Vereador suspeito de fraude comete 'vacilo' e volta a ser preso pelo Gaeco

19 Janeiro 2019
(0 votos)
Autor 
Idenor quando foi preso em dezembro passado Foto: Arquivo Dourados News

Parlamentar estava em liberdade condicional e não poderia visitar a Casa de Leis

O vereador por Dourados, Idenor Machado (PSDB) foi preso novamente por policiais que integram o Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado, na tarde desta sexta-feira (18), em Dourados. Ele estava em liberdade desde o dia 17, quando foi alvo de operação que investiga fraudes em licitações.

O parlamentar estava em liberdade condicional e não poderia frequentar a Casa de Leis. No entanto, em 15 de janeiro, o promotor de Justiça, Ricardo Rotunno, recolheu imagens de câmeras de segurança que mostram visita de Ildenor.

Conforme o Dourados News, em 5 de dezembro do ano passado, data da deflagração da operação, além de Idenor, foram presos outros dois vereadores, Cirilo Ramão (MDB) e Pedro Pepa (DEM), além do ex-parlamentar, Dirceu Longhi (PT).

As investigações apontavam para esquema de fraudes no processo licitatório da Casa envolvendo empresas de software.

Os ex-servidores da Casa, Amilton Salinas e Alexandro de Oliveira de Souza e os empresários Denis da Maia, Jaison Coutinho, Franciele Aparecida Vasun e Karina Alves de Almeida, também foram alvos da ação.

Fonte: TopmidiaNews

 

 

1327 : Visualizações
Redação

Salvar

 

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top