Dinheiro estava dentro da calcinha da mulher

Nesta segunda-feira (11), uma jovem de 22 anos, Dara Pereira foi presa e levada para a delegacia depois de ser flagrada vendendo cocaína, na Praça Aquidauana, em Campo Grande. Ela tentou subornar os policiais que a abordaram.

Segundo o boletim de ocorrência, a polícia teria recebido a informação de que na Praça Aquidauana havia uma mulher vendendo drogas. Quando os militares chegaram ao local perceberam que uma jovem havia jogado próximo a uma árvore alguns objetos.

Ela foi abordada e quando questionada se estaria comercializando drogas na praça, disse que não. Ela foi revistada e dentro da sua calcinha e do sutiã foram encontradas notas de dinheiro, um total de R$ 199.

Um rapaz que também foi abordado contou aos policiais que comprava drogas de Dara há um ano. Ela foi colocada dentro da viatura policial e no caminho para a delegacia tentou subornar os militares oferecendo R$ 199 para que eles a deixassem ir. Dara foi autuada por tráfico de drogas e corrupção ativa.

Fonte: Midiamax

 

A tragédia que matou dez atletas da base do Flamengo aconteceu pouco mais de um mês depois de Eduardo Bandeira de Mello deixar a presidência do clube. Foram seis anos do ex-dirigente frequentando o Centro de Treinamento Ninho do Urubu, com a construção de dois modernos módulos para o futebol profissional, e melhorias para as categorias inferiores. Em sua gestão, o clube passou a utilizar um número maior de contêineres como solução provisória, incluindo o módulo que pegou fogo na última sexta-feira.

Bandeira se ofereceu para ajudar a nova diretoria, mas não foi convidado a participar da reunião com autoridades nesta segunda-feira no Ministério Público. O ex-presidente alega não ter informações detalhadas sobre os procedimentos de legalização da documentação do Ninho do Urubu, tampouco a respeito das condições técnicas do alojamento da base.

- A orientação sempre foi fazer a coisa certa. Nunca houve negligência ou economia porca, sacrificando condições de trabalho. Sempre foi no sentido de dar as melhores para atletas e funcionarios - disse Bandeira ao GLOBO.

Os vice-presidentes da gestão anterior responsáveis pelas questões envolvendo o Centro de Treinamento - as instalações da base e a documentação - não querem se manifestar. Alexandre Wrobel, que liderava todas as obras do Ninho, repassou as informações que tinha para a nova gestão. O ex-vice-jurídico Flavio Willeman colaborou na apresentação dos dirigentes do Flamengo ao Procurador do Estado Eduardo Gussen, mas também não quis se pronunciar sobre a falta de alvará do local. Bandeira, ao menos, se expôs.

- Foi feito foi um esforço permanente para regularizar tudo. Mas nunca houve interdição nem proibiram o funcionamento do CT. Era usado de maneira pública. Se tenta regularizar e a Prefeitura e os Bombeiros entendem isso e não interditam, é uma demonstração que se está agindo corretamente. Nunca houve nenhuma multa ou auto de infração que se referisse a área do alojamento. Era público e notório que ele existia - avaliou o ex-presidente.

Bandeira deixou claro que está à disposição das autoridades para esclarecimentos. No entanto, ressaltou que em primeiro lugar estão as famílias das vítimas, depois o clube.

  • Não quero atrapalhar.

Fote: Extra

 

A Polícia Militar prendeu na manhã desta segunda-feira (11), um jovem de 19 anos, após ser flagrado com uma motoneta furtada há 15 dias, em Ivinhema.

Policiais militares receberam informações de que uma motoneta que havia sido furtada havia aproximadamente 15 dias, estava em frente de uma residência no bairro Piravevê. A equipe foi até o local denunciado e encontrou a Honda/Biz, cor vermelha, estacionada sobre a calçada e saindo de dentro da residência com a chave e um capacete na mão, o suspeito, já é conhecido no meio policial e reincidente na prática de receptação.

O jovem recebeu ordem para abordagem e após checagem foi constatado que se tratava de ciclomotor furtado. A motoneta estava com a placa de identificação adulterada.

No imóvel foram encontrado os retrovisores originais e dois recipientes pequenos, um contendo uma porção com 50 gramas de pólvora e outro contendo 88 espoletas para carregamento de cartuchos de arma de fogo. Foi encontrada ainda, acondicionada em um recipiente plástico, dentro do baú da moto, duas pequenas porções de maconha.

O autor, Biz e todo material encontrado foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

Fonte: Jornal da Nova

 

Os oito deputados federais de Mato Grosso do Sul contrataram até o momento 93 assessores parlamentares, conforme consulta ao portal da transparência da Casa, nesta segunda-feira (11). Há parlamentar com apenas um funcionário, enquanto outro tem a cota máxima permitida, de 25.

Cada deputado tem verba de gabinete de R$ 111.675,59 por mês para pagar salários de até 25 assessores, que são empregados como “secretários parlamentares” e trabalham para o mandato em Brasília ou nos estados. Eles são contratados diretamente pelos deputados, com salários que variam de R$ 1.025,12 a R$ 15.698,32.

Entre os estreantes, destaca-se Beto Pereira (PSDB), que já conta com 16 assessores. Mesmo número de profissionais que trabalham com Fábio Trad (PSD), que vai para seu terceiro mandato, embora na legislatura anterior tenha ficado pouco mais de um ano por ter assumido como suplente.

Os outros dois veteranos de Casa possuem o maior número de assessores contratados. Em seu quinto mandato, Vander Loubet (PT) é o único dos sul-mato-grossenses que atinge o número máximo, de 25. Enquanto Dagoberto Nogueira (PDT) tem 19.

Entre os restantes dos novatos, Bia Cavassa (PSDB) tem apenas um contratado, no entanto a deputada federal tomou posse no dia 7 de fevereiro, como segunda suplente de Tereza Cristina (DEM), que é ministra de Agricultura de Jair Bolsonaro (PSL); enquanto seu primeiro suplente, Geraldo Rezende (PSDB), é secretário de Saúde de Reinaldo Azambuja (PSDB).

Tendo tomado posse no primeiro dia da atual legislatura, 1º de fevereiro, os parlamentares do PSL têm o menor número de “secretários parlamentares”. Luiz Ovando tem 2 contratados, enquanto Loester Trutis possui 5.

Deputada federal eleita com maior número de votos em Mato Grosso do Sul no ano passado, Rose Modesto (PSDB) fecha a lista com 9 funcionários.

Com exceção de alguns profissionais que estão com os deputados que estão há mais tempo na Casa, a maioria dos assessores foram nomeados em publicação do Diário Oficial entre os dias 5 e 8 de fevereiro.

Fonte: Midiamax

 

A data de saída vai depender do Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro recebeu aval da equipe médica para ter alta do Hospital Albert Einstein na quarta-feira, 13. A data de saída vai depender do Palácio do Planalto. Nesta segunda-feira, 11, o presidente completou 15 dias de internação.

Após duas semanas de uma cirurgia para retirada da bolsa de colostomia e reconstrução do trânsito intestinal, Bolsonaro já se alimenta com dieta leve e apresentou melhora do quadro pulmonar - ele foi diagnosticado com pneumonia na semana passada. De acordo com os médicos, o presidente precisa ficar internado até quarta-feira, quando termina o período de medicação com antibióticos, administrados para conter a infecção no pulmão.

"Ele pode ter alta sim. Mas eu não sei se ele vai quarta, ele e o cerimonial (do Planalto) vão decidir", disse o cirurgião Antonio Luiz Macedo. "O presidente está ótimo, está perfeito."

Bolsonaro já está liberado para falar, como fez nesta segunda ao receber três ministros, um governador e um secretário paulista, destacou o médico. Além disso, o organismo dele respondeu de forma satisfatória à alimentação sólida, retomada nesta segunda. "A única pendência são os antibióticos", destacou Macedo.

Fonte: Noticias ao minuto

 

Em depoimento às autoridades que investigam o acidente responsável pela morte de Ricardo Boechat, a vendedora Leiliane Rafael da Silva disse que viu um homem pular do helicóptero pouco antes do choque da aeronave com um caminhão. Leiliane estava na garupa de uma moto que passava pelo Rodoanel exatamente no momento da queda do helicóptero.

O Instituto Médico Legal (IML) afirmou que, de fato, apenas um corpo foi encontrado em meio às ferragens da aeronave, sendo que o segundo estava em um outro ponto. Ao jornal O Globo, o delegado Luis Roberto Hellmester disse acreditar que a pessoa que pulou do helicóptero era Boechat.

"Eu falei para o meu marido: eu acho que ele vai pousar na pista. Quando eu olhei para trás, eu vi uma pessoa pulando. Depois que a pessoa pulou, o helicóptero se chocou com uma carreta que vinha saindo do rodoanel e explodiu", a vendedora detalhou.

"Também acredito que o piloto estava no comando e não deixaria o helicóptero", complementou o delegado.

Fonte: Noticias ao minuto

 

É com pesar que a UNIPAX comunica o falecimento do Senhor PÉRICLES GONÇALVES DUARTE, o mesmo era morador da Linha Matão, conhecido como Péres carvoeiro, seu corpo esta sendo guardado na capela UNIPAX em Angélica e será transladado para Novo Horizonte do Sul nesta terça-feira as 09:00 horas onde ficará na Capela da Unipax até as 10:00 horas, seu sepultamento será no cemiterio municipal de Novo Horizonte do Sul.  

Aos seus familiares e amigos, o portal de noticias ValemsNews e a UNIPAX, manifesta profundo respeito e rogando a Deus traga conforto aos corações enlutados. Desejamos que a paz, o consolo e a força da fé reinem no meio de todos, primando o amor a Deus sobre todas as coisas para que o Senhor Péricles descanse em paz.

 

A equipe de auxiliares de Bolsonaro tentará convencer o governo italiano a interceder junto à Santa Sé para evitar ataques diretos à política ambiental e social do governo brasileiro durante o Sínodo sobre Amazônia

Como parte de uma estratégia para combater a ação do que chama de "clero progressista", o Palácio do Planalto recorrerá à relação diplomática com a Itália, que vive um bom momento desde o esforço do presidente Jair Bolsonaro para garantir a prisão de Cesare Battisti. A equipe de auxiliares de Bolsonaro tentará convencer o governo italiano a interceder junto à Santa Sé para evitar ataques diretos à política ambiental e social do governo brasileiro durante o Sínodo sobre Amazônia, que será promovido pelo papa Francisco, em Roma, em outubro.

O jornal O Estado de S. Paulo revelou neste domingo, 10, que o Planalto quer conter o que considera um avanço da Igreja Católica na liderança da oposição ao governo, como efeito da perda de protagonismo dos partidos de esquerda. Nos 23 dias do Sínodo, as discussões vão envolver temas como a situação dos povos indígenas e quilombolas e mudanças climáticas - consideradas "agendas de esquerda" pelo Planalto. O governo quer ter representantes nas reuniões preparatórias para o encontro em Roma.

A ação diplomática do Planalto terá várias frentes. Numa delas, o governo brasileiro quer procurar os representantes da Itália e do Vaticano no Brasil - Antonio Bernardini e d. Giovanni D'Aniello, respectivamente - para pedir a ajuda deles na divulgação dos trabalhos brasileiros nas áreas social, de meio ambiente e de atuação indígena. Serviria como contraponto aos ataques que o governo está certo que sofrerá no Sínodo, por ver influência de partidos de esquerda nesses setores. Os embaixadores do Brasil na Itália e no Vaticano também terão a missão de pressionar a cúpula da Igreja para minimizar os estragos que um evento como esse poderia trazer, dada a cobertura da mídia internacional.

Simpósio. Em outra ação diplomática, o Brasil decidiu realizar um simpósio próprio também em Roma e em setembro, um mês antes do evento organizado pelo Vaticano. Na pauta, vários painéis devem apresentar diferentes projetos desenvolvidos no País com intuito de mostrar à comunidade internacional a "preocupação e o cuidado do Brasil com a Amazônia". "Queremos mostrar e divulgar as ações que são desenvolvidas no Brasil pela proteção da Amazônia na área de meio ambiente, de quilombolas e na proteção dos índios", disse um dos militares do Planalto.

Em nota divulgada na noite de domingo, 10, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) afirmou que a Igreja Católica "não é objeto de qualquer tipo de ação", mas que existe preocupação "com alguns pontos da pauta do Sínodo". "Parte dos temas do referido evento tratam de aspectos que afetam, de certa forma, a soberania nacional. Por isso, reiteramos o entendimento do GSI de que cabe ao Brasil cuidar da Amazônia brasileira."

Paresi. Também no Brasil o governo quer fazer barulho e mostrar projetos sustentáveis. O primeiro evento já será nesta quarta-feira, na aldeia Bacaval, do povo Paresi - a 40 quilômetros de Campo Novo do Parecis, no norte de Mato Grosso. Ali, será realizado o 1.º Encontro do Grupo de Agricultores Indígenas, que tem por objetivo celebrar a Festa da Colheita.

O evento já estava marcado, mas o governo Bolsonaro quer aproveitar o encontro para enfatizar o projeto de agricultura sustentável tocado pelos índios naquela região. Trata-se do plantio de dois mil hectares de soja sob o regime de controle biológico de pragas, ou seja, sem pesticidas. Mais de dois mil indígenas (dados do último censo do IBGE) têm se revezado também no plantio de milho, mandioca, abóbora, batata, batata-doce e feijão. A nova direção da Funai afirma que pretende incentivar projetos semelhantes em áreas onde os índios tenham interesse em plantar em suas terras.

A apresentação de projetos de extração legal de madeira, assim como o apelo às empresas estrangeiras para que só comprem material certificado, é uma outra ideia para divulgar trabalhos realizados no Brasil. Com isso, o governo espera abrir outra frente de contraponto ao que vê como tentativa de interferência externa na Amazônia e ataque a políticas governamentais. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Noticias ao minuto

 

Vítima foi socorrida em estado grave e encaminhada para a Santa Casa de Campo Grande

Uma mulher, que não teve o nome divulgado, ficou gravemente ferida após um capotamento na tarde de ontem (10) na MS-427, em Rio Verde, cidade distante a 207 quilômetros de Campo Grande.

Conforme informações do site Edição MS, a vítima era passageira de um veículo Fiat Uno, que acabou capotando na rodovia. A parte frontal do carro ficou totalmente destruída.

A vítima foi socorrida em estado grave pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Municipal da cidade. Devido ao estado de saúde, foi transferida para a Santa Casa de Campo Grande.

O marido da mulher, que conduzia o carro, foi levado ao hospital local . As causas do acidente serão apuradas.

Fonte: Campo Grande News

 

Durante a madrugada desta segunda-feira (11), na Vila Progresso, em Campo Grande, uma motorista de aplicativo e uma passageira foram assaltados por um trio de adolescentes, entre eles uma menina de aproximadamente 14 anos.

O motorista contou que recebeu uma chamada de uma passageira, por volta da 1 hora da madrugada, e depois de busca-la na rodoviária e parar em um semáforo em frente a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, foi abordado pelo trio de bandidos armados, que exigiram que as vítimas descessem do carro, um Hyundai HB20.

Após descerem os ladrões fugiram levando o carro, os documentos das vítimas e as malas da passageira. A polícia foi chamada e uma hora depois do assalto, equipes do Batalhão de Choque encontraram o trio na Vila Carlota.

O carro e pertences das vítimas foram recuperados. Os três adolescentes com idades entre 14 e 17 anos foram apreendidos e levados para a delegacia.

Fonte: Midiamax

 

Pagina 4 de 347

Salvar

 

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top