Novo Horizonte do Sul (314)

Foi realizada a primeira reunião para tratar da implantação do Projeto Patrulha Mirim no município de Novo Horizonte do Sul com as seguintes autoridades: Prefeito Marcilio Benedito, o presidente da Câmara Municipal Ademir de Oliveira, vereador Delso Benedito, vereador Chiquinho do PT, vereadora Regiane Camargo, vereadora Lucinéia Almeida, capitão Custódio, Sub Tenente Inês, Sub Tenente Rios, Sargento José Luiz, CB Patrulheira Mirim Almeida , Conselho Comunitário de Segurança e o Conselho Tutelar.

O prefeito Marcilio e os vereadores estão muito interessados na implantação deste Projeto em Novo Horizonte do Sul, e A Sub Tenente Inês, de Chapadão do Sul-MS explanou durante a reunião sobre o funcionamento da Patrulha Mirim e quais os procedimentos para implantação em nosso município.

O Projeto Patrulha Mirim visa o bem estar social de crianças e adolescentes, para que no futuro possam ter mais dignidade, competir no mercado de trabalho e ter bom resultados nos estudos.

O responsável pela matrícula é o Sargento José Luiz, que esta fazendo uma pré-seleção para o levantamento de quantos alunos podem ser beneficiados com este projeto. Os pais e ou responsáveis podem fazer as matrículas no 1º GPM de Novo Horizonte do Sul.

O projeto poderá atender crianças e adolescentes entre 9 e 17 anos, totalizando 50 pessoas, 25 no período matutino e 25 no período vespertino, as vagas são para ambos os sexos.

HISTÓRIA DE NOVO HORIZONTE DO SUL


Novo Horizonte do Sul originou-se de vários povos vindos dos quatro cantos do Brasil, para trabalhar em terras do Paraguai, e com o passar dos anos se uniram. Lutando para libertarção da escravidão do Paraguai. Os trabalhadores animados e organizados pelas lideranças de vários grupos das comunidades assumiram a luta pela terra, juntamente com os governos estadual e federal. Iniciaram as negociações com o Incra, ligado ao governo. Este teve papel fundamental na conquista de negociações ao dar assistência as problemáticas de sua competência. As famílias enfrentaram dificuldades para chegar e organizar suas casas no Paraguai, para, posteriormente, enfrentar todo sofrimento no acampamento da cidade de Mundo Novo. Esperaram a negociação da área até que todas as famílias fossem libertas. Aproximadamente entre 1965 e 1980, o governo criou o novo modelo agrícola, incentivando o plantio de soja e de outras lavouras mecanizadas em grandes extensões, alavancando a exportação ao construir a maior hidrelétrica do mundo, a Itaipu.

O modelo econômico e político brasileiro favorecia, somente, os latifundiários donos de capital. Muitas famílias foram ao Paraguai em busca de terras para cultivar e retirar o sustento para a família, entraram aos poucos formando grupos e pequenas vilas, mas sofreram com a opressão e a exploração. Na educação, por exemplo, muitas crianças ficaram sem estudar, pois ensinavam em língua castelhana e, muitas vezes, os brasileiros eram recusados por não fluir a língua. Algumas comunidades se uniam e conseguiam professores brasileiros que ensinavam a leitura e a escrita. A cada três meses, os brasileiros eram obrigados a renovar o permício, que lhes permitia a permanência no Paraguai, mas era caro e muitos não tinham condições de pagar. Continuavam a viver ilegalmente, por isso eram perseguidos e explorados. A terra era fértil, produzia bem, mas, na venda de produtos os preços não eram cotados. Quem trabalhava de arrendatário, entregava grande porcentagem dos produtos aos donos da terra, às vezes até tomavam toda a safra com ameaças. O comércio também era explorador, só conseguiam comprar o indispensável para o sustento e a sobrevivência. Com todos esses problemas e insegurança, a reforma agrária era o sonho de todo brasileiro, Muitas comunidades começaram a lutar para sair do Paraguai, sigilosamente, para que as autoridades paraguaias não descobrissem a ilegalidade. A igreja e alguns políticos apoiavam essa luta.

Em 1977 foi criado o estado de Mato Grosso do Sul, que incorporou a região de Novo Horizonte do Sul. No dia 14 de maio de 1985, cinco líderes foram até Brasília para negociar com o Ministro da Reforma Agrária a situação dos brasileiros ilegais que viviam no Paraguai e que queriam voltar ao Brasil com um lugar para morar. Foram informados de que fora do país nada podiam fazer. Após trinta dias voltaram ao Brasil e fizeram um grande acampamento no Município de Mundo Novo, perto da fronteira, com aproximadamente 800 famílias. O Governo assinou um convênio, mandou alimentação, assistência média e lonas. Mas as famílias das redondezas se ajuntaram ao acampamento formando cerca de 1000 famílias. A área era pequena para tanta gente, faltava higiene, a miséria era presente no local provocando mortalidade, principalmente infantil. As famílias se organizaram em grupos, respeitando sua comunidade de origem no Paraguai, que eram os seguintes: Santa Rosa, Canandu, Cuerpo Christi, Alvorada, Guaivirá, Santa Clara, Figueira, Maracajú, Caarapó, Ponte Kirrá e Guadalupe. Cada grupo tinha sua liderança e comissões. À noite faziam a segurança com rodízio de homens. As lideranças se reuniam freqüentemente com o Incra e outras autoridades. Os grupos de trabalhos, alimentação, saúde e higiene e liturgia celebravam os atos religiosos. Os cadastros de suas famílias eram feitos em Mundo Novo, ainda, com os seguintes critérios: ser casado, ter menos de 60 anos, ter toda documentação em dia, solteiros maiores de 21 anos. A viagem até a fazenda onde receberam suas terras foi sofrida e durou aproximadamente um mês. Situada na Gleba Santa Idalina, da empresa Someco, deram o nome de Gleba Novo Horizonte, porque aqui surgiu uma nova esperança, uma grande mudança, os grupos colocaram-se em localidades estratégicas, onde facilitaria o acesso a água etc. A divisão da área foi programada, lotes com 25 hectares e chácaras com 06 hectares, divididos por sorteio.

Logo o posto de saúde começou a funcionar, trouxeram a rede de energia de alta tensão, construíram barracos que eram salas de aula, depois o Incra construiu escolas de alvenaria que existem aqui, ainda hoje, construiu o Centro Comunitário, para reuniões e festas, as igrejas, e surgiam a Associação dos Trabalhadores Rurais, a CPT, a Comissão Pastoral da Terra. O governo continuou acompanhando o povo e incentivando os mini-projetos. No núcleo urbano, os lotes eram cedidos pelo Incra com uma exigência de construção em 90 dias. Assim, a cidade desenvolveu-se rapidamente. Logo surgiram mercados, bares, salões de baile, lojas, farmácias, açougues, veterinária, bancos, entre outros. Vieram pessoas de variadas classes sociais, a maioria de origem humilde. Muitos aventureiros e curiosos. Os moradores organizaram equipes de futebol, torneios, grandes baiões. A energia elétrica foi rebaixada ao instalar o posto telefônico e a rede de água. A Gleba Novo Horizonte do Sul pertencia ao Município de Ivinhema, Guiraí, Piravevê no Sul do Estado. Com o rápido desenvolvimento, logo surgiu a luta pela emancipação política. Distante de Ivinhema, 58 quilômetros, com estradas sem pavimentação tudo dependia desta. Devido à importância sócio-econômica do assentamento, em 17 de abril de 1992 foi criado o Município de Novo Horizonte do Sul, pela Lei 1.260, sendo instalado em 1 de janeiro de 1993.

 

 

Veja o Video Abaixo

 

Landa Gomes da Silva e seus filhos ficaram apenas com uma televisão, uma centrifuga e as roupas do corpo

O final desta tarde de terça-feira (24) (por volta das 16 horas), foi de tristeza para uma família moradora de Novo Horizonte do Sul, que perdeu tudo em um incêndio. Landa Gomes, estava nos fundos de sua casa localizada na Rua Miguel Vieira próximo ao Centro de Múltiplo Uso, quando percebeu que sua casa estava pegando fogo, e ao adentrar em sua residência o fogo havia se alastrado rapidamente, dando tempo de tirar um de seus filhos que estava sozinho dentro da casa. Tudo foi destruído pelo fogo: móveis, roupas, material escolar, alimentos e todos os documentos pessoais.

"Ficamos apenas com a televisão e uma centrifuga, esta é a pior sensação que uma pessoa pode ter, vendo tudo que conquistou em anos de trabalho ser destruído em poucos segundos, mas graças a Deus eu e meus filhos estamos vivos, vou conquistar tudo outra vez" lamentou Landa.

Populares que chegaram no momento do incêndio tentaram apagar o fogo e a equipe do Corpo de Bombeiros de Ivinhema foi acionada, porém quando chegaram já não restava mais nada.

Segundo informações apuradas pelo portal de notícias ValemsNews o incêndio foi causado por uma criança que estava dentro da casa, pegou um isqueiro e colocou fogo no colchão que rapidamente se alastrou por toda casa.

 

A Prefeitura de Novo Horizonte do Sul, por meio da Gerência de Educação, nesta sexta-feira, dia 20 de abril, entregou aos estudantes da rede municipal de ensino de Novo Horizonte do Sul kit’s escolares. Cada aluno recebeu seu material escolar.

A Prefeitura realizou a entrega dos kits escolares em um ato simbólico, o prefeito de Novo Horizonte do Sul, Marcilio Alvaro Benedito, acompanhado do Gerente de Educação, Mauro Camargo, da diretora da escola municipal, diretora do CEI, Gerentes Municipais, Vereadores, fizeram a conferência dos kits e logo após a entrega.

O objetivo dessa proposta da prefeitura é o de melhorar a educação do município, fornecendo material necessário para o aluno estar mais motivado para as aulas, além de proporcionar economia às famílias do município de Novo Horizonte do Sul.

Foram entregues um total de 960 kits para as escolas.

Confira a composição desses kits:

160 – KIT ESCOLAR 1 – EDUCAÇÃO INFANTIL: Agenda Escolar, Caderno de Cartografia 96 fls (espiral), Tubo de cola, Tesoura sem ponta, Caixa de giz de cera com 12 cores, Apontador com reservatório, Caixa de lápis de cor 12 cores, Lápis preto nº 02, Borracha branca, Caderno de brochura grande.

490 - KIT ESCOLAR 2 – ENSINO FUNDAMENTAL: Régua 30cm, Caderno de Cartografia 96fls (espiral), Tubo de cola, Tesoura sem ponta, Caderno de brochura grande, Apontador com reservatório, Caixa de lápis de cor 12 cores, Lápis preto nº 02, Borracha branca.

280- KIT ESCOLAR 3 – ENSINO FUNDAMENTAL: Régua 30 cm, Caderno de Cartografia 96fls (espiral), Tubo de cola, Caderno de Universitário 10 matérias 200 fls, Apontador com reservatório, Caixa de lápis de cor 12 cores, Lápis preto nº 02, Borracha branca, Caneta azul, Caneta vermelha, Caneta preta.

Fonte: Assessoria

Nesta segunda-feira 23 de abril de 2018, as 19.30 horas sob a presidência do Vereador Ademir de Oliveira (PR) foi realizada a 10ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Novo Horizonte do Sul referente ao ano de 2018, a abertura dos trabalhos iniciou-se com a execução do Hino de Novo Horizonte do Sul, seguido da mensagem bíblica, na sequência foi discutida e aprovada a ata da sessão anterior e feita a leitura das correspondências, sendo a hora do expediente encerrada com o uso da tribuna pela Coordenadora da Comissão de Moradores do Bairro 14 de Junho que discorreu sobre as necessidades do Bairro pedindo o apoio dos vereadores e principalmente a indicação que seria votada na sessão.

Após a apresentação das matérias da Ordem do Dia o Presidente colocou em discussão para aprovação as seguintes proposituras: De autoria do vereador Daniel Alves (PT)- Indicação 019/2018, indicando para que tenha um limite de 2 m do perímetro (cerca) para fazer escavações nas estradas vicinais, a qual foi aprovada. De autoria do vereador Daniel Alves (PT) - Indicação 020/2018, indicando correção da entrada de água do bueiro da rodovia MS 475 , precisamente no KM 18, trecho que liga Novo Horizonte do Sul a Ivinhema-MS, a qual foi aprovada. De autoria do vereador Chiquinho do PT (PT) - Indicação 021/2018, indicando providência para conter água da chuva que desce no Bairro 14 de Junho, a qual foi aprovada. De autoria do vereador Paulão (PSDB) - Indicação 022/2018, indicando para que providencie junto ao orgão competente a sinalização com faixas refletivas para carroça, charretes e outros veículos de tração animal no munícipio, a qual foi aprovada, finalizando a ordem do dia com o uso da palavra pelos vereadores Chiquinho do PT (PT), Professora Regiane (PPS), Daniel Alves (PT), Professora Lucinéia (PDT), Carlitão (DEM) e Paulão (PSDB).

Concluindo os trabalhos legislativos da 10ª Sessão Ordinária de 2018 o Presidente Ademir de Oliveira (PR), agradeceu a presença do publico presente, convidou todos para celebrar o aniversário do municipio participando do show que acontecerá sábado na avenida Marcos Freire, reforçou o convite aos vereadores para a reunião do dia 26 de abril na sala de reuniões da prefeitura municipal para tratar da formação da Patrulha Mirim, convocou os vereadores para a próxima sessão ordinária que será realizada em 07 de maio de 2018 , após rogar a Deus para abençoar os presentes e seus familiares, declarou encerrada a presente sessão.

 

Fonte: Assessoria

 

A tradicional Festa de Peão de Palmital já é um dos maiores eventos de rodeio do estado e uma dos maiores do Brasil, que já tem um destaque de Novo Horizonte do Sul.

Conforme apurou a reportagem, o jovem Júlio Cesar Rodrigues, o Bob da cidade de Novo Horizonte do Sul está entre os finalistas e coloca em evidência o município no cenário nacional de forma positiva, e o jovem Julio Cesar é o grande responsável por essa marca, que a cada dia e competições vem se destacando no esporte de montarias em touros e mostrando para o Brasil o seu potencial e da cidade sul-mato-grossense.


A Festa do Peão de Palmital é no Recinto José Leandro Sobrinho, que se localiza na Avenida Anchieta, próxima ao trevo de Palmital.

Confira uma montaria do jovem Júlio Cesar Rodrigues da cidade de Novo Horizonte do Sul:

 

Fonte: Ivinoticias

O concurso estadual de beleza acontecerá no mês de junho, onde receberá candidatas de todo o estado para disputar a faixa de Miss&Mister Mato Grosso do Sul pelo Bem. A disputa é a mais completa do estado, e contará com as categorias Miss Baby, Mini Miss, Miss Infantil, Miss Teen, Mister Teen Miss Oficial, Mister Oficial, Miss Plus Size.

Destaque no programa Balanço Geral (Tv Record MS), o concurso Miss&Mister Mato Grosso do Sul pelo Bem está a procura de candidatas pelo interior do estado, afim de promover um estadual repleto de toda as culturas e belezas. No dia, o evento contará com a cobertura oficial da TV MS (Tv Record).

Com o lema "Miss pelo Bem", o concurso vem se tornando um dos mais conceituados no estado de Mato Grosso do Sul, com suas ações sociais em prol de pessoas e instituições carentes. Em dois meses de funcionamento, o projeto arrecadou e doou quase duas toneladas de alimentos, além de ajudar casas de idosos e lares de reabilitação de viciados em drogas.

Diversas cidades promovem seus concursos municipais, como Dourados, Nova Andradina e Deodápolis, porém muitas cidades não realizam seus concursos municipais de beleza, e para conseguir abranger esses municípios, a organização do concurso está a procura de candidatas e candidatos para serem coroados como representantes de suas cidades, e disputar o estadual.

"Vamos promover um concurso fantástico, com confinamento, provas técnicas, aulas de auto maquiagem, sessão de fotos, além de entrevistas com as emissoras de TV que farão a cobertura do evento. Nosso concurso é franqueado ao Miss Teen Brasil, que é o melhor concurso de crianças e adolescentes do Brasil, além de ter uma parceria muito firme com o Miss Brasil Latina, onde a vencedora da categoria oficial irá representar o estado em Recife (Pernambuco). Convido a todos para conhecer nossa plataforma www.facebook.com/misspelobem " Disse o coordenador estadual Angelo Mariano.

AS inscrições e informações podem ser tiradas via e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pela página www.facebook.com/misspelobem, além do numero de whatsapp 67 99901-6996 com a Dani Chaves ou 67 99637-8017 com a Abigail.

Link do vídeo institucional do concurso

https://www.facebook.com/angelo.oliveira.9/posts/1221016774697617?notif_id=1522941963711185¬if_t=feedback_reaction_generic&ref=notif

 

 

Nesta segunda-feira 16 de abril de 2018, as 19.30 horas sob a presidência do Vereador Ademir de Oliveira (PR) foi realizada a 9ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Novo Horizonte do Sul referente ao ano de 2018; a abertura dos trabalhos iniciou-se com a execução do Hino de Novo Horizonte do Sul, seguido da Oração do Pai Nosso, na sequência foi discutida e aprovada a ata da sessão anterior.

Passando para hora do expediente o Secretário Paulão (PSDB) fez a leitura das correspondências, seguido da leitura do expediente com a mensagem ao Projeto de Lei Complementar 001/2018 que altera a tabela 3.1.0 da Lei Complementar de n. 66 de 2015, mensagem ao Projeto de Lei Ordinária n. 003/2018 que dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para o exercício de 2019, encerrando o expediente o Presidente despachou cópias dos ofícios 69/70/71/72 do Poder Executivo Municipal em respostas a indicações do vereador Paulão, vereador Ademir e vereadora Professora Regiane, finalizando com o encaminhamento do Projeto de Lei Complementar 001/2018 e do Projeto de Lei Ordinária 003/2018 as comissões CCJ e CFF para as devidas análises.

Depois de apresentadas as matérias da Ordem do Dia o Presidente colocou em discussão para aprovação as seguintes proposituras: De autoria do vereador Paulão (PSDB), Ademir (PR) e Delso (PSDB) a Indicação nº 18/2018 solicitando reajuste salarial para todos os servidores públicos municipais a qual foi aprovada por todos vereadores. Em segundo turno o Projeto de Lei Ordinária nº 002/2018 que dispõe sobre o Serviço Familia Acolhedora, o qual foi aprovado. Terminada a votação das matérias, com breves discursos fizeram uso da palavra na Tribuna da Ordem do Dia o vereador Chiquinho do PT (PT) e a Vereadora Professora Regiane (PPS).

Concluindo os trabalhos legislativos da 9ª Sessão Ordinária de 2018 o Presidente Ademir de Oliveira (PR), agradeceu a presença de cada vereador que depois de um dia exaustivo de reunião compareceram a sessão, em seguida através de um breve relato, relembrou a passagem de Marcio Rogerio Camargo (Jacaré) irmão da vereadora Professora Regiane , após rogar a Deus para confortar a familia, convocou os vereadores para a próxima sessão ordinária que será realizada em 23 de abril de 2018 e declarou encerrada a presente sessão.

Veja na Integra a 9º Sessão Ordinária da Camara Municipal de Novo Horizont do Sul, realizada na noite desta segunda-feira (16).

 

Fonte: novohorizontedosul.ms.leg.br

Os Professores da rede Municipal de Ensino do Municipio de Novo Horizonte do Sul terão seus vencimento base reajustados em 7% retroagidos a partir de 1º de janeiro de 2018. A proposta foi aprovada na Câmara Municipal de Novo Horizonte do Sul nesta segunda-feira (09).

De acordo com o Presidente da Câmara , vereador Ademir de Oliveira (PR) a matéria, enviada pela Prefeitura, foi aprovada durante a 8ª Sessão Ordinária, em caráter de urgência (com dispensa da tramitação normal). A aprovação foi o resultado de consenso entre as lideranças partidárias, lider do prefeito e vereadores que reuniram durante o dia, e manifestaram apoio à causa dos professores.

Já na sessão durante a noite no Plenário da Câmara Municipal, os vereadores aprovaram por unanimidade, o Projeto de Lei Complementar nº 001/2018, de 28 de março de 2018 que rejusta o piso salarial sobre o vencimento base dos professores da rede municipal de ensino de Novo Horizonte do Sul, a medida garante a correção salarial em 7% com efeitos retroativos a 1º de janeiro deste ano.

Fonte: Assessoria

É com pesar que a UNIPAX comunica o falecimento do Sr. FRANCISCO ALVES GUIMARÃES, conhecido como Chicão, seu corpo está sendo velado na Capela da UNIPAX, seu sepultamento será no cemitério municipal, nesta quarta-feira, com horário a ser definido pela família.

Aos seus familiares e amigos, o portal de noticias ValemsNews e a UNIPAX, manifesta profundo respeito e rogando a Deus traga conforto aos corações enlutados. Desejamos que a paz, o consolo e a força da fé reinem no meio de todos, primando o amor a Deus sobre todas as coisas para que a Senhora Tereza Gomes dos Santos descanse em paz.

Pagina 6 de 23

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top