabinete da Câmara em Nova Casa Verde à disposição de toda a comunidade do distrito, para que as demandas locais sejam encaminhadas ao Legislativo. “Nossa servidora está à disposição de todos para encaminhar as reivindicações e pedidos de melhorias da população”, frisou.

A reunião também foi acompanhada pela Assessoria Jurídica da Câmara de Nova Andradina, que prestou esclarecimentos sobre os procedimentos necessários para validar o processo de emancipação. “São necessários dados populacionais, territoriais e econômicos para embasar o pedido de criação do município. Um plebiscito também é necessário, pois a população deve opinar se quer ou não essa independência político-administrativa”, elencou Reinaldo Oliveira, diretor Jurídico da Câmara.

Fonte: Jornal da Nova

A Prefeitura Municipal de Novo Horizonte do Sul-MS se prepara para iniciar a venda de terrenos no município. Os terrenos fazem parte do loteamento Vila Nova, que fica localizado na entrada da cidade.

A concorrência pública será realizada no dia 17 de Novembro de 2017, às 09h00 no Auditório José Farias Leal, em Novo Horizonte do Sul-MS há 326 km da capital Campo Grande-MS, será através de envelope lacrado e qualquer pessoa pode participar da concorrência.

Os valores dos terrenos serão a partir de R$ 6.905,25, com pagamento a vista ou a prazo em até 12 parcelas, sendo que terá acréscimo de 24% na compra a prazo.
O Prefeito Marcilio, explica que a venda dos terrenos irá estimular o desenvolvimento do município e da região.

“Serão 116 terrenos no loteamento Vila Nova. A iniciativa prevê o aumento da oferta de postos de trabalho, renda e, sobretudo, do desenvolvimento econômico do nosso município”, afirmou o prefeito.

Os lotes possuem em média tamanhos a partir de 200 metros quadrados. “A concorrência pública será aberta a todos os interessados e não precisam atender a critérios específicos, como acontece nos programas habitacionais tradicionais. Há até mesmo a possibilidade de um único empreendedor comprar mais de um lote, se preferir”, pontuou o prefeito.

Informações e edital, no Setor de Tributos da Prefeitura Municipal de Novo Horizonte do Sul, que fica localizado na Rua João Fernandes Brambila nº 790 ou telefones para contato (67) 3447-1153 ou no 98476-8254.

Clique aqui e baixe o Edital

 

Clique aqui e baixe o mapa do Loteamento

 

 

 

Ventos que chegaram a 46km/h, segundo a Embrapa, no início da tarde desta quinta-feira (19) causaram estragos em vários pontos do município de Dourados. Pelo menos duas árvores caíram sobre carros em locais distintos.

Nos bairros, uma ‘tempestade de terra’ levou muita sujeira e até mesmo espanto a moradores.

Imagens que chegaram a reportagem através do canal Ligado na Redação mostra árvore de grande porte sobre veículo na região da Cohab 2. O carro ficou totalmente destruído.

No momento do fato não havia ninguém em seu interior.

Já na rua Ponta Porã, outro carro foi atingido pela queda de árvore, porém, a avaria desta vez foi menor.

De acordo com a Defesa Civil, várias ocorrências foram registradas até o momento e ainda não há um balanço exato da quantidade de árvores e outras avarias durante a ventania.

Conforme a Embrapa Agropecuária do Oeste, além dos fortes ventos, a chuva que veio em seguida acumulou seis milímetros em 15 minutos.

Fonte: Dourados News

Segundo PRF, homem confessou ter comprado documento pela internet por R$ 1,9 mil ao ser abordado na BR-050, em Catalão, GO.

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um motorista de 32 anos que portava uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa, atestando que ele seria habilitado desde os 12 anos de idade. O homem foi abordado pela corporação na tarde desta quinta-feira (12) enquanto passava pela BR-050 em Catalão, no sudeste de Goiás.

Segundo a PRF, o condutor confessou que havia comprado o documento pela internet por R$ 1,9 mil. Os policiais o levaram a uma delegacia de polícia de Catalão, onde deve ficar preso por uso de documento falso.

O G1 tenta contato com a Polícia Civil da cidade, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.

Ainda conforme a PRF, ele dirigia um Ford Del Rey e estava indo de Uberlândia (MG) para Caldas Novas, em Goiás, levando a esposa e os filhos de cinco e 14 anos de idade. Após a prisão do homem, a esposa dele, que é habilitada e portava a CNH original, levou os filhos para Catalão para acompanhar desdobramentos da prisão do marido.

G1

 

Flagrante foi na terça-feira (3), no jardim Noroeste, em Campo Grande. Jovem foi multado em R$ 4 mil e vai responder por crime ambiental.

Um jovem, de 22 anos, foi detido na terça-feira (3), suspeito de maltratar oito galos e manter uma rinha, no jardim Noroeste, na região leste de Campo Grande.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental (PMA), na casa do rapaz, os policiais encontraram os galos confinados em caixas de madeira muito apertadas, sem luz do sol e com pouca ventilação.

Os animais estavam feridos e com as esporas cortadas. No local também foi apreendida uma arena, onde os galos brigavam.

O jovem foi multado em R$ 4 mil e vai responder por crime ambiental, por maus tratos de animais.

Fonte: G1/MS

A Escola Estadual Dorcelina Oliveira Folador irá celebrar os 40 anos de MS com atividades artísticas, culturais e científicas com feiras, mostras, exposições, festivais entre outros, e acontecerá hoje (quarta-feira) com início às 18h40min nas dependências da escola.

A Diretora da escola convida toda a população para prestigiaram o evento.

Enfurecida porque o marido, de 40 anos, não estava mantendo relações sexuais, uma jovem de 25 anos acabou esfaqueando o companheiro na noite desta quarta-feira (27), em Campo Grande

Segundo informações, a mulher teria esfaqueado o marido na axila. A motivação para o crime seria o fato da vítima não manter relações sexuais com ela. Conforme informações, o homem foi levado para o hospital com forte hemorragia, onde permanece internado em observação.

Ainda de acordo com informações, esta seria a segunda passagem na polícia da jovem pelo mesmo motivo. Ela já teria esfaqueado um companheiro anterior por também não manter relações sexuais com ela.

Fonte: Midiamax

Hamilton Lessa Coelho, 69 anos, morreu após sofrer um acidente por volta das 20 horas de ontem (21), no quilômetro 670, da rodovia BR-267, em frente a fazenda "Anay", em Porto Murtinho, fronteira com o Paraguai.

O produtor rural conduzia uma caminhonete, quando bateu em um tamanduá que atravessava a pista e perdeu o controle da direção. De acordo com o Dourados News, o veículo bateu em uma árvore e ficou completamente destruído.

A vítima ficou presa entre as ferragens, recebeu atendimento do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Fonte: Topmidianews

PRF orienta motoristas a terem atenção em trecho de rodovia

 

Equipes de bombeiros da Capital e do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) foram enviados para Ribas do Rio Pardo para tentar controlar um incêndio de grandes proporções na região. O incêndio atinge uma plantação de eucaliptos, que fica na fazenda Boi Preto. O grupo foi deslocado no final da tarde desta quarta-feira (13) e não há informações da causa do incêndio.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) de Água Clara foi acionada para orientar os motoristas que passam pela BR-262, sentido leste/oeste, um dos caminhos para São Paulo.

A polícia ainda orienta que os condutores dirijam com cuidado na área de Ribas do Rio Pardo e Água Clara e, em caso de baixa visibilidade, recomenda que o motorista aguarde as condições melhorarem.
Conforme as informações da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Famíliar), a Reflore/MS já teria mobilizado equipe de combate a incêndios florestais para o local.

Imagens da fumaça que pode ser vista a quilômetros de distância são registradas por moradores da cidade. A fazenda consumida pelas chamas pertence ao empresário Mário Celso Lopes, ex-sócio da Eldorado Brasil.

Fonte: Midiamax

Pagina 1 de 3

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top