Salvar

Salvar

Botafogo vence Flamengo após dois anos e meio e embala para Libertadores

10 Setembro 2017
(0 votos)
Autor 
Roger marcou os dois gols do Alvinegro Foto: Márcio Alves / Agência O Globo

 

No reencontro em um clássico que valia pouca coisa para duas equipes que não priorizam o Brasileiro, o Botafogo demonstrou mais interesse ao colocar o time titular, e bateu o misto do Flamengo por 2 a 0, no Nilton Santos, com certa facilidade, e embalou para a Libertadores. Foi o fim de um jejum de dois anos e meio sem vitória sobre o rival, que perdeu a primeira sob o comando do técnico Reinaldo Rueda. Ao decidir escalar uma equipe sem seis titulares, o Rubro-negro não apresentou a mesma solidez defensiva e foi derrotado em um clássico depois de 17 jogos.

Diferente dos duelos pela semifinal Copa do Brasil, não houve tumulto fora ou dentro do Nilton Santos e as arquibancadas estavam vazias. De olho na decisão do dia 27 contra o Cruzeiro, o Rubro-negro surpreendeu ao usar Guerrero, Éverton Ribeiro e Diego Alves, mas deixar de fora Diego, Berrío e Éverton, por exemplo. Enquanto isso, o Alvinegro mandou a campo o que tinha de melhor antes das quartas de final da Libertadores, na próxima semana, diante do Grêmio. Róger, autor dos gols, e Leo Valencia se destacaram. O meia virou opção para a decisão a seguir já que o técnico Jair Ventura pode não ter João Paulo e Lindoso, machucados.

Personagens inevitáveis dos dois lados, os goleiros tiveram papel importante no jogo. Diego Alves, de volta ao gol do Flamengo, fez bela defesa na cabeçada de Roger. Mas não conseguiu evitar os gol do centroavante no segundo tempo. A defesa do Flamengo foi mal como um todo, com destaque negativo para Rodinei, Trauco e Rafael Vaz. Do outro lado, Gatito parou bela falta cobrada por Guerrero na etapa inicial e no segundo tempo pouco trabalhou. Alex Roberto ficou no banco e Thiago sequer foi relacionado no Flamengo.

Depois de um primeiro tempo intenso de ambos os lados, em que o Flamengo dominou, mas o Botafogo levou mais perigo efetivo, os gols só saíram na etapa final. O Botafogo encaixou bem os contragolpes e se aproveitou da noite ruim de Trauco e Vaz, que voltaram ao time. Roger se desmarcou facilmente do zagueiro nas duas ocasiões, primeiro em escanteio e depois em jogada pela ponta direita do ataque de Bruno Silva. O Flamengo colocou em campo Berrío e Everton, mas o ataque segui improdutivo. Na quarta-feira, o time encara a Chapecoense pela Copa Sul-Americana, em Chapecó.

Fonte: Extra

64 : Visualizações
Redação

Salvar

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top