Salvar

Salvar

Nova Andradina (86)

Crianças tentaram sair do Lar Alternativo São José, em Nova Andradina e mobilizaram o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e o Conselho Tutelar, na noite desta quinta-feira (21).

De acordo com o apurado pela reportagem, três crianças, sendo uma de 12 anos e as outras duas de oito anos, subiram no telhado do Lar Alternativo, na tentativa de deixar a casa.

As equipes foram acionadas pelos funcionários do Lar. Os menores conseguiram descer do telhado sozinhos e ninguém ficou ferido. Não se sabe o que motivou a ação das crianças.

Mais cedo, por volta das 11h, equipe da PMR (Polícia Militar Rodoviária) da base operacional do Vale do Ivinhema, capturou outras duas crianças, que fugiram do Lar. Uma de 11 anos e outra de 8 anos.

Segundo a polícia, elas seguiam pela rodovia MS-134 sentido Nova Andradina a Batayporã. Chegou a correr dos policiais, mas foram capturadas e entregues ao Conselho Tutelar.

Fonte: Jornal da Nova

O crime aconteceu em uma Igreja na rua Walter Hubacher, região central

 

Ladrões furtaram dinheiro de uma Igreja, localizada na rua Walter Hubacher, centro de Nova Andradina. O ato criminoso ocorreu na noite de quarta-feira (20).

Por volta das 21h50, saíram todos do culto e combinaram de retornar uma hora depois, para irem até o município de Batayporã, para um evento de oração.

Neste período de tempo, a porta principal do templo foi arrombada, assim como os cofres da Igreja, que ficam localizados na livraria, e os criminosos levaram toda a quantia que estavam dentro deles, deixando apenas algumas moedas no chão.

A reportagem do Jornal da Nova apurou, que a quantia levada pelos meliantes ultrapassa o valor de R$ 10 mil.

A Perícia Criminal e Papiloscópica estiveram no local, há digitais dos bandidos na vidraça da Igreja. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina.

Após ser internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Cassems em Dourados, Margarida de Souza Lopes de 90 anos, vítima de dois assaltos e agressões na semana anterior, recebeu alta na manhã desta segunda-feira (18) e está em casa.

Os filhos Delson e Sônia Lopes conversaram com exclusividade com o site local. Delson conta que desde o primeiro assalto, a mãe ficou traumatizada. Na segunda vez foi pior, em virtude das agressões feitas a ela e a sua outra filha, de 54 anos, que tem deficiência mental.

“No momento do assalto, a pessoa que cuidava dela não estava. Então, minha irmã foi ameaçada com faca e a minha mãe estava deitada. O criminoso a pressionou na cama, subiu no joelho, no peito e desferiu socos no rosto dela. A crueldade foi tanta que houve afundamento no maxilar e na região dos olhos”, relembra.

O filho disse ainda que ao chegar em Dourados na quinta-feira passada, foi direto para a UTI, onde permaneceu até domingo (17). Depois foi para o quarto e finalmente, foi liberada para continuar a recuperação na sua residência.

Delson informou ainda que a mãe teve pesadelos e a noite pede para fechar a porta do quarto porque teme que o ladrão entre. “Ela fica falando a noite inteira: ele vai roubar meu botijão de gás, minhas panelas. Ela quer se mudar daqui, não quer mais ficar nesta casa”, relata.

A filha Sônia disse que a mãe ainda precisa de alguns cuidados especiais. “Ele não pode caminhar, precisa de cadeira de rodas e corre o risco de ter um derrame. A gente fica com o coração apertado, não sabe o que faz. Ela fazia as coisinhas dela sozinha, cozinhava e andava, agora vamos ter que ajuda-la em tudo”, alega.

Na opinião dos familiares, as autoridades competentes não tomaram as providências cabíveis neste caso. “O Direitos Humanos e nem o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa estiveram aqui para ver se ela precisa de alguma coisa. Os bandidos parecem que têm mais direitos que a nós, pessoas de bem”, diz inconformada.

Fonte: Jornal da Nova

Ação foi realizada pela PMR de Presidente Prudente (SP)

 

Policiais da PMR (Polícia Militar Rodoviária) de Presidente Prudente (SP) apreenderam, por volta das 17h deste domingo (18), uma carreta com placas de Nova Andradina carregada com maconha em fundo falso. Veículo está carregado com 30 toneladas de milho a granel e o motorista foi preso.

Conforme corporação repassou a informação ao Jornal da Nova, durante o desenvolvimento de ações fiscalizadoras de combate ao tráfico de drogas e demais ilícitos penais, a equipe TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) deu sinal regulamentar de parada ao veículo Scania/R-124, cor branca, com placas de Maringá (PR), que tracionava o semirreboque Randon, com placa de Nova Andradina, e ao realizar a abordagem, durante entrevista preliminar, o condutor apresentou grande nervosismo e respostas desencontradas, o que motivou a uma busca minuciosa no veículo, sendo localizado grande quantidade de "maconha" homiziado em um fundo falso no assoalho do semirreboque.

Ainda segundo a PMR, o veículo encontra-se carregado com aproximadamente 30 toneladas de milho a granel. Ainda não foi possível estimar o peso, pois a droga está sendo retirada do veículo.

A ocorrência será apresentada na Delegacia de Polícia Federal de Presidente Prudente (SP).

Fonte: jornal da Nova

Residência voltou a ser alvo de denúncias no 190 da PM

 

Crentinho como é conhecido, foi preso mais uma vez por tráfico de drogas por volta da 1h30 deste sábado (16), em sua residência na avenida Ivinhema, região do bairro São Vicente de Paula, em Nova Andradina.

Eduardo Nascimento Santos de 22 anos, foi preso pela Força Tática do 8º Batalhão de Polícia Militar no último dia 31 pelo crime de tráfico de drogas, sua companheira também foi autuada por dano a patrimônio público e ameaça aos policiais militares.

Após novas denúncias no 190 da Polícia Militar, a equipe comandada pelo Capitão Vieira, foi até ao local e observou grande movimentação de usuários de entorpecentes entrando e saindo à todo momento da residência de Eduardo.

Ante o estado de flagrância a equipe policial adentrou ao local sendo encontrada no interior da residência a pessoa citada na denúncia, ou seja, Crentinho. Na busca pessoal nada de ilícito foi encontrado, entretanto, em vistorias pelo imóvel foi localizado sobre a cama um prato com vários pedaços de sacos plásticos os quais eram utilizados para o preparo da droga, duas velas acesas, um caderno com anotações sobre a contabilidade do tráfico de drogas, uma faca de cozinha, uma tesoura, R$ 70 e um pote de fermento contendo oito paradinhas de crack e uma porção de maconha. Aos policiais o acusado disse que vendia cada paradinha a R$10.

A ocorrência de tráfico de drogas foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil, onde a autoridade de plantão autuou Crentinho em flagrante.

Material entorpecente, dinheiro e caderno com anotações referente ao tráfico de drogas foram apreendidos – Foto: Jornal da Nova

Rogério Aparecido de Araújo Alves de 27 anos, natural de Batayporã, foi preso no início da tarde desta quarta-feira (13), acusado de assaltar e agredir uma idosa de 90 anos, moradora na rua Sete de Setembro, região central de Nova Andradina, na noite de ontem. Ele confessou o crime aos policiais militares da Força Tática no momento da prisão que aconteceu no pátio do Posto Tigrão em Batayporã.

A reportagem do site local acompanhou a prisão e perguntou ao suspeito por qual razão ele agrediu a idosa, respondeu que ela tinha gritado no momento do assalto. Perguntado se tinha entrado na casa dela na madrugada de segunda-feira (11), entrou em várias contradições.

Uma camiseta com manchas de sangue, utilizada no momento do delito, foi apreendida.

O dinheiro levado por ele não foi localizado. Familiares da vítima acompanha a ocorrência.

A idosa machucada foi socorrida pela equipe do Samu 192 na noite de ontem até ao Hospital Cassems, onde permanece internada, com ferimentos graves no olho, onde levou um soco do acusado.

A ocorrência da prisão do suspeito foi encaminhada a Delegacia de Polícia Civil, que irá investigar o caso.

Fonte: Jornal da Nova

Entre os trabalhadores desligados estão seis haitianos

 

Exatamente um mês após anunciar a abertura de 18 vagas de emprego nas funções de ajudante de produção e operadores de máquinas, a JBS Couros unidade Nova Andradina demitiu nesta segunda-feira (11) cerca de 45 funcionários, entre eles, seis trabalhadores haitianos.

A reportagem entrou em contato com o departamento de recursos humanos para saber mais detalhes sobre os cortes de trabalhadores, via telefone. Por duas vezes, foi informado que a pessoa responsável não se encontrava no setor e, posteriormente, retornaria as ligações.

Até às 17h, a empresa não havia se pronunciado oficialmente sobre as demissões.

Uma fonte disse a reportagem que a empresa poderá trabalhar somente em um turno, por isso as demissões.

Inspeção de deputados que investigam irregularidades fiscais na JBS virá a Nova Andradina nesta quarta

Em meio às demissões e o clima de incertezas, a unidade do frigorífico JBS em Nova Andradina irá receber, na próxima quarta-feira (13), os deputados estaduais da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura irregularidades fiscais e tributárias em Mato Grosso do Sul.Nesta mesma data, a comissão visita Naviraí.

As unidades fazem parte da primeira fase da investigação dos parlamentares. A CPI foi constituída para investigar a denúncia realizada pelos executivos da JBS, Joesley Mendonça Batista, Wesley Mendonça Batista e Ricardo Saud, do pagamento de diversas notas fiscais ‘frias’ emitidas por pessoas físicas ou jurídicas entre os anos de 2010 a 2017, sem o devido fornecimento de bens ou serviços, em contraprestação à suposta concessão indevida de benefícios fiscais pelo Estado de Mato Grosso do Sul.

Fonte: Jornal da Nova

Mulher seguia pela estrada cascalhada quando houve o acidente

 

Um veículo modelo Chevrolet/Tracker, com placas de São José do Rio Preto (SP), saiu da estrada e capotou, na MS-276, trecho não pavimentado que liga as cidades de Nova Andradina e Batayporã.

O acidente ocorreu no início da tarde desta sexta-feira (8), e a condutora do veículo, de 23 anos, natural de Dourados, mas atualmente morando em São José do Rio Preto (SP), seguia sozinha e ficou ferida.

Segundo informações apuradas no local, a mulher perdeu o controle da direção do veículo, provavelmente devido a grande quantidade de poeira na estrada, em seguida, capotou às margens da estrada, aproximadamente dois metros abaixo do nível da via. O veículo atravessou uma pequena vegetação, quebrou uma cerca de arame e parou em uma propriedade particular.

A vítima conseguiu sair do carro, ela teve ferimentos na cabeça e escoriações pelo corpo, uma equipe do Corpo de Bombeiros de Nova Andradina socorreu e a encaminhou até o Hospital Regional.

A PMR (Polícia Militar Rodoviária) foi acionada e atendeu a ocorrência. O automóvel ficou bastante avariado. A jovem seguia para sua cidade natal onde mora seus familiares.

Fonte: Jornal da Nova

Procedimentos foram realizados pela equipe de ortopedia, comandada por Omar Miguel, na quinta-feira passada (31), em dois pacientes

Pouco mais de 100 dias após o Hospital Cassems de Nova Andradina reinaugurar as novas instalações do Pronto Socorro, centro cirúrgico, e outros investimentos em infraestrutura e serviços, a instituição hospitalar realizou as duas primeiras cirurgias de quadril, consideradas de alta complexidade em ortopedia.

O procedimento cirúrgico foi realizado na última quinta-feira (31), pela equipe médica comandada pelo Dr. Omar Miguel, com a colaboração do anestesista João Luiz Rosembaun Filho, que veio de Naviraí especialmente para a cirurgia, além de enfermeiros e auxiliares.

A reportagem do Jornal da Nova conversou com os pacientes nesta segunda-feira (4), horas antes de receberem alta médica e irem para casa e também com o médico responsável pelo procedimento inédito no Cassems. O clima é de total satisfação com os resultados alcançados.

Paulo Sérgio Ribeiro de 42 anos, contou que praticava atletismo e começou a sentir dor há um ano e meio. Ele corria até 10 km todos os dias e resolveu parar com a atividade. Em consulta com Dr. Omar, descobriu que teve uma necrose asséptica na cabeça do fêmur que pode ter sido causada por um lesão mal curada ou por hereditariedade. No seu caso, o paciente não soube precisar o motivo.Paciente Paulo Sérgio Ribeiro e Dr. Omar Miguel – Foto: Jornal da Nova

A escolha da prótese de cerâmica polietileno se deu, especificamente, para que pudesse continuar a praticar esportes, já que este material tem menor risco de fraturas e suporta alguns impactos. O ortopedista explica que foi introduzida uma prótese femural no lado esquerdo. No lado direito, houve a necessidade de um procedimento cirúrgico menos agressivo, com uma descompressão.

Após cinco dias, ele já está indo embora para casa e caminhando. A fisioterapia deve ser iniciada amanhã. O prazo para a recuperação completa é de 45 dias.

“Hoje, o paciente já anda e está autorizado a deambular. Tem mais dor do lado não operado do que na prótese. O procedimento vai possibilitar que tenha uma vida quase normal, com algumas restrições. Só não estará melhor porque do lado direito, a médio ou longo prazo terá que se submeter a nova cirurgia para colocação de uma prótese igual a esta já implantada”, avalia o médico.

O especialista disse ainda que foram explicados os riscos inerentes ao procedimento, todas as intercorrências que poderiam acontecer e ele optou por operar no Cassems, porque verificou que reunia as condições adequadas para fazer tão procedimento. Ambos os pacientes foram submetidos a avaliação médica antes das cirurgias, com exames cardiológicos, anestésicos e de condições clínicas gerais.

Enfermeira Tatiane Negri, paciente Paulo Sérgio Ribeiro e Dr. Omar Miguel – Foto: Jornal da Nova

“Fui muito bem tratado pelas enfermeiras e recepção. O Dr. Omar é humano. Desde a primeira consulta me passou uma tranquilidade e confiança incríveis. Do momento que entrei nas portas do hospital e fiz a prótese não senti dor nenhuma. Sei que agora correr nunca mais, mas poderei andar de bicicleta e outras atividades mais leves. São poucas as restrições, vou levar uma vida tranquila”, disse otimista Paulo Sérgio com a pronta recuperação.

O segundo paciente que passou por cirurgia sofria com uma infecção crônica no fêmur e apresentava um quadro ainda mais grave. É Ilmar Valter Kasukat de 54 anos, irmão do ex-vereador, Irineu Frederico Kasukat, o Alemão.

O paciente ficou paraplégico devido a uma sequela ocasionada por arma de fogo na coluna desde criança. Há alguns anos sofreu uma queda no membro inferior esquerdo e uma osteomelite crônica, onde foram feitos múltiplos procedimentos anteriormente e a doença foi curada. No entanto, houve um recrudescimento desta osteomelite, que foi tratada por alguns meses com antibiótico, porém, sem sucesso.

Foi então, que Ilmar procurou o auxílio do Dr. Omar, onde foi diagnosticado que o fêmur proximal até o quadril estava completamente comprometido pela osteomelite e osteoporose. Segundo o médico, a melhor opção foi a realização de uma resseção ampla do fémur, sem a amputação. “Foi aberta a coxa e executada a ressecção de 1/3 do fêmur. Observamos também que dentro da coxa tinha um abscesso que dissecava toda a coxa até o joelho. Isso deixaria a condição clínica do paciente ruim. Logo no primeiro momento que o procedimento foi concluído, a condição do paciente no pós operatório melhorou bem e foi assim continuamente”, observou o especialista.

Dr. Omar Miguel, enfermeira Tatiane Negri, paciente Ilmar Valter Kasukat e seu irmão ex-vereador Alemão – Foto: Jornal da Nova

O cadeirante agradeceu Dr. Omar e ressaltou a confiança que tem no médico, que já tinha sido responsável por procedimento de osteomielite crônica nos calcanhares do paciente, quando ainda atendia no Hospital Regional.

Ele conta que nos últimos oito meses esteve acamado e não tinha ânimo para as atividades diárias em virtude da infecção. Durante os últimos 50 dias tomou antibióticos que não resolveram o problema.

“A gente tem a confiança nele. Fomos na casa dele em busca do seu atendimento e acabou dando certo. No segundo dia depois da cirurgia já amanheci muito mais disposto. Facilitou tudo, a reação do corpo ficou leve. Sem a infecção, estou muito melhor. Dr. Omar fez um trabalho excelente”, elogiou o paciente.

Gerente da Cassems em Nova Andradina, Eliezer Branquinho – Foto: Jornal da Nova

Para a direção do Cassems, a realização desses tipos de procedimentos ortopédicos significam um avanço muito importante para a cidade, não apenas pela comodidade dos pacientes como também pela segurança dos procedimentos. “A finalidade é proporcionar um atendimento mais humanizado, com um conforto maior para os pacientes, segurança e agilidade no atendimento. A estrutura que estamos oferecendo é mais moderna e acolhedora para todos os usuários. Além disso, é muito bom contar com profissionais de excelência como o Dr. Omar e tantos outros que fazem parte do nosso hall de especialidades”, assegura o gerente Eliezer Branquinho.

Alta Complexidade pelo SUS
São consideradas de alta complexidade as cirurgias com grande potencial de sangramento e elevado índice de complicações clínicas e também cirúrgicas.

Atualmente, procedimentos ortopédicos de alta complexidade, como cirurgias de quadril, por exemplo, precisam ser encaminhados para o Hospital da Vida, de Dourados ou a Santa Casa de Campo Grande, porque lá estão os centros de referência em ortopedia estipulados pelo Governo do Estado, que é gestor da alta complexidade na saúde pública.

Fonte: Jornal da Nova

Na tarde de sábado (02), por volta das 14hs, uma equipe de rádio patrulha da Polícia Militar de Nova Andradina foi acionada pela central de comunicação da OPM informando sobre um veículo supostamente abandonado na Rua Santa Catarina, no Bairro Cristo Rei.

Segundo informações de populares, o veículo possuía características de um que havia sido furtado entre a noite de sexta-feira e a manhã deste sábado, no estacionamento do Hospital Regional de Nova Andradina.

De imediato a equipe foi para o local e encontraram o carro estacionado em via pública, e depois de realizada uma checagem no sistema policial constatou-se que o referido veículo tratava-se de produto de furto.

Diante do fato, o veículo recolhido e entregue na Delegacia de Polícia Civil para procedimentos.

Fonte: Nova Noticias

Pagina 1 de 7

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top