Salvar

Salvar

Problema sério, suicídio é tratado como piada nas redes sociais em MS

12 Setembro 2017
(0 votos)
Autor 
Meme postado em post com matéria sobre tentativa de suicídio é só uma das mostras de como o assunto é tratado. (Foto: Reprodução Facebook)

Pesquisa inédita mostra como o assunto é tratado no Estado, que tem o 2º maior índice de casos no País.

Domingos são tradicionalmente conhecidos como dias de leveza e descanso. O último domingo (10), no entanto, foi um dia mais 'pesado' do que os outros: três pessoas tiraram a própria vida. Mas, enquanto o suicídio representa o crescimento de quadros depressivos na sociedade, e um dos problemas que mais preocupam a OMS (Organização Mundial da Saúde), as redes sociais repercutem o assunto de forma banal. É o que mostra o dossiê 'Suicídio: precisamos falar sobre'.

O documento traz, de forma inédita, como o assunto é buscado nas redes sociais. Dados específicos sobre Mato Grosso do Sul - segundo Estado na lista do Ministério da Saúde com maior indície de casos em relação ao número de habitantes -, afirmam que 48,4% das menções ao suicídio nas redes sociais tratou o assunto como 'piada'. O dossiê foi elaborado pela agência 'Nova/sb', por meio do 'Comunica que Muda', e analisou as menções ao assunto entre os meses de entre abril e maio deste ano.

"As redes sociais surgiram há pouco tempo, mas entraram no cenário social com um forte chute na porta. Em poucos anos, tomaram conta de muitas horas gastas na web. Depois delas, mudamos muito a maneira com que nos relacionamos, e até como vemos a importância das nossas relações. Apesar de mais conectados, observamos que a abordagem sobre o suicídio ainda é muito superficial", comentou a coordenadora-geral do Comunica Que Muda, Bia Pereira.

A imagem que ilustra essa matéria é um exemplo desse tratamento: o texto fala de uma tentativa de resgate e entre os comentários há de tudo, inclusive memes fazendo graça do assunto sério.

Baleia azul

A pesquisa também analisou de que forma e quais assuntos são buscados nas redes quando o tema é suicídio. Mato Grosso do Sul seguiu tendência nacional, já que 59,7% das buscas sobre suicídio em redes sociais procurou pelo jogo 'baleia azul'. Segundo a agência Nova, Mato Grosso do Sul registrou 3077 comentários nas redes sociais sobre temas que envolvem o suicídio durante o período avaliado, 0,25% do total de menções em todo o Brasil.

Lesões no corpo, violências e por fim e até o suicídio marcam as fases do 'jogo', que tem motivado suicídios de jovens em todo o mundo. O jogo de 'desafios' teria surgido nas redes sociais da Rússia, e começou a chocar o mundo no início deste ano. No Brasil e em Mato Grosso do Sul, casos de adolescentes preocuparam autoridades e motivou até orientação oficial da SED (Secretaria Estadual de Educação) às escolas.

Além do jogo Baleia Azul, internautas também pesquisaram sobre a série '13 Reasons Why' [13 razões porque, em tradução livre], do serviço de streaming Netflix. A busca representou 24,5% das pesquisas, seguida do assunto 'Depressão', que totalizou 8%.

Em todo o país, o Baleia Azul estava maioria das menções: 59,9%. A série 13 Reasons Why representou 26,6%. O estado que concentrou a maior parte das menções nos dois meses da pesquisa foi o Rio de Janeiro, com 27,5% do total. Na sequência, São Paulo, com 17,9%, e Minas Gerais, com 9,9%. Também tiveram destaque o Pará (5,6%), o Rio Grande do Sul (5,5%) e Santa Catarina (4,8%).

Setembro Amarelo - Iniciado pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina)e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), o Setembro Amarelo realizou as primeiras atividades em 2014, concentradas em Brasília. Mato Grosso do Sul passou a aderir no ano passado.

Fonte: Campo Grande News

111 : Visualizações
Redação

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top