Novo Horizonte do Sul (314)

Marcílio Benedito e Onevan expuseram a Reinaldo Azambuja as principais reivindicações do município

O vice-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado estadual Onevan de Matos (PSDB), acompanhou, nesta última semana, o prefeito Marcílio Álvaro Benedito em audiência com o governador Reinaldo Azambuja, na qual apresentaram reivindicações em favor de Novo Horizonte do Sul.

Pauta – Marcílio e Onevan expuseram ao governador e parte de sua equipe de trabalho as principais dificuldades de Novo Horizonte do Sul, destacando a necessidade da realização de parcerias entre o Estado e o Município em favor da população.

“Pedi o apoio do deputado estadual Onevan de Matos para, juntos, apresentarmos alguns projetos na área de infraestrutura e a instalação de duas pequenas indústrias para a geração de empregos em nosso município. Estou bastante confiante”, explicou o prefeito Marcílio Benedito.

Erosão – O prefeito de Novo Horizonte do Sul também apresentou alguns dados sobre os problemas de erosão que o município tem enfrentado, especialmente durante as chuvas torrenciais de verão, que acarretam o fechamento de estradas e prejuízos na zona rural.

“O Marcílio é um prefeito muito competente, que sabe das necessidades da população e não mede esforços para angariar mais investimentos para o município. O governador Reinaldo Azambuja recebeu com bastante atenção os pleitos que apresentamos, de modo que estou esperançoso para a consolidação de parcerias em favor de Novo Horizonte do Sul”, declarou o deputado estadual Onevan de Matos.

Fonte: ASSECOM

O 8º Batalhão de Polícia Militar de Nova Andradina por meio dos policiais lotados no Grupamento de Novo Horizonte do Sul, cumpriu na terça (03) dois mandados de prisão em desfavor de dois indivíduos do sexo masculino com idades de 33 e 42 anos.
A equipe de rádio patrulha realizava rondas quando encontraram com homem em atitude suspeita. Após abordagem e checagem da documentação pessoal, foi constatado que contra o mesmo havia um mandado de prisão a ser cumprido.

O outro mandado foi cumprido após o analista judiciário do fórum da comarca de Ivinhema solicitar apoio para executar o mandado de prisão expedido pela 2ª vara de família e sucessões e acidente do trabalho da comarca de Cascavel-PR.

Os procurados não ofereceram resistência aos policiais, que conduziram os procurados para a Delegacia de Ivinhema, onde foram apresentados para o cumprimento das medidas.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do 8º BPM

 

Em sessão solene realizada na noite desta quarta-feira (27) os vereadores de Novo Horizonte do Sul homenagearam Soldados da Policia Militar com a entrega de Moção de Aplauso e Congratulação por ato de bravura.

Estiveram presentes prestigiando o evento Tenente Lunardo representando o comandante do 8º Batalhão da Policia Militar de Nova Andradina Tenente Coronel Josafá Pereira Dominoni, o comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Ivinhema Major Pablo Diego Barros de Jesus e o Prefeito Municipal de Novo Horizonte do Sul Marcilio Alvaro Benedito.

Na ocasião foram entregues as Moções de Congratulações e Aplausos aos integrantes da Policia Militar Solado Romulo Henrique Venturim, Soldado Alison Augusto Costa Simões, Cabo Sergio Canhete de Barros e o 3º Sargento José Luiz dos Santos pela notável dedicação e empenho na operação realizada no dia 12 de fevereiro do corrente ano.

A Sessão foi presidida pelo vereador Ademir de Oliveira, sendo a mesa composta pelo vereador Delso Alvaro Benedito, vereadora Professora Regiane Camargo, vereadora Professora Lucinéia, vereador Chiquinho do PT e vereador Izequiel entre outras autoridades.

Clique no link abaixo e relembre o Caso

http://www.valems.com.br/noticias/item/3313-caminhao-de-boi-cai-em-cratera-na-ms-475-em-novo-horizonte-do-sul-veja-o-video-do-resgate

 

No município de Novo Horizonte do Sul, um trabalho vem chamando atenção e uma área que não era produtiva, próximo ao centro da cidade se transformou em uma horta, ação esta que gera renda e vem melhorando a alimentação dos moradores do município.

Conforme apurou a reportagem, Afonso Pissitelli Neto é o produtor da horta praticamente urbana, que fica na chácara do Wagner na linha Santa fé 547, sendo que o espaço tem seis mil metros e produz mais de 10 tipos de hortaliças, com destaque para a produção de morangos, que mesmo sem muita cultura na região o produtor investiu neste cultivo.

O ex-funcionário público do município de Novo Horizonte do Sul, iria retornar para o estado do Paraná, mas resolveu tentar a produção de hortaliças no munícipio, mesmo sem nenhum incentivo do poder público, há seis meses vem dando ótimos resultados, além de atender a população do município e gerar renda para outro companheiro de Afonso, o senhor Roseni de Jesus Correa, o popular Paraguai.

Paraguai usa seu carrinho para vender as verduras pela cidade (Foto: Ivinoticias)

O produtor Afonso explica que vende suas hortaliças na chácara, mas fez uma parceria com Paraguai que vende os legumes, verduras e frutas como jiló, rúcula, alface, almeirão e morango no seu carrinho, pelas ruas da cidade, ou na feira da lua.

ANIMADO

Afonso destaca que sua horta tem o sistema de irrigação de gotejamento, sobre o plantio de morangos, gostou muito do resultado e para o próximo ano serão plantados 20 mil mudas de morangos, sendo que neste ano foram cerca de 5 mil pés da fruta, além de uma área para plantão de acerola.

Os cuidados com os canteiros são destaques, o produtor cobriu o solo com cobertura de plástico opaco com furos para o morangueiro, para ajudar a controlar as plantas invasoras e para impedir que os morangos fiquem em contato direto com o solo, sendo assim as frutas apresentam mais alta concentração de açúcar, flavonoides e antocianinas, além de não ser contaminado.

Fonte: Ivinoticias

Nesta segunda-feira 25 de junho de 2018, às 19.30 horas sob a presidência do Vereador Ademir de Oliveira (PR) foi realizada a 16ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Novo Horizonte do Sul referente ao ano de 2018, a abertura dos trabalhos iniciou-se com a execução do Hino de Novo Horizonte do Sul, seguido da mensagem bíblica.

Na sequência foi discutida e aprovada a ata da sessão anterior, passando para hora do expediente com a leitura de correspondência, seguida da leitura das justificativas ao Projeto de Resolução nº 2, de 19 de junho de 2018, de autoria do Legislativo, que Dispõe sobre a alteração e adequação da Estrutura Administrativa da Câmara Municipal de Vereadores e dá outras providências e ao Projeto de Resolução nº 3, de 19 de junho de 2018, de autoria do Legislativo, que Dispõe sobre a Alteração, adequação e consolidação do Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos dos Servidores da Câmara Municipal de Novo Horizonte do Sul (PCCVS/CMNHS); estabelece os quantitativos de cargos, define os vencimentos, e dá outras Providências, finalizando a hora do expediente o Presidente em despacho encaminhou os projetos de resoluções citados acima para deliberação das comissões competentes.

Passando para ordem do dia foi discutido, votado e aprovado em segundo turno o Projeto de Lei nº 4/2018 que autoriza o Poder Executivo a firmar Convênio com a Associação Beneficente de Novo Horizonte do Sul, Hospital e Maternidade Novo Horizonte, também foi aprovada a Indicação 032/2018 de autoria do vereador Paulão indicando para que providencie o termino da implantação de iluminação pública no canteiro central da Avenida João Camargo Sobrinho

Após a leitura do Ato Convocatório nº 04 de 20 de junho de 2018 para Sessão Solene que será realizada dia 27 de junho de 2018 as 19.30 horas no Plenário José Maria Augustinho e o Ato Convocatório nº 05 de 25 de junho de 2018 para eleição da mesa diretora para o biênio 2018/2020 que será realizada em sessão ordinária no dia 02 de julho de 2018 as 19.30 horas em forma de escrutínio aberto na forma do art. 58 do Regimento Interno, o Presidente declarou encerrado os trabalhos e a presente sessão.

Veja na Integra a 15ª Sessão da Camara Municipal de Novo Horizonte do Sul

 

 

 

Fonte: Assessoria

Aconteceu na manhã de quinta-feira, dia 14 de junho, em Novo Horizonte do Sul o 2º Desfile em comemoração ao 33º do Assentamento, uma realização da Prefeitura de Novo Horizonte do Sul através da Gerência Municipal de Educação, Esporte, Cultura e Lazer.

O lindo evento reuniu várias pessoas que fazem parte da história da origem de Novo Horizonte do Sul, reuniu também alunos, professores, coordenadores, diretores, motoristas, serventes merendeiras, inspetor escolar, brasiguaios pioneiros, os vereadores, gerentes municipais, as diretoras das escolas, a Secretaria de Educação de Jateí Eli Teixeira, Marcos Estrada que esta no município realizando um trabalho sobre os brasiguaios, a TVE de campo grande, policia militar, bombeiro, população em geral e personalidades que fazem parte desta conquista.

 

O Prefeito Marcilio Alvaro Benedito agradeceu a presença de todos no evento, parabenizou os brasiguaios responsáveis pelo nosso município, ao qual ele se sente filho.

Blocos que fizeram parte do desfile: Os brasiguaios pioneiros, chegada dos brasiguaios em Mundo Novo, Luta pela reforma agrária, os desbravadores, paródia: União do Povo, bloco Cidade de Lona, alunos da Escola de Educação Especial Renascer – APAE fizeram uma homenagem aos 1ºs professores do Assentamento da Gleba Novo Horizonte, participaram também os alunos da Escola Municipal Professor Eduardo Pereira Calado e Centro de Educação Infantil – CEI Creche Luan Kaiber Miranda abrilhantou o evento revivendo um momento muito marcante na história dos BRASIGUAIOS Cantaram o BAIÃO DAS COMUNIDADES, acompanhados dos professores, monitores e equipe pedagógica. Os alunos representaram as comunidades de origem e se caracterizaram com crachá representando os líderes das respectivas comunidades, bem como também representaram os soldadinhos que lembraram a segurança do acampamento.

O município foi presenteado com uma belíssima apresentação da Banda Marcial Raio de Luz de Jateí – MS.


NOVO HORIZONTE DO SUL
Novo Horizonte do Sul originou-se de vários povos vindos dos quatro cantos do Brasil, para trabalhar em terras do Paraguai, que com o passar dos anos se uniram, lutando para libertação da escravidão do Paraguai.

Os trabalhadores animados e organizados pelas lideranças de vários grupos das comunidades assumiram a luta pela terra, juntamente com os governos estadual e federal. Iniciaram as negociações com o INCRA, ligado ao governo que teve papel fundamental importância na conquista de negociações ao dar assistência às problemáticas de sua competência.

As famílias enfrentaram dificuldades para chegar e organizar suas casas no Paraguai, para, posteriormente, enfrentar todo sofrimento no acampamento da cidade de Mundo Novo.

Esperaram a negociação da área até que todas as famílias fossem libertas.

Muitas famílias foram ao Paraguai em busca de terras para cultivar e retirar o sustento para a famílias entraram aos poucos formando grupos e pequenas vilas, mas sofreram com a opressão e a exploração.

Na educação, por exemplo, muitas crianças ficaram sem estudar, pois ensinavam em língua castelhana e, muitas vezes, os brasileiros eram recusados por não fluir a língua. Algumas comunidades se uniam e conseguiam professores brasileiros que ensinavam a leitura e a escrita. A cada três meses, os brasileiros eram obrigados a renovar o permício, que lhes permitia a permanência no Paraguai, mas era caro e muitos não tinham condições de pagar e assim continuavam a viver ilegalmente, por isso eram perseguidos e explorados.

A terra era fértil, produzia bem, mas, na venda de produtos os preços não eram cotados. Quem trabalhava de arrendatário, entregava grande porcentagem dos produtos aos donos da terra, às vezes até tomavam toda a safra com ameaças. O comércio também era explorador, só conseguiam comprar o indispensável para o sustento e a sobrevivência.

Com todos esses problemas e insegurança, a reforma agrária era o sonho de todo brasileiro, muitas comunidades começaram a lutar para sair do Paraguai, sigilosamente, para que as autoridades paraguaias não descobrissem a ilegalidade. A igreja e alguns políticos apoiavam essa luta.

Em 1977 foi criado o estado de Mato Grosso do Sul, que incorporou a região de Novo Horizonte do Sul. No dia 14 de maio de 1985, cinco líderes foram até Brasília para negociar com o Ministro da Reforma Agrária a situação dos brasileiros ilegais que viviam no Paraguai e que queriam voltar ao Brasil com um lugar para morar. Foram informados de que fora do país nada podiam fazer.

No dia 14 de junho voltaram ao Brasil e fizeram um grande acampamento no Município de Mundo Novo, perto da fronteira, com aproximadamente 800 famílias. O Governo assinou um convênio, mandou alimentação, assistência médica e lonas. Mas as famílias das redondezas se ajuntaram ao acampamento formando cerca de 1000 famílias. A área era pequena para tanta gente, faltava higiene, a miséria era presente no local provocando mortalidade, principalmente infantil. As famílias se organizaram em grupos respeitando sua comunidade de origem no Paraguai, que eram os seguintes: Santa Rosa, Canandu, Cuerpo Christi, Alvorada, Guaivirá, Santa Clara, Figueira, Maracajú, Caarapó, Ponte Kirrá e Guadalupe.

Cada grupo tinha sua liderança e comissões. Após seis meses em busca de melhores condições de vida as famílias se deslocaram para a gleba Santa Idalina da empresa Someco.

À noite faziam a segurança com rodízio de homens. As lideranças tiveram apoio da CPT Comissão Pastoral da Terra e se reuniam frequentemente com o INCRA e outras autoridades.

Os grupos de trabalhos, alimentação, saúde e higiene e liturgia celebravam os atos religiosos. Os cadastros de suas famílias eram feitos em Mundo Novo, ainda, com os seguintes critérios: ser casado, ter menos de 60 anos, ter toda documentação em dia, solteiros maiores de 21 anos.

A viagem até a fazenda onde receberam suas terras foi sofrida e durou aproximadamente um mês. Situada na Gleba Santa Idalina, da empresa Someco, deram o nome de Gleba Novo Horizonte, porque ali surgiu uma nova esperança, uma grande mudança, os grupos colocaram-se em localidades estratégicas, onde facilitaria o acesso a água etc. A divisão da área foi programada, lotes com 25 hectares e chácaras com 06 hectares, divididos por sorteio.

Logo o posto de saúde começou a funcionar, trouxeram a rede de energia de alta tensão, construíram barracos que eram salas de aula, depois o INCRA construiu escolas de alvenaria, construiu o Centro Comunitário, para reuniões e festas das igrejas, e surgiam a Associação dos Trabalhadores Rurais.

O governo continuou acompanhando o povo e incentivando os mini-projetos. No núcleo urbano, os lotes eram cedidos pelo INCRA com uma exigência de construção em 90 dias. Assim, a cidade começou a se desenvolver rapidamente. Logo surgiram mercados, bares, salões de baile, lojas, farmácias, açougues, veterinária, bancos, entre outros. Vieram pessoas de variadas classes sociais, a maioria de origem humilde. Muitos aventureiros e curiosos. Os moradores organizaram equipes de futebol, torneios, grandes baiões.

A energia elétrica foi rebaixada ao instalar o posto telefônico e a rede de água. A Gleba Novo Horizonte do Sul pertencia ao Município de Ivinhema. Com o rápido desenvolvimento, logo surgiu à luta pela emancipação política. Distante de Ivinhema, 58 quilômetros, com estradas sem pavimentação tudo dependia desta. Devido à importância socioeconômica do assentamento, em 30 de abril de 1992 foi emancipado o Município de Novo Horizonte do Sul. Foi ai que começou a luta política:

1ª Eleição tendo como prefeito o Senhor Antonio Luiz Augustinho que governou por 04 anos nossa cidade;

2ª e 3ª Eleição tendo como prefeito o Senhor Adilso Jose Scapin que governou por 08 anos nossa cidade;

4ª e 5ª Eleição tendo como prefeito o Senhor Marcílio Álvaro Benedito que governou por 08 anos nossa cidade;

6ª Eleição tendo como prefeita a Senhora Nilza Ramos Marques que governou por 04 anos nossa cidade;

7ª Eleição tendo como prefeito o Senhor Marcílio Álvaro Benedito que governará por 04 anos nossa cidade;

A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL PARABENIZA A TODOS OS PIONEIROS QUE LUTARAM PARA QUE HOJE NOSSA CIDADE EXISTISSE E A TODOS OS ADMINISTRADORES POLITICOS QUE TAMBÉM CONTRIBUIRAM COM O DESENVOLVIMENTO DO NOSSO MUNICÍPIO.

Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi
 
Cb image default
 
Foto: Mandy Biagi

Fonte: Assessoria

 

Um grave acidente de carro em Novo Horizonte do Sul matou um passageiro e deixou quatro pessoas feridas, na noite desta terça-feira (12). O acidente ocorreu por volta das 23:00h, no sentido ivinhema, próximo a curva do Laticínio Cristo Rei.

Todas as vítimas foram encaminhadas ao Hospital Municipal de Novo Horizonte do Sul.

O motorista Eduardo Aparecido Pedroso Rosa de 23 anos, perdeu o controle do Siena saiu da pista e ainda bateu em uma árvore vindo a sofrer fratura exposta no braço. O passageiro Leandro Vitorio Pineda (Negão) de 25 anos, morador do Distrito de Amandina após dar entrada no Hospital Municipal de Novo Horizonte do Sul não resistiu e morreu. Marcos Alessandro Damásio (Espirro) de 35 anos teve uma grave fratura no pé e foi encaminhado para Dourados, com risco de ter seu pé amputado o outro passageiro Flávio Fernandes de 28 anos sofreu apenas algumas escoriações pelo corpo e estava sentindo fortes dores na região da coluna, já Maicom da Silva Magri de 28 anos sofreu apenas algumas escoriações pelo corpo.

Segundo informações apuradas pela reportagem do portal de Noticias ValemsNews, todos os ocupantes estavam sem cinto de segurança.

A Policia Militar de Novo Horizonte do Sul, esteve no local, realizando os primeiros procedimentos. (matéria editada para acréscimo de informação)

Reprodução Facebook

Djalma Freitas de 90 anos de idade faleceu por volta das 13 horas desta sexta-feira, dia 08 de junho em Novo Horizonte do Sul.

Djalma tinha um pequeno comercio de venda de balas e doces ao lado da Camara Municipal, seu corpo esta sendo guardado da Capela da PAX Ivinhema na Avenida Tancredo Neves, seu sepultamento será amanha (09) as 13 horas no cemitério municipal.

O Portal de Noticias ValemsNews expressa sua solidariedade a todos os amigos e reafirma sua esperança nas palavras ditas por Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que tenha morrido, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, não morrerá jamais" (Jo 11, 25-26).

 

O 8º Batalhão de Nova Andradina, buscando cada vez mais a aproximação com a comunidade e o trabalho educativo/preventivo, iniciou oficialmente as atividades da Patrulha Mirim em Novo Horizonte do Sul, nesta segunda (05).

Vereadores, professores e secretários municipais participaram do evento, que contou também com a presença do comandante do subgrupamento de bombeiros militar de Ivinhema, Major Pablo.

O Projeto Patrulha Mirim é um projeto que já se encontra em funcionamento em algumas unidades da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, com denominações semelhantes, porém que na sua essência busca enfatizar a necessidade do trabalho de prevenção da dignidade das crianças e adolescentes, visando conscientizá-los da sua importância para o desenvolvimento das ações da Segurança Pública, bem como o desenvolvimento do caráter e da cidadania. No período de 10 (dez) meses anual, os patrulheiros mirins recebem instruções e participam de ações socioeducativas que proporcionarão à criança e o adolescente engajado no projeto, a possibilidade e oportunidade de mudar o quadro em que se encontram através do desenvolvimento de suas potencialidades, da integração à comunidade, aquisições de hábitos saudáveis.
O comandante do 8º BPM, Tenente Coronel Josafá Pereira Dominoni falou aos pais dos alunos sobre a importância do projeto e do apoio aos instrutores que estarão ministrando aulas às crianças:

“Nossa polícia militar além de realizar o policiamento ostensivo e preventivo, atua também no policiamento comunitário, tornando-se uma polícia cidadã. A educação dos nossos jovens,é de fundamental importância para o desenvolvimento moral e fortalecimento do caráter, e a Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, sempre estará auxiliando as famílias, educadores e pessoas de bem que buscam auxiliar na formação de uma sociedade melhor “ pontuou o Comandante, TC Dominoni.

A patrulha mirim foi apresentada pela coordenadora estadual Subtenente Inez, e pelo comandante do Gpm de Novo Horizonte do Sul, 3º Sgt José Luiz, que citaram os objetivos do projeto, além de demonstrar aos pais os uniformes que os alunos usarão e os deveres de cada um ao ingressar na patrulha.

Fotos: Flávio/ValemsMews

Assessoria de Comunicação 8º BPM

O 8º Batalhão de Nova Andradina, buscando cada vez mais a aproximação com a comunidade e o trabalho educativo/preventivo, iniciou oficialmente as atividades da Patrulha Mirim em Novo Horizonte do Sul, nesta segunda (05).

Vereadores, professores e secretários municipais participaram do evento, que contou também com a presença do comandante do subgrupamento de bombeiros militar de Ivinhema, Major Pablo.

O Projeto Patrulha Mirim é um projeto que já se encontra em funcionamento em algumas unidades da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, com denominações semelhantes, porém que na sua essência busca enfatizar a necessidade do trabalho de prevenção da dignidade das crianças e adolescentes, visando conscientizá-los da sua importância para o desenvolvimento das ações da Segurança Pública, bem como o desenvolvimento do caráter e da cidadania. No período de 10 (dez) meses anual, os patrulheiros mirins recebem instruções e participam de ações socioeducativas que proporcionarão à criança e o adolescente engajado no projeto, a possibilidade e oportunidade de mudar o quadro em que se encontram através do desenvolvimento de suas potencialidades, da integração à comunidade, aquisições de hábitos saudáveis.
O comandante do 8º BPM, Tenente Coronel Josafá Pereira Dominoni falou aos pais dos alunos sobre a importância do projeto e do apoio aos instrutores que estarão ministrando aulas às crianças:

“Nossa polícia militar além de realizar o policiamento ostensivo e preventivo, atua também no policiamento comunitário, tornando-se uma polícia cidadã. A educação dos nossos jovens,é de fundamental importância para o desenvolvimento moral e fortalecimento do caráter, e a Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, sempre estará auxiliando as famílias, educadores e pessoas de bem que buscam auxiliar na formação de uma sociedade melhor “ pontuou o Comandante, TC Dominoni.

A patrulha mirim foi apresentada pela coordenadora estadual Subtenente Inez, e pelo comandante do Gpm de Novo Horizonte do Sul, 3º Sgt José Luiz, que citaram os objetivos do projeto, além de demonstrar aos pais os uniformes que os alunos usarão e os deveres de cada um ao ingressar na patrulha.

Fotos: Flávio/ValemsMews

Assessoria de Comunicação 8º BPM

Pagina 4 de 23

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top