Novo Horizonte do Sul (314)

É com pesar que a UNIPAX comunica o falecimento da Senhora  Leda de França Maciel Emiliano, a mesma era moradora da Linha Matão. Seu corpo esta sendo velada na capela da UNIPAX, seu sepultamento será  hoje (25) às 16:00 horas, no semitério municipal de Novo Horizonte do Sul.

Aos seus familiares e amigos, o portal de noticias ValemsNews e a UNIPAX, manifesta profundo respeito e rogando a Deus traga conforto aos corações enlutados. Desejamos que a paz, o consolo e a força da fé reinem no meio de todos, primando o amor a Deus sobre todas as coisas para que a Senhora Leda de França Maciel Emiliano descanse em paz.

O Vereador Enock Moreira de Menezes (PDT), solicitou nesta semana, através de uma indicação que o executivo faça a aquisição de calcário para atender os produtores rurais do município de Novo Horizonte do Sul.

“As famílias da área rural do município dependem exclusivamente de geração de renda da agricultura e da pecuária, porém, o trabalho para o manejo da terra, assim como, melhorias na produtividade do solo, necessita que a terra seja corrigida corretamente, com aquisição do calcário, melhoraremos a forma do manejo das terras e as respectivas renda dos produtores também crescerão. Além disso, os pequenos produtores de leite desta região sofrem com a falta de pastagem para seu rebanho de gado leiteiro. Gostaria de Vossa excelência se empenhasse me viabilizar esse recurso que muito beneficiará os pequenos produtores do nosso município”, finalizou o vereador.

Acidente ocorreu em frente a Escola Municipal Professor Eduardo Pereira Calado em Novo Horizonte do Sul.

No final da tarde desta quarta-feira (19) por volta das 17 horas, em frente a Escola Municipal Professor Eduardo Pereira Calado, um motociclista bateu em um Camionete Fiat Strada.

A motocicleta Claudemir Eleutério (36) (conhecido por Mí da Água da Onça) ao bater no veiculo perdeu vários dentes, fratura do Maxilar e fratura no fêmur.

O motorista da Stada disse não ter visto o motociclista, que foi socorrido e levado ao Hospital Municipal de Novo Horizonte do Sul que depois de receber os primeiros atendimentos foi encaminhado ao Hospital Regional de Dourados.

A Policia Militar esteve no local.

A policia Militar Ambiental juntamente com a Policia Militar de Novo Horizonte do Sul apreendeu 47 (quarenta e sete) filhotes de papagaios que eram mantidos em cativeiro em uma residência em Novo Horizonte do Sul.

Segundo informações apuradas pela reportagem do Portal de Noticias do ValemsNews, no final da tarde desta terça-feira (11), a Policia Militar Ambiental recebeu uma denuncia de que em uma residência na cidade de Novo Horizonte do Sul havia filhotes de papagaio capturado ilegalmente da natureza, os policiais da Ambiental juntamente com Policia Militar de Novo Horizonte do Sul, deslocaram até o local descrito na denuncia e contataram a veracidade da denuncia.

Uma das pessoas que estava na residência informou aos policiais que os papagaios pertenciam ao Sr. O.P.N, que não estava na residência no momento da chegada do Policia Militar do Meio Ambiente.

O.P.N não foi  localizado, os fatos registrados foram encaminhado as autoridades Policiais de Ivinhema para as providências Legais.

Estavam sendo guardados dentro de três caixas de papelão e um balde plástico 47 (quarenta e sete) filhotes de aves silvestres, aparentando seu da espécie papagaio verdadeiro, onde estavam escondidos dentro de um guarda roupa e debaixo de uma cama, evidenciando portanto, os maus tratos em que os animais estavam sendo submetidos.



O acusado foi multado administrativamente em R$ 500,00 (quinhentos reais) por ave capturado ilegalmente da natureza, e R$ 500,00 (quinhentos reais) por maus tratos, totalizando uma sanção de R$ 47.000,00 (quarenta e sete mil reais).

As aves foram levadas para a cidade de Navirai onde foram prestados os primeiros cuidados já que as aves estavam muito frágil e em condições precárias de guarda as quais foram submetidas.

O comandante do 8º Batalhão de Nova Andradina, Tenente Coronel Josafá Pereira Dominoni, buscando um estreitamento nas relações institucionais, reuniu-se na segunda (10) com o prefeito de Novo Horizonte do Sul, Marcilio Benedito. A visita teve como objetivo conhecer o chefe do executivo e ratificar a parceria entre a Polícia Militar e Prefeitura, discutir assuntos relacionados à segurança pública do município. Participaram ainda da reunião o Delegado Regional de Nova Andradina, Dr. André Novelli, Vereador Paulo Weiller, Jangada e membros do Conselho Comunitário de Segurança.

Durante o encontro, os responsáveis pelas Policias Militar e Civil definiram metas e ações de trabalho conjuntas, fortalecendo a parceria entre as forças de segurança pública em Novo Horizonte do Sul, buscando oferecer uma Polícia Ostensiva e Investigativa Cidadã, aproximando-as da população.

Foi ainda consolidada a parceria entre poder público municipal e forças de segurança, que contará com o apoio do Conselho Comunitário de Segurança, para a implantação da Delegacia de Polícia Civil, evitando que os munícipes se desloquem até Ivinhema para registros e oitivas, além de evitar que os policiais militares tenham que deixar a cidade quando há uma prisão em flagrante, reforçando ainda mais o policiamento ostensivo e preventivo no município.
A visita foi realizada em continuidade às ações do comando do batalhão, que vem conhecendo e apresentando os programas e projetos a serem implantados pela Polícia Militar no Vale do Ivinhema , para as autoridades e lideranças locais.

Fonte: Assessoria 8º BPM

Esmeraldo Simões, de 85 anos, foi encontrado morto no quarto de sua casa onde residia, na Rua Carlos Gomes em Novo Horizonte do Sul.

Vizinhos sentiram sua falta, pois todo dia pela manhã ele sentava-se em frente a sua residência, e devido sua ausência resolveram chamar batendo na janela de seu quarto, como não respondeu, resolveram arrombar a janela, e constataram que estava morto.

A equipe da Polícia Militar foi acionada para comparecer no local, e após verificarem que Esmeraldo estava morto acionou a Policia Civil de Ivinhema.

O caso foi tratado como morte a esclarecer.

Erosões estão aumentando e período de chuvas pode piorar situação

Governo do Estado decretou situação de emergência em Novo Horizonte do Sul, em partes da áreas de urbana e rural afetadas por desastre conhecido como voçorocas. Decreto foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial de Mato Grosso do Sul.

De acordo com o decreto, fortes chuvas que atingiram o município entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano, causaram danos e prejuízos ao município, levando a prefeitura a decretar a situação de emergência.

As erosões, mesmo sem chuvas, já atingiram o lençol freático e a força das causas tem causado o fenômeno chamado de voçoroca, que consiste na formação de grandes buracos de erosão causados pela água em solos onde a vegetação não protege mais o protege e o solo fica suscetível de carregamento por enxurrada.

Conforme o decreto, a economia de Novo Horizonte do Sul é baseada na agricultura familiar de pequenas propriedades rurais e, por conta do fenômeno e da aproximação do período de chuvas, é necessário conter de forma urgente o crescimento das erosões, com objetivo de evitar que os agricultores fiquem impedidos de exercer suas atividades, além de garantir escoamento da safra, transporte escolar, entre outros.

Por conta do agravamento da situação, o governo homologou o decreto municipal e decretou situação de emergência pelo prazo de 180 dias. Com isso, órgãos estaduais estão autorizados a atuarem nas ações de resposta, sob coordenação da Defesa Civil estadual. Além disso, contratos de aquisição de bens necessários as ações, de prestação de serviços e de obras ficam dispensados de licitação, desde que possam ser concluídas no prazo máximo de 180 dias.

Fonte: Correio do Estado

A Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul garantiu a ligação de energia elétrica a moradores do bairro Novo Habitar da cidade de Novo Horizonte do Sul.

O município faz parte da comarca de Ivinhema e a Ação Civil Pública (ACP) que garantiu o direito das famílias foi ajuizada pelo defensor público André Santelli Antunes.

A ACP foi proposta em face da concessionária de energia Energisa, que se recusava a fornecer o serviço, pois as 70 famílias não têm o título de posse ou propriedade dos imóveis.

Acontece que a área pertence ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que não se opunha ao fornecimento de energia, mas a doação da propriedade à Prefeitura estava pendente por questões burocráticas.

Segundo a decisão do magistrado, o critério exigido pela concessionária deve ser mitigado, pois trata-se de serviço essencial e por haver a anuência do proprietário, sendo certo que a regularização do imóvel independia da vontade dos moradores.

O juízo de Ivinhema deferiu a tutela de urgência para determinar que o serviço de energia elétrica aos moradores no prazo de 30 (trinta) dias, mediante apresentação de declaração simples de residência.

Interessados podem conferir o processo 0802257-89.2018.8.12.0012

Fonte: Ivinoticias

Prefeituras dependem apenas de transferências do Estado e da União para sobrevivência das finanças

Mato Grosso do Sul está em sétimo lugar entre as unidades da Federação com maior proporção de cidades que não conseguem gerar receita para bancar a própria máquina pública, segundo levantamento da Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan). Em MS, 13,92% dos municípios, correspondente a 11 localidades, dependem das transferências do Estado e da União para bancar o custo crescente com salários de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e secretários. No País, o contingente é de 1.872 cidades, aponta o estudo da Firjan.

No Estado, os índices de cobertura da máquina pública pela receita própria ficaram em 71,85% em Paraíso das Águas; 61,51% em Corguinho; 56,65% em Alcinópolis; 56,05% em Jateí; 53,83% em Rochedo; 44,26% em Figueirão; 37,89% em Douradina; 34,35% em Caracol; 31,55% em Taquarussu; 27,49% em Novo Horizonte do Sul; e 19,43% em Rio Negro. Procurado pelo Correio do Estado, o presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Pedro Caravina, questionou parte dos resultados do estudo – “Alguns dos municípios citados têm uma boa receita de Imposto sobre Serviços (ISS) e estão com as contas em dia” –, mas também reconheceu que em relação à maioria é “normal” que a receita própria seja mais baixa, pelas condições do município.

“Receita própria vem do IPTU [Imposto Predial e Territorial Urbano], em que há uma dificuldade maior de a população pagar; e se o administrador atualizar a planta genérica, por exemplo, há um reajuste e fica ainda mais difícil você ter o pagamento. Então o município depende do IPTU, do ISS [Imposto sobre Serviços], que é a movimentação de serviços, e a maioria dos municípios pequenos gira em torno da economia informal, o profissional não emite nota, a arrecadação também é mais baixa”, pontuou.

Fonte: Correio do Estado

Durante operação, homem condenado a mais de 78 anos de prisão por estupro de vulnerável é preso

Em Novo Horizonte do Sul, a Polícia Civil de Ivinhema prendeu, um homem de 64 anos, que estava foragido da Justiça Paulista, por ser condenado a mais de 78 anos de prisão pela prática do crime de estupro de vulnerável. Ele foi preso durante a “Operação Cronos”, desencadeada em todo o País pela Polícia Civil.

Durante operação deflagrada nesta sexta-feira (24), policiais civis de Ivinhema, além da prisão do condenado, outros dois mandados de prisão foram cumpridos na cidade de Ivinhema, por falta de pagamento de pensão alimentícia.

Segundo o Delegado Titular de Ivinhema, Dr. Ricardo Cavagna, a prisão do homem de 64 anos, foi de extrema importância, pois viabilizou o início do cumprimento de pena por um condenado pela prática do crime de estupro de vulnerável e foragido da Justiça há quase um ano.

“Através de denúncias, recebemos a informação de que possivelmente havia um indivíduo no município de Novo Horizonte do Sul, foragido da Justiça do Estado de São Paulo, e com condenação de mais de 78 anos de reclusão, pela prática do crime de estupro de vulnerável, por três vezes contra uma criança de sua família, mas não tínhamos qualquer indicação de seu endereço ou localização. Iniciamos investigações e descobrimos pessoas próximas a ele as quais passamos a monitorar, e graças a colaboradores da Polícia Civil, na tarde desta sexta-feira conseguimos localizá-lo, efetuando a sua prisão. E isso foi de extrema relevância, pois além de darmos efetividade a uma decisão judicial, referente a uma condenação pesadíssima por crime grave, retiramos do convívio social, mais precisamente da pequena comunidade da cidade de Novo Horizonte do Sul, um indivíduo que deve cumprir sua pena e que por sua condenação, deu claros indícios que ao menos por um tempo, deve estar separado do convívio social”, disse o delegado.

Cronos
A Operação Cronos foi definida em maio pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil. Em nota, o presidente da entidade, delegado Emerson Wendt, disse que esse é o trabalho prioritário das polícias civis. Ele defende a importância operacional da investigação criminal e o quanto ela pode ser efetiva no combate à criminalidade.

Cronos é o grande deus do tempo, na mitologia grega. O nome da operação está relacionado com a redução do tempo de vida da vítima de homicídio ou feminicídio. Ao mesmo tempo, com a prisão do autor do crime, também lhe é retirado do tempo para a prática de novos delitos.

Fonte: Jornal da Nova

Pagina 2 de 23

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top